Fechar
Publicidade

Sábado, 17 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

São Bernardo cria Fundo Municipal de Turismo

Orlando Filho/16/8/10 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Espaço será canal de aquisição de recursos oriundos dos governos estadual e federal


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

27/04/2019 | 07:00


A Câmara de São Bernardo deu aval a projeto que institui o Fundo Municipal de Turismo para ser uma espécie de receptor da criação de ações de fomento do setor na cidade. A matéria obteve votação unânime favorável no plenário. A cidade tem agora prazo de 90 dias para regulamentar todas as normas do espaço.

Segundo informações do Paço de São Bernardo, comandado pelo prefeito Orlando Morando (PSDB), o fundo será um canal de recepção de recursos oriundos dos governos federal e estadual, de doações da iniciativa privada, bem como de pessoas físicas que tenham interesse em contribuir com tal propósito.

São Bernardo não irá aportar recursos suplementares neste fundo e a verba destinada ao turismo, pela Prefeitura, continuará sendo por meio da LOA (Lei Orçamentária Anual), que está vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo.
<EM>A criação do fundo está relacionada ao fato de São Bernardo ter se tornado um MIT (Município de Interesse Turístico) em março deste ano. Iniciativa do governo do Estado de São Paulo, outras 42 cidades receberam a nomenclatura. Com esse título, a Prefeitura passa a receber R$ 700 mil por ano, advindos do Palácio dos Bandeirantes, para investir em projetos voltados especificamente ao turismo local – são 140 municípios com esse diploma.

São Bernardo projeta utilizar a primeira parcela a ser repassada pelo governo paulista na revitalização e implantação do centro de informações turísticas, assim como no projeto de reforma de um edifício onde ficará o mirante turístico da cidade.

O município foi o único do Grande ABC e da Região Metropolitana de São Paulo a captar o título de MIT tendo como foco a exploração do turismo industrial. Somente no ano passado, de acordo com dados do Paço, a cidade recebeu cerca de 15 mil pessoas para visitar o polo industrial. Morando já declarou que tem intenção de explorar, também, o potencial turístico de trilhas na Estrada Velha de Santos, vertente à qual ele denominou de “turismo de lazer.”

REGIÃO
Ribeirão Pires participa do rol de estâncias – são 70, ao todo – e recebe aproximadamente R$ 4 milhões ao ano. As demais cidades do Grande ABC também pleiteiam, junto ao Estado, tornar-se MIT.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Bernardo cria Fundo Municipal de Turismo

Espaço será canal de aquisição de recursos oriundos dos governos estadual e federal

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

27/04/2019 | 07:00


A Câmara de São Bernardo deu aval a projeto que institui o Fundo Municipal de Turismo para ser uma espécie de receptor da criação de ações de fomento do setor na cidade. A matéria obteve votação unânime favorável no plenário. A cidade tem agora prazo de 90 dias para regulamentar todas as normas do espaço.

Segundo informações do Paço de São Bernardo, comandado pelo prefeito Orlando Morando (PSDB), o fundo será um canal de recepção de recursos oriundos dos governos federal e estadual, de doações da iniciativa privada, bem como de pessoas físicas que tenham interesse em contribuir com tal propósito.

São Bernardo não irá aportar recursos suplementares neste fundo e a verba destinada ao turismo, pela Prefeitura, continuará sendo por meio da LOA (Lei Orçamentária Anual), que está vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo.
<EM>A criação do fundo está relacionada ao fato de São Bernardo ter se tornado um MIT (Município de Interesse Turístico) em março deste ano. Iniciativa do governo do Estado de São Paulo, outras 42 cidades receberam a nomenclatura. Com esse título, a Prefeitura passa a receber R$ 700 mil por ano, advindos do Palácio dos Bandeirantes, para investir em projetos voltados especificamente ao turismo local – são 140 municípios com esse diploma.

São Bernardo projeta utilizar a primeira parcela a ser repassada pelo governo paulista na revitalização e implantação do centro de informações turísticas, assim como no projeto de reforma de um edifício onde ficará o mirante turístico da cidade.

O município foi o único do Grande ABC e da Região Metropolitana de São Paulo a captar o título de MIT tendo como foco a exploração do turismo industrial. Somente no ano passado, de acordo com dados do Paço, a cidade recebeu cerca de 15 mil pessoas para visitar o polo industrial. Morando já declarou que tem intenção de explorar, também, o potencial turístico de trilhas na Estrada Velha de Santos, vertente à qual ele denominou de “turismo de lazer.”

REGIÃO
Ribeirão Pires participa do rol de estâncias – são 70, ao todo – e recebe aproximadamente R$ 4 milhões ao ano. As demais cidades do Grande ABC também pleiteiam, junto ao Estado, tornar-se MIT.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;