Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Varig, Vasp e Pan Am: relembre as cias aéreas que faliram

Leo Alves

03/06/2019 | 15:18


Não é raro ver uma grande companhia aérea quebrar. Diversas gigantes, como a Varig e a americana Pan Am, deixaram de atuar por problemas financeiros irreversíveis e que culminaram na extinção das empresas. Atualmente, a Avianca Brasil vive um drama, estando em recuperação judicial desde o fim de 2018, lutando diariamente para se manter no ar.

LEIA MAIS: Conheça os 10 maiores aviões do mundo

Conheça alguns aviões produzidos por marcas de carros

Na galeria, relembre outras empresas aéreas que faliram ou que não atuam mais nos dias atuais.

Cias aéreas que faliram

Hawkeye UK on Visualhunt.com / CC BY-SA

BOAC e BEA: A British Overseas Airways (BOAC) foi fundada em 1939 e voava para diversos continentes, inclusive para a América do Sul. Já a British European Airways surgiu em 1946. Ambas foram extintas em 1974, em um processo de fusão que acabou dando origem à British Airways

Lewis Smith Photography on VisualHunt.com / CC BY-NC

BOAC e BEA: A British Overseas Airways (BOAC) foi fundada em 1939 e voava para diversos continentes, inclusive para a América do Sul. Já a British European Airways surgiu em 1946. Ambas foram extintas em 1974, em um processo de fusão que acabou dando origem à British Airways

San Diego Air and Space Museum Archives on Visual Hunt / No known copyright restrictions

BOAC e BEA: A British Overseas Airways (BOAC) foi fundada em 1939 e voava para diversos continentes, inclusive para a América do Sul. Já a British European Airways surgiu em 1946. Ambas foram extintas em 1974, em um processo de fusão que acabou dando origem à British Airways

Colin Cooke Photo on VisualHunt / CC BY-NC-SA

BOAC e BEA: A British Overseas Airways (BOAC) foi fundada em 1939 e voava para diversos continentes, inclusive para a América do Sul. Já a British European Airways surgiu em 1946. Ambas foram extintas em 1974, em um processo de fusão que acabou dando origem à British Airways

BOAC e BEA: A British Overseas Airways (BOAC) foi fundada em 1939 e voava para diversos continentes, inclusive para a América do Sul. Já a British European Airways surgiu em 1946. Ambas foram extintas em 1974, em um processo de fusão que acabou dando origem à British Airways

Continental Airlines: fundada em 1934, ela foi uma das grandes companhias americanas. Foi comprada pela United em 2010, sendo completamente absorvida em 2012, quando seu nome deixou de ser utilizado

Continental Airlines: fundada em 1934, ela foi uma das grandes companhias americanas. Foi comprada pela United em 2010, sendo completamente absorvida em 2012, quando seu nome deixou de ser utilizado

Cruzeiro do Sul: fundada como Syndicato Condor em 1927, adotou o nome Cruzeiro do Sul em 1943. Começou a enfrentar dificuldades financeiras nos anos 1970, sendo adquirida pela Varig em 1975. Foi completamente absorvida em 1993, sendo extinta do mercado

Lauda Air: fundada em 1979 pelo piloto Niki Lauda, foi uma importante companhia aérea da Áustria. Foi comprada pela Austrian Airlines em 2000, deixando de existir em 2013. O Garagem360 já contou sua história, que pode ser vista aqui: https://bit.ly/2W1mUsP

Lauda Air: fundada em 1979 pelo piloto Niki Lauda, foi uma importante companhia aérea da Áustria. Foi comprada pela Austrian Airlines em 2000, deixando de existir em 2013. O Garagem360 já contou sua história, que pode ser vista aqui: https://bit.ly/2W1mUsP

Aero Icarus on VisualHunt.com / CC BY-SA

Lauda Air: fundada em 1979 pelo piloto Niki Lauda, foi uma importante companhia aérea da Áustria. Foi comprada pela Austrian Airlines em 2000, deixando de existir em 2013. O Garagem360 já contou sua história, que pode ser vista aqui: https://bit.ly/2W1mUsP

drcursor on VisualHunt / CC BY-NC-SA

Niki: outra companhia de Niki Lauda, operou entre 2003 e 2017. O texto completo da cia. está aqui: https://bit.ly/2W1mUsP

Niki: outra companhia de Niki Lauda, operou entre 2003 e 2017. O texto completo da cia. está aqui: https://bit.ly/2W1mUsP

Lloyd Aereo Boliviano (LAB): fundada em 1925, foi uma das pioneiras do continente. A Vasp comprou a companhia em 1995, e passou a ampliar os voos internacionais da empresa boliviana. Porém, após o fechamento da Vasp, a LAB encerrou suas operações em 2007

Lloyd Aereo Boliviano (LAB): fundada em 1925, foi uma das pioneiras do continente. A Vasp comprou a companhia em 1995, e passou a ampliar os voos internacionais da empresa boliviana. Porém, após o fechamento da Vasp, a LAB encerrou suas operações em 2007

Pan Am: uma das empresas mais importantes da história da avião, operou entre 1927 e 1991. Diversas decisões equivocadas e a baixa participação no mercado doméstico dos EUA foram fundamentais para a quebra da companhia

Pan Am: uma das empresas mais importantes da história da avião, operou entre 1927 e 1991. Diversas decisões equivocadas e a baixa participação no mercado doméstico dos EUA foram fundamentais para a quebra da companhia

