Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

35% dos brasileiros não sabem como proteger sua privacidade online

Quando praticamente todos ficam online várias vezes por dia, cuidar da segurança se torna desafio

Da Redação, com assessoria

24/04/2019 | 08:18


Com o aumento contínuo da quantidade de dados pessoais compartilhados online, algumas pessoas se confirmaram e passaram a acreditar que todas as tentativas de manter sua privacidade online estão fadadas ao fracasso. Uma pesquisa recente da Kaspersky Lab revelou que um terço (35%) dos brasileiros não sabe como proteger sua privacidade online.

Leia mais: 
Caso Momo | Analista de segurança dá dicas para proteger as crianças na internet
Wi-Fi: as principais dúvidas sobre segurança e aumento do alcance do sinal

Em uma época em que praticamente todos os brasileiros (97%) ficam online várias vezes por dia, cuidar da privacidade se tornou um desafio enorme para os usuários. De acordo com a mesma pesquisa, quase um quinto (19%) dos usuários no Brasil já teve informações particulares suas ou de seus familiares em domínio público.

O esforço inútil de ficar menos visível na internet leva a uma condição chamada de “fadiga da privacidade”. Ela está associada a viver sob constante tensão, com a sensação permanente de que terceiros estão tirando proveito de suas informações pessoais e que qualquer resistência é inútil. De fato, algumas pessoas acreditam que não têm poder suficiente para resistir à violação de privacidade – tanto que além de um terço (35%) dos brasileiros não saber como proteger integralmente sua privacidade online, 7% já não se interessa mais em reforçá-la.

Essa impotência em relação às questões de privacidade também afeta o comportamento online das pessoas. Um em dez (9,9%) não tem nenhuma preocupação adicional, como limpar o histórico de navegação regularmente ou usar recursos para bloquear os rastreadores online, para proteger sua privacidade ao navegar na internet utilizando seus dispositivos.

Se for duradoura, essa apatia pode levar a problemas sérios. Atualmente, há muitos cibercriminosos preparados para explorar a privacidade de terceiros e lucrar com a manipulação das informações pessoais dos usuários.

Para proteger sua privacidade digital, a Kaspersky Lab recomenda seguir algumas etapas simples:

– Gerencie sua impressão digital: faça uma lista de suas contas e verifique regularmente se seus dados estão acessíveis publicamente. Criar um e-mail secundário é uma boa prática para evitar vazamentos;

– Utilize ferramentas digitais que permitam navegar com segurança, como a função Navegação Privada, que detecta o acesso à webcam ou ao microfone por aplicativos não confiáveis;

– Instale soluções de segurança confiáveis, que incluam um conjunto de recursos para minimizar os riscos de violação da privacidade.

 
 

  • beats-studio3-wireless
  • JBL Tune 110 BT. O teste completo você vê em http://tinyurl.com/yb6ecbmf
  • Sony_Xperia XZ2_Preto
  • Fone JBL T450BT. O teste completo em https://wp.me/p7AVMp-eKM
  • Testamos: por R$ 330, caixa de som Pulse é resistente à água e dura mais de cinco horas

<
>

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;