Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Evo Morales reforça apoio a busca por solução pacífica para a Venezuela

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


04/05/2019 | 09:30


O presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou pelo Twitter que apoia a postura do Grupo de Lima de buscar uma solução pacífica para a crise na Venezuela.

"Saudamos que os países do chamado Grupo de Lima rejeitem a intervenção militar na Venezuela. Como irmãos latino-americanos, devemos encontrar a solução para nossos assuntos sempre a partir do diálogo com respeito à vida. A América Latina é uma zona de paz com dignidade e soberania", escreveu ele, neste sábado, em sua rede social.

Após reunião nesta sexta-feira (03), o Grupo divulgou nota pedindo reunião com a União Europeia, o Uruguai, o México, e a Bolívia. O Grupo também defendeu a inclusão de Cuba nas negociações.

Apesar de o governo dos Estados Unidos afirmar que não descarta ações militares, os países latino-americanos ainda não se mostraram dispostos a apoiar uma intervenção na Venezuela.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Evo Morales reforça apoio a busca por solução pacífica para a Venezuela


04/05/2019 | 09:30


O presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou pelo Twitter que apoia a postura do Grupo de Lima de buscar uma solução pacífica para a crise na Venezuela.

"Saudamos que os países do chamado Grupo de Lima rejeitem a intervenção militar na Venezuela. Como irmãos latino-americanos, devemos encontrar a solução para nossos assuntos sempre a partir do diálogo com respeito à vida. A América Latina é uma zona de paz com dignidade e soberania", escreveu ele, neste sábado, em sua rede social.

Após reunião nesta sexta-feira (03), o Grupo divulgou nota pedindo reunião com a União Europeia, o Uruguai, o México, e a Bolívia. O Grupo também defendeu a inclusão de Cuba nas negociações.

Apesar de o governo dos Estados Unidos afirmar que não descarta ações militares, os países latino-americanos ainda não se mostraram dispostos a apoiar uma intervenção na Venezuela.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;