Panair do Brasil: fundada em 1929, foi por muitos anos a principal cia. aérea do Brasil. Em 1965, por conta de uma determinação do governo militar, teve sua licença de voo cassada, sendo fechada. Todas suas rotas foram repassadas para a Varig e Cruzeiro do Sul

Brazilian National Archives [Public domain], via Wikimedia Commons

Real Transportes Aéreos: fundada em 1945, teve uma trajetória meteórica no mercado brasileiro. Chegou a ter 117 aviões nos anos 1950, tendo uma das maiores frotas do mundo. Porém, foi comprada pela Varig em 1961, sumindo do mercado

Swissair: fundada em 1931, ela foi sucedida pela Swiss atual, deixando de voar em 2001 após uma crise financeira

Swissair: fundada em 1931, ela foi sucedida pela Swiss atual, deixando de voar em 2001 após uma crise financeira

Swissair: fundada em 1931, ela foi sucedida pela Swiss atual, deixando de voar em 2001 após uma crise financeira

Transbrasil: criada em 1955 para transportar as carnes da Sadia, recebeu seu nome mais famoso em 1973. Ficou famosa por seus aviões coloridos, que depois foram pintados de branco com o arco-íris estilizado na cauda. Endividada, fechou as portas em 2001

Transbrasil: criada em 1955 para transportar as carnes da Sadia, recebeu seu nome mais famoso em 1973. Ficou famosa por seus aviões coloridos, que depois foram pintados de branco com o arco-íris estilizado na cauda. Endividada, fechou as portas em 2001

Transbrasil: criada em 1955 para transportar as carnes da Sadia, recebeu seu nome mais famoso em 1973. Ficou famosa por seus aviões coloridos, que depois foram pintados de branco com o arco-íris estilizado na cauda. Endividada, fechou as portas em 2001

Trans World Airlines (TWA): operou entre 1925 e 2001, quando foi comprada pela American Airlines. Chegou a ser uma das maiores empresas americanas do setor, mas passou a ter dificuldades econômicas a partir dos anos 1990

Aero Icarus on VisualHunt / CC BY-NC-SA

Trans World Airlines (TWA): operou entre 1925 e 2001, quando foi comprada pela American Airlines. Chegou a ser uma das maiores empresas americanas do setor, mas passou a ter dificuldades econômicas a partir dos anos 1990

Trans World Airlines (TWA): operou entre 1925 e 2001, quando foi comprada pela American Airlines. Chegou a ser uma das maiores empresas americanas do setor, mas passou a ter dificuldades econômicas a partir dos anos 1990

US Airways: criada em 1937, era uma companhia importante dos Estados Unidos, mas deixou de existir em 2015, quando se fundiu com a American Airlines

Rosedale7175 on Visualhunt / CC BY-SA

US Airways: criada em 1937, era uma companhia importante dos Estados Unidos, mas deixou de existir em 2015, quando se fundiu com a American Airlines

TDelCoro on Visual hunt / CC BY-SA

US Airways: criada em 1937, era uma companhia importante dos Estados Unidos, mas deixou de existir em 2015, quando se fundiu com a American Airlines

Aero Icarus on Visual Hunt / CC BY-NC-SA

Varig: a gigante do Rio Grande do Sul foi um verdadeiro símbolo da aviação brasileira, dominando o mercado por algumas décadas. Entrou em crise nos anos 2000, encerrando suas atividades em 2006, antes de completar 80 anos de história. É até hoje a única cia. brasileira a ter tido um jumbo na frota, já que operou alguns modelos do Boeing 747 entre 1981 e 1998

Varig: a gigante do Rio Grande do Sul foi um verdadeiro símbolo da aviação brasileira, dominando o mercado por algumas décadas. Entrou em crise nos anos 2000, encerrando suas atividades em 2006, antes de completar 80 anos de história. É até hoje a única cia. brasileira a ter tido um jumbo na frota, já que operou alguns modelos do Boeing 747 entre 1981 e 1998

Varig (VRG): após a falência da cia. original, uma nova empresa, a VRG Linhas Aéreas, foi fundada. Ela foi comprada pela Gol em 2007, mas deixou de voar em 2013, quando passou a operar com a bandeira de sua empresa proprietária

Leandro returns on VisualHunt.com / CC BY

Varig (VRG): após a falência da cia. original, uma nova empresa, a VRG Linhas Aéreas, foi fundada. Ela foi comprada pela Gol em 2007, mas deixou de voar em 2013, quando passou a operar com a bandeira de sua empresa proprietária

Vasp: criada em 1933, passou a fazer parte do governo do estado de São Paulo em 1935. Somente em 1991 voltou para a iniciativa privada, nas mãos de Wagner Canhedo. O empresário tentou expandir as rotas e comprou novos aviões, mas não conseguiu impedir a quebra da empresa. A Vasp deixou de voar em 2005, tendo a falência decretada em 2008

Aero Icarus on Visual hunt / CC BY-NC-SA

Vasp: criada em 1933, passou a fazer parte do governo do estado de São Paulo em 1935. Somente em 1991 voltou para a iniciativa privada, nas mãos de Wagner Canhedo. O empresário tentou expandir as rotas e comprou novos aviões, mas não conseguiu impedir a quebra da empresa. A Vasp deixou de voar em 2005, tendo a falência decretada em 2008

Vasp: criada em 1933, passou a fazer parte do governo do estado de São Paulo em 1935. Somente em 1991 voltou para a iniciativa privada, nas mãos de Wagner Canhedo. O empresário tentou expandir as rotas e comprou novos aviões, mas não conseguiu impedir a quebra da empresa. A Vasp deixou de voar em 2005, tendo a falência decretada em 2008

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;