Fechar
Publicidade

Domingo, 21 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Uma matéria. Duas manifestações

As origens da FEI e da Etec em São Bernardo


Ademir Medici
do Diário do Grande ABC

15/05/2019 | 07:00


Havia haras no Grande ABC. Criação de cavalos puro-sangue. O Haras São Bernardo, em Santo André, mantém o nome e é um bem público preservado oficialmente. No artigo a seguir, Nevino Antonio Rocco sinaliza sobre a origem de dois outros haras, cujos espaços têm hoje outras finalidades.

SÃO BERNARDO MAIS CARO
Acompanhei a ‘briga’ do prefeito Lauro Gomes com Artur Orlando (o construtor da capela da Artuélia, cf. Memória, 10 de maio). Esse reclamou do valor atribuído à sua propriedade e recorria do lançamento do IPTU. O prefeito desafiou e compromissou a compra da área por esse valor. A Vanguarda fotografou e denunciou máquinas da Prefeitura em ação no imóvel particular, em frente à capela, promovendo melhorias nos acessos.

O prefeito submeteu à Câmara Municipal um projeto declarando de utilidade pública, mas, ante a repercussão, os vereadores rejeitaram sob a alegação de que cabia ao Executivo essa declaração.

Então, Lauro Gomes doou uma parte da área, 80 mil m², para a Fundação de Ciências Aplicadas que para ali transferiu a FEI. O remanescente recebeu nome de Santa Olímpia e a viúva, Dona Nenê, acabou doando esse remanescente para a mesma instituição.

Na época, A Vanguarda publicou série de artigos a respeito, assinados pelo vereador Natal Vertamatti, com chamadas de primeira página: ‘Haras Artuélia, negócio ou negociata’.

Tudo parecido com o haras de Queirós Ferreira, área desapropriada ante os recursos do proprietário contra o lançamento do IPTU, considerado abusivo. Área que deu lugar à ETI Lauro Gomes (hoje Etec, ao lado do Paço de São Bernardo).

Na administração Lauro Gomes, São Bernardo atualizou a planta de valores dos imóveis e causou muita reclamação contra os tributos lançados com base nos mesmos. Reclamação dos proprietários deu causa a desapropriações, caso dos terrenos que, depois, na administração Aldino Pinotti, foram doados ao Sesi, à Santa Casa e ao Senai.

Em 1961, tendo assumido a assessoria jurídica do então recém-instalado município de Diadema, levantei partes da legislação de São Bernardo, dos municípios vizinhos e de outros como Capital, Campinas, Ribeirão Preto, Uberlândia.

Constatei que São Bernardo foi pioneira em instituir o Imposto de Licença em percentual (1,5%) sobre o faturamento (antes incidia sobre área ocupada e número de trabalhadores). Nisso foi copiada por São Paulo, anos depois (0,5%). Até o metro quadrado ocupado pelo feirante era mais elevado em São Bernardo: Cr$ 3 contra Cr$ 0,50 nos municípios vizinhos.

A diferença da tributação em São Bernardo era tal que, depois de visitar o magazine ‘A Exposição Clipper’, na Praça do Patriarca, encontrei o mesmo terno na filial da Rua Marechal Deodoro, em São Bernardo. Ao informar-me do preço, estranhei grande diferença e o gerente justificou: o imposto aqui é muito mais elevado...

Nevino Antonio Rocco, advogado e jornalista, ex-editor e ex-diretor de A Vanguarda.

ACAMPAMENTO
Na chácara do sr. Lauro Gomes (Recanto Santa Olímpia, ao lado do Haras Artuélia), eu, como lobinho do agrupamento dos escoteiros do Centro de Santo André, ia acampar sob o comando do Brás.

João Fernando Flaquer Musa, memorialista, neto de José Luiz Flaquer, o senador Flaquer.

‘Dodge City, a cidade do futuro''
Eu? Sou doido? Não quero nada com Dodge City. Meu negócio é planejar.

Da crônica de Guido Fidelis publicada pelo Diário em 14 de maio de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória.

Diário há 30 anos
Domingo, 14 de maio de 1989 – ano 32, edição 7065

Patrimônio Histórico – Estado não tomba o Haras São Bernardo, por falta de quórum em reunião do Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Turístico).

Campeonato Paulista – No Pacaembu, Palmeiras 1, Santo André 0.

