Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Bom começo


Márcio Bernardes

30/04/2019 | 15:37


A primeira rodada do Brasileiro agradou. Bons jogos e resultados interessantes. Entre os paulistas a maior decepção foi o tricampeão Corinthians. Jogou mal e perdeu merecidamente do Bahia. Palmeiras goleou o Fortaleza, São Paulo nem se incomodou com o Botafogo e o Santos surpreendeu engolindo o Grêmio na Arena gaúcha.

O Flamengo comprovou que está mesmo entre os favoritos para ganhar a competição. Vitória incontestável sobre o Cruzeiro. Os outros jogos não apresentaram anormalidade. Quem quiser ser rigoroso poderá dizer que foi surpresa a vitória da Chapecoense sobre o Internacional.

O total de 33 gols mostra uma boa média nos dez jogos.

Apesar da mentalidade retranqueira de alguns treinadores, a exigência da torcida está sendo atendida. Jogos com muitos gols e boa qualidade técnica. É isso o que queremos.

Descontrole

Quem conhece mais de perto Neymar garante que ele tem um temperamento muito difícil. Dizem também que ele está acostumado a ser atendido em todos os seus desejos. Ninguém tem nada com isso ou aquilo. Nem mesmo se ele é malcriado.

Pode até ser que ele tenha sido ofendido pelo torcedor do Rennes no último sábado. Pode ser tudo e ele poderia até ter razão. Mas a agressão tira a razão de qualquer um e mostra que todos, especialmente as figuras famosas, têm de ter paciência acima do limite e do suportável.

Não se sabe qual a consequência que isso trará na vida de Neymar. Nem moral ou legal. O que se sabe é que mesmo quem não tem sangue de barata, em todos os momentos, principalmente quando provocado, tem de ter muito... sangue de barata.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bom começo

Márcio Bernardes

30/04/2019 | 15:37


A primeira rodada do Brasileiro agradou. Bons jogos e resultados interessantes. Entre os paulistas a maior decepção foi o tricampeão Corinthians. Jogou mal e perdeu merecidamente do Bahia. Palmeiras goleou o Fortaleza, São Paulo nem se incomodou com o Botafogo e o Santos surpreendeu engolindo o Grêmio na Arena gaúcha.

O Flamengo comprovou que está mesmo entre os favoritos para ganhar a competição. Vitória incontestável sobre o Cruzeiro. Os outros jogos não apresentaram anormalidade. Quem quiser ser rigoroso poderá dizer que foi surpresa a vitória da Chapecoense sobre o Internacional.

O total de 33 gols mostra uma boa média nos dez jogos.

Apesar da mentalidade retranqueira de alguns treinadores, a exigência da torcida está sendo atendida. Jogos com muitos gols e boa qualidade técnica. É isso o que queremos.

Descontrole

Quem conhece mais de perto Neymar garante que ele tem um temperamento muito difícil. Dizem também que ele está acostumado a ser atendido em todos os seus desejos. Ninguém tem nada com isso ou aquilo. Nem mesmo se ele é malcriado.

Pode até ser que ele tenha sido ofendido pelo torcedor do Rennes no último sábado. Pode ser tudo e ele poderia até ter razão. Mas a agressão tira a razão de qualquer um e mostra que todos, especialmente as figuras famosas, têm de ter paciência acima do limite e do suportável.

Não se sabe qual a consequência que isso trará na vida de Neymar. Nem moral ou legal. O que se sabe é que mesmo quem não tem sangue de barata, em todos os momentos, principalmente quando provocado, tem de ter muito... sangue de barata.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;