Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Carro novo, casa nova, celular novo


Júnior Carvalho

26/04/2019 | 07:00


No fim do ano passado, a Câmara de Diadema comprou, por R$ 1,17 milhão, veículos zero-quilômetro para renovar a frota oficial. Cada um dos 21 vereadores recebeu de presente de Natal um Volkswagen Voyage, com motor 1.6 e modelos do ano, para uso – em tese – exclusivo do gabinete. O ano virou e, sob a gestão de Pretinho do Água Santa (DEM), a mesa diretora idealizou projeto para comprar terreno e construir outra sede para o Legislativo, que já ocupa prédio público e, portanto, não demanda pagamento de aluguel. Agora, a meta é trocar os celulares corporativos de cada um dos parlamentares. Está em andamento licitação para a compra de 25 novos smartphones, por R$ 40 mil (R$ 1.600 cada). A alegação é a de que os aparelhos atuais “possuem quatro anos de uso”, e que o “conserto não se mostra economicamente viável”. Mas não pode ser qualquer celular, o edital do certame exige que o aparelho tenha várias tecnologias dos celulares do momento, como câmera frontal, para selfies, e até sensor giroscópio, que identifica, de acordo com a gravidade, se o celular está apontado para cima ou para baixo. Função essa essencial para uso de jogos de realidade. Enquanto isso, os guardas da GCM (Guarda Civil Municipal) são obrigados a usar seus próprios celulares para se comunicar, via Whatsapp, já que a empresa que opera o sistema de comunicação retirou os equipamentos por causa de calote do governo Lauro Michels (PV).

BASTIDORES

Audiência
Ainda sobre a Câmara de Diadema, a casa aprovou na sessão de ontem requerimento, de autoria do oposicionista Josa Queiroz (PT), convocando a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) para explicar, em audiência pública, sobre a polêmica do fornecimento de água amarelada à população nos últimos dias. O encontro foi agendado para segunda-feira, às 18h. A estatal já descartou contaminação e alegou que o volume de chuvas que atingiu a região nos últimos meses dificultou o processo de clareamento da água.

Suspensão
Heloise de Oliveira Villela, recém-nomeada superintendente da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) pela prefeita Alaíde Damo (MDB), resolveu suspender por até 60 dias todos os atos de despesas na autarquia, como compras e licitações. O objetivo, segundo o decreto, é levantar “informações relacionadas aos gastos com pessoal, outros custeios, investimentos, pagamento de amortização e serviços da dívida da autarquia”.

Biometria
A 382ª Zona Eleitoral, em parceria com a Prefeitura de Rio Grande da Serra e o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), inaugura hoje posto de atendimento visando o cadastramento biométrico para os eleitores do município e da vizinha Ribeirão Pires. A operação também oferecerá serviços de alistamento, transferência e segunda via de título. Os eleitores de São Caetano, Ribeirão e Rio Grande têm até 19 de dezembro para cadastrar a digital, já que a partir da eleição do ano que vem a biometria passa a ser obrigatória nessas três cidades da região. Os atendimentos ocorrerão das 10h às 17h, na Rua do Progresso, 700, em Rio Grande.


Contas de Marinho
Depois de adiar a votação, na semana passada, das contas de 2015 do ex-prefeito Luiz Marinho (PT), de São Bernardo, a tendência é que o presidente da Câmara, Ramon Ramos (PDT), coloque os balancetes para apreciação na semana que vem – por causa do feriado de 1º de Maio, a sessão ocorrerá na quinta-feira. O TCE (Tribunal de Contas do Estado) emitiu parecer favorável aos gastos daquele exercício, mas a base do governo Orlando Morando (PSDB) ensaia reverter esse quadro, o que deixaria o petista inelegível. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Carro novo, casa nova, celular novo

Júnior Carvalho

26/04/2019 | 07:00


No fim do ano passado, a Câmara de Diadema comprou, por R$ 1,17 milhão, veículos zero-quilômetro para renovar a frota oficial. Cada um dos 21 vereadores recebeu de presente de Natal um Volkswagen Voyage, com motor 1.6 e modelos do ano, para uso – em tese – exclusivo do gabinete. O ano virou e, sob a gestão de Pretinho do Água Santa (DEM), a mesa diretora idealizou projeto para comprar terreno e construir outra sede para o Legislativo, que já ocupa prédio público e, portanto, não demanda pagamento de aluguel. Agora, a meta é trocar os celulares corporativos de cada um dos parlamentares. Está em andamento licitação para a compra de 25 novos smartphones, por R$ 40 mil (R$ 1.600 cada). A alegação é a de que os aparelhos atuais “possuem quatro anos de uso”, e que o “conserto não se mostra economicamente viável”. Mas não pode ser qualquer celular, o edital do certame exige que o aparelho tenha várias tecnologias dos celulares do momento, como câmera frontal, para selfies, e até sensor giroscópio, que identifica, de acordo com a gravidade, se o celular está apontado para cima ou para baixo. Função essa essencial para uso de jogos de realidade. Enquanto isso, os guardas da GCM (Guarda Civil Municipal) são obrigados a usar seus próprios celulares para se comunicar, via Whatsapp, já que a empresa que opera o sistema de comunicação retirou os equipamentos por causa de calote do governo Lauro Michels (PV).

BASTIDORES

Audiência
Ainda sobre a Câmara de Diadema, a casa aprovou na sessão de ontem requerimento, de autoria do oposicionista Josa Queiroz (PT), convocando a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) para explicar, em audiência pública, sobre a polêmica do fornecimento de água amarelada à população nos últimos dias. O encontro foi agendado para segunda-feira, às 18h. A estatal já descartou contaminação e alegou que o volume de chuvas que atingiu a região nos últimos meses dificultou o processo de clareamento da água.

Suspensão
Heloise de Oliveira Villela, recém-nomeada superintendente da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) pela prefeita Alaíde Damo (MDB), resolveu suspender por até 60 dias todos os atos de despesas na autarquia, como compras e licitações. O objetivo, segundo o decreto, é levantar “informações relacionadas aos gastos com pessoal, outros custeios, investimentos, pagamento de amortização e serviços da dívida da autarquia”.

Biometria
A 382ª Zona Eleitoral, em parceria com a Prefeitura de Rio Grande da Serra e o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), inaugura hoje posto de atendimento visando o cadastramento biométrico para os eleitores do município e da vizinha Ribeirão Pires. A operação também oferecerá serviços de alistamento, transferência e segunda via de título. Os eleitores de São Caetano, Ribeirão e Rio Grande têm até 19 de dezembro para cadastrar a digital, já que a partir da eleição do ano que vem a biometria passa a ser obrigatória nessas três cidades da região. Os atendimentos ocorrerão das 10h às 17h, na Rua do Progresso, 700, em Rio Grande.


Contas de Marinho
Depois de adiar a votação, na semana passada, das contas de 2015 do ex-prefeito Luiz Marinho (PT), de São Bernardo, a tendência é que o presidente da Câmara, Ramon Ramos (PDT), coloque os balancetes para apreciação na semana que vem – por causa do feriado de 1º de Maio, a sessão ocorrerá na quinta-feira. O TCE (Tribunal de Contas do Estado) emitiu parecer favorável aos gastos daquele exercício, mas a base do governo Orlando Morando (PSDB) ensaia reverter esse quadro, o que deixaria o petista inelegível. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;