Cultura & Lazer – A jornalista Maria Angélica Ferrasoli entrevista sua xará, a Angélica. A jovem apresentadora faria seu primeiro show em São Bernardo, onde morou até 1998, em espetáculo marcado para a Vera Cruz.

Em 15 de maio de...

O deputado Nicanor do Nascimento vem a Santo André e fala aos operários, ao ar livre, sobre a greve geral. Discorre sobre a Liga Operária, seguido por outros oradores.

- Pouco a pouco, com os acordos estabelecidos entre patrões e operários, recomeçam a trabalhar as fábricas que se conservavam fechadas desde 2 de maio.

- As fábricas da região já estão novamente em atividade.

Internacional

- Do noticiário do Correio Paulistano: o aviador francês Krause realiza um voo entre Paris e Estocolmo.

- Do noticiário do Estadão: Itália anuncia socorros aos inválidos e órfãos da guerra.

1924 – Nascimento de Alvemar Antonio, atleta símbolo de São Bernardo.

1954 – Inaugurada a unidade Quimbrasil de Santo André, em Utinga.

1974 – Gal Costa faz show no velho ginásio do Primeiro de Maio, em Santo André. Canta boleros e blues. No acompanhamento, Dominguinhos. 

- Prefeito Walter Braido envia projeto de lei à Câmara solicitando que o Paço de São Caetano passe a se chamar Oswaldo Samuel Massei, em homenagem ao ex-prefeito.

Santos do Dia

- Cássia

- Dionísia

- Torquato

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 15 de maio:

- Em São Paulo, Monte Alto. Elevado a município em 1895, quando se separa de Jaboticabal.

- No Rio de Janeiro, Cachoeiras de Macacu

- No Rio Grande do Sul, Cachoeirinha, Caibaté, Pejuçara, Porto Xavier e Roque Gonzales.

- Na Paraíba, Congo e Cubati

- Na Bahia, Correntina

- No Amazonas, Humaitá e Manicoré

- No Espírito Santo, Marilândia

- Em Santa Catarina, Monte Castelo

- No Ceará, Poteretama e Quixeré

- No Mato Grasso, Várzea Grande.

Fonte: IBGE.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Uma matéria. Duas manifestações

As origens da FEI e da Etec em São Bernardo

Ademir Medici
do Diário do Grande ABC

15/05/2019 | 07:00


Havia haras no Grande ABC. Criação de cavalos puro-sangue. O Haras São Bernardo, em Santo André, mantém o nome e é um bem público preservado oficialmente. No artigo a seguir, Nevino Antonio Rocco sinaliza sobre a origem de dois outros haras, cujos espaços têm hoje outras finalidades.

SÃO BERNARDO MAIS CARO
Acompanhei a ‘briga’ do prefeito Lauro Gomes com Artur Orlando (o construtor da capela da Artuélia, cf. Memória, 10 de maio). Esse reclamou do valor atribuído à sua propriedade e recorria do lançamento do IPTU. O prefeito desafiou e compromissou a compra da área por esse valor. A Vanguarda fotografou e denunciou máquinas da Prefeitura em ação no imóvel particular, em frente à capela, promovendo melhorias nos acessos.

O prefeito submeteu à Câmara Municipal um projeto declarando de utilidade pública, mas, ante a repercussão, os vereadores rejeitaram sob a alegação de que cabia ao Executivo essa declaração.

Então, Lauro Gomes doou uma parte da área, 80 mil m², para a Fundação de Ciências Aplicadas que para ali transferiu a FEI. O remanescente recebeu nome de Santa Olímpia e a viúva, Dona Nenê, acabou doando esse remanescente para a mesma instituição.

Na época, A Vanguarda publicou série de artigos a respeito, assinados pelo vereador Natal Vertamatti, com chamadas de primeira página: ‘Haras Artuélia, negócio ou negociata’.

Tudo parecido com o haras de Queirós Ferreira, área desapropriada ante os recursos do proprietário contra o lançamento do IPTU, considerado abusivo. Área que deu lugar à ETI Lauro Gomes (hoje Etec, ao lado do Paço de São Bernardo).

Na administração Lauro Gomes, São Bernardo atualizou a planta de valores dos imóveis e causou muita reclamação contra os tributos lançados com base nos mesmos. Reclamação dos proprietários deu causa a desapropriações, caso dos terrenos que, depois, na administração Aldino Pinotti, foram doados ao Sesi, à Santa Casa e ao Senai.

