Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 18 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Caetano estuda se vai demolir ou recuperar Viaduto Independência

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeitura anunciou ontem contratação de laudo técnico para definir futuro do elevado


Daniel Macário
do Diário do Grande ABC

01/05/2019 | 07:00


A Prefeitura de São Caetano anunciou ontem contratação de estudo técnico para definir o futuro do Viaduto Independência, responsável por ligar o Centro da cidade ao bairro Fundação. O elevado, que apresenta grave afundamento no vão central de sua estrutura, com risco a motoristas que trafegam pelo viário, segundo a administração municipal, deverá passar – nos próximos três meses – por avaliação de engenheiros, que irão determinar se o viário será demolido para construção de novo ou deverá ser recuperado.

A elaboração do laudo será feita pela empresa Fares & Associados Engenharia Ltda e custará R$ 410 mil aos cofres públicos. O material, segundo o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), irá subsidiar o certame para contratação da empreiteira que irá executar as obras no viaduto com o objetivo de aumentar sua vida útil. Será a primeira intervenção de grande porte na estrutura, inaugurada em 1972.

Se não houver entraves durante o processo, a expectativa da Prefeitura é a de que as intervenções sejam iniciadas ainda neste ano. A princípio, cerca de R$ 14 milhões serão destinados aos trabalhos. O montante a ser utilizado deverá ser captado junto à CAF (Corporação Andina de Fomento), banco de desenvolvimento da América Latina. O tempo estimado para a execução das intervenções, findadas estas etapas, é de 12 meses, podendo variar conforme conclusão dos projetos executivos.

“Trata-se de pedido antigo dos moradores. O Viaduto Independência é uma importante ligação não apenas para São Caetano, mas para todo o Grande ABC, uma vez que dá acesso à Avenida dos Estados”, afirma Auricchio. O prefeito demonstra preocupação com a parte física do elevado. “Houve reforço do viaduto com escoramento do vão central, por meio da instalação de estrutura metálica, obra que foi finalizada em 2017, mas são necessários novos reparos.”

Em janeiro, o Diário havia adiantado o desejo da administração municipal em realizar restauração arquitetônica no viário com obras de pavimentação, iluminação, drenagem e sinalização, entre outros pontos.

A medida visa sanar deficiências do viaduto, que tem apresentado série de problemas, entre eles o afundamento parcial provocado por uma disfunção de resistência dos balanços dos vãos adjacentes que lhe dão suporte, o que pode provocar perturbação na dirigibilidade dos veículos.

Devido às reclamações de motoristas, nas últimas semana, houve reparos pontuais no elevado com mão de obra própria da Prefeitura de São Caetano.

PROMESSA ANTIGA
A recuperação do viaduto, inclusive, tem sido tema recorrente dentro da administração municipal. Em 2015, a Prefeitura de São Caetano, na época chefiada pelo ex-prefeito Paulo Pinheiro (DEM), teve garantia da União, por meio do então ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), de aporte financeiro na ordem de R$ 20 milhões, destinados à reconstrução do Viaduto Independência. A transferência de recurso, porém, foi congelada um ano depois pelo governo federal, tendo como justificativa a crise econômica.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano estuda se vai demolir ou recuperar Viaduto Independência

Prefeitura anunciou ontem contratação de laudo técnico para definir futuro do elevado

Daniel Macário
do Diário do Grande ABC

01/05/2019 | 07:00


A Prefeitura de São Caetano anunciou ontem contratação de estudo técnico para definir o futuro do Viaduto Independência, responsável por ligar o Centro da cidade ao bairro Fundação. O elevado, que apresenta grave afundamento no vão central de sua estrutura, com risco a motoristas que trafegam pelo viário, segundo a administração municipal, deverá passar – nos próximos três meses – por avaliação de engenheiros, que irão determinar se o viário será demolido para construção de novo ou deverá ser recuperado.

A elaboração do laudo será feita pela empresa Fares & Associados Engenharia Ltda e custará R$ 410 mil aos cofres públicos. O material, segundo o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), irá subsidiar o certame para contratação da empreiteira que irá executar as obras no viaduto com o objetivo de aumentar sua vida útil. Será a primeira intervenção de grande porte na estrutura, inaugurada em 1972.

Se não houver entraves durante o processo, a expectativa da Prefeitura é a de que as intervenções sejam iniciadas ainda neste ano. A princípio, cerca de R$ 14 milhões serão destinados aos trabalhos. O montante a ser utilizado deverá ser captado junto à CAF (Corporação Andina de Fomento), banco de desenvolvimento da América Latina. O tempo estimado para a execução das intervenções, findadas estas etapas, é de 12 meses, podendo variar conforme conclusão dos projetos executivos.

“Trata-se de pedido antigo dos moradores. O Viaduto Independência é uma importante ligação não apenas para São Caetano, mas para todo o Grande ABC, uma vez que dá acesso à Avenida dos Estados”, afirma Auricchio. O prefeito demonstra preocupação com a parte física do elevado. “Houve reforço do viaduto com escoramento do vão central, por meio da instalação de estrutura metálica, obra que foi finalizada em 2017, mas são necessários novos reparos.”

Em janeiro, o Diário havia adiantado o desejo da administração municipal em realizar restauração arquitetônica no viário com obras de pavimentação, iluminação, drenagem e sinalização, entre outros pontos.

A medida visa sanar deficiências do viaduto, que tem apresentado série de problemas, entre eles o afundamento parcial provocado por uma disfunção de resistência dos balanços dos vãos adjacentes que lhe dão suporte, o que pode provocar perturbação na dirigibilidade dos veículos.

Devido às reclamações de motoristas, nas últimas semana, houve reparos pontuais no elevado com mão de obra própria da Prefeitura de São Caetano.

PROMESSA ANTIGA
A recuperação do viaduto, inclusive, tem sido tema recorrente dentro da administração municipal. Em 2015, a Prefeitura de São Caetano, na época chefiada pelo ex-prefeito Paulo Pinheiro (DEM), teve garantia da União, por meio do então ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), de aporte financeiro na ordem de R$ 20 milhões, destinados à reconstrução do Viaduto Independência. A transferência de recurso, porém, foi congelada um ano depois pelo governo federal, tendo como justificativa a crise econômica.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;