Em 1961, tendo assumido a assessoria jurídica do então recém-instalado município de Diadema, levantei partes da legislação de São Bernardo, dos municípios vizinhos e de outros como Capital, Campinas, Ribeirão Preto, Uberlândia.

Constatei que São Bernardo foi pioneira em instituir o Imposto de Licença em percentual (1,5%) sobre o faturamento (antes incidia sobre área ocupada e número de trabalhadores). Nisso foi copiada por São Paulo, anos depois (0,5%). Até o metro quadrado ocupado pelo feirante era mais elevado em São Bernardo: Cr$ 3 contra Cr$ 0,50 nos municípios vizinhos.

A diferença da tributação em São Bernardo era tal que, depois de visitar o magazine ‘A Exposição Clipper’, na Praça do Patriarca, encontrei o mesmo terno na filial da Rua Marechal Deodoro, em São Bernardo. Ao informar-me do preço, estranhei grande diferença e o gerente justificou: o imposto aqui é muito mais elevado...

Nevino Antonio Rocco, advogado e jornalista, ex-editor e ex-diretor de A Vanguarda.

ACAMPAMENTO
Na chácara do sr. Lauro Gomes (Recanto Santa Olímpia, ao lado do Haras Artuélia), eu, como lobinho do agrupamento dos escoteiros do Centro de Santo André, ia acampar sob o comando do Brás.

João Fernando Flaquer Musa, memorialista, neto de José Luiz Flaquer, o senador Flaquer.

‘Dodge City, a cidade do futuro''
Eu? Sou doido? Não quero nada com Dodge City. Meu negócio é planejar.

Da crônica de Guido Fidelis publicada pelo Diário em 14 de maio de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória.

Diário há 30 anos
Domingo, 14 de maio de 1989 – ano 32, edição 7065

Patrimônio Histórico – Estado não tomba o Haras São Bernardo, por falta de quórum em reunião do Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Turístico).

Campeonato Paulista – No Pacaembu, Palmeiras 1, Santo André 0.

Cultura & Lazer – A jornalista Maria Angélica Ferrasoli entrevista sua xará, a Angélica. A jovem apresentadora faria seu primeiro show em São Bernardo, onde morou até 1998, em espetáculo marcado para a Vera Cruz.

Em 15 de maio de...

O deputado Nicanor do Nascimento vem a Santo André e fala aos operários, ao ar livre, sobre a greve geral. Discorre sobre a Liga Operária, seguido por outros oradores.

- Pouco a pouco, com os acordos estabelecidos entre patrões e operários, recomeçam a trabalhar as fábricas que se conservavam fechadas desde 2 de maio.

- As fábricas da região já estão novamente em atividade.

Internacional

- Do noticiário do Correio Paulistano: o aviador francês Krause realiza um voo entre Paris e Estocolmo.

- Do noticiário do Estadão: Itália anuncia socorros aos inválidos e órfãos da guerra.

1924 – Nascimento de Alvemar Antonio, atleta símbolo de São Bernardo.

1954 – Inaugurada a unidade Quimbrasil de Santo André, em Utinga.

1974 – Gal Costa faz show no velho ginásio do Primeiro de Maio, em Santo André. Canta boleros e blues. No acompanhamento, Dominguinhos. 

- Prefeito Walter Braido envia projeto de lei à Câmara solicitando que o Paço de São Caetano passe a se chamar Oswaldo Samuel Massei, em homenagem ao ex-prefeito.

Santos do Dia

- Cássia

- Dionísia

- Torquato

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 15 de maio:

- Em São Paulo, Monte Alto. Elevado a município em 1895, quando se separa de Jaboticabal.

- No Rio de Janeiro, Cachoeiras de Macacu

- No Rio Grande do Sul, Cachoeirinha, Caibaté, Pejuçara, Porto Xavier e Roque Gonzales.

- Na Paraíba, Congo e Cubati

- Na Bahia, Correntina

- No Amazonas, Humaitá e Manicoré

- No Espírito Santo, Marilândia

- Em Santa Catarina, Monte Castelo

- No Ceará, Poteretama e Quixeré

- No Mato Grasso, Várzea Grande.

Fonte: IBGE.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;