Fechar
Publicidade

Sábado, 24 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Otimismo com CCJ e NY em alta levam Ibovespa acima dos 95 mil pontos



23/04/2019 | 10:59


O Ibovespa é negociado nesta terça-feira, 23, em alta desde a abertura, superando os 95 mil pontos na máxima intraday. O movimento é fundamentado numa soma de fatores: alta nas bolsas de Nova York após resultados corporativos trimestrais positivos, fim à possibilidade de greve dos caminhoneiros, esperança com aprovação da admissibilidade da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) após acordo com o Centrão, alta do petróleo mesmo após a forte valorização na segunda-feira.

Às 10h33, o Ibovespa estava na máxima aos 95.598,03 pontos em alta de 1,07%.

Todas as blue chips colaboravam para essa valorização, sobretudo as ações da Petrobras. Em alta desde a abertura, não é possível, contudo, antecipar se o índice à vista encerrará o dia com variação positiva. Tudo dependerá do desenrolar da reforma na CCJ, onde os deputados iniciam a sessão à tarde. Muitos analistas sugerem cautela para o dia.

Ainda que a valorização do petróleo sugira o mesmo comportamento para as ações da Petrobras, analistas estudam se a correlação direta entre os dois preços segue valendo depois de o presidente Jair Bolsonaro ter interferido no reajuste do diesel na quinzena passada.

Os analistas da estatal, inclusive, assimilam a mudança na divulgação de ajustes de preços da gasolina e do diesel anunciada na segunda-feira. A empresa vai passar a registrar o valor por cada um dos 37 pontos de venda e não mais fazendo a média do mercado, como vinha divulgando.

O detalhamento do preço de venda da Petrobras é um antiga reivindicação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e uma forma de o mercado comparar os valores divulgados pela agência com os da petroleira, a fim de verificar se a estatal está realmente praticando preços alinhados com mercado internacional.

Do noticiário corporativo, um dos destaques é a B3. O conselho de administração aprovou ontem a realização da segunda emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da companhia, em série única, no valor total de R$ 1,2 bilhão. Os títulos terão distribuição pública com esforços restritos de colocação. Perto do horário acima, a ON da B3 subia 1,44%.

Sobre a iminente greve no setor de transportes, o governo conseguiu chegar a um acordo que demoveu os caminhoneiros da ideia de paralisar os serviços e o País. Além do pacote divulgado na semana passada e da mudança na forma de divulgação dos reajustes da Petrobras, ficou acertado que o governo irá fiscalizar o cumprimento das tabelas de preço do frete e reajustá-las com as variações de preço dos combustíveis.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Otimismo com CCJ e NY em alta levam Ibovespa acima dos 95 mil pontos


23/04/2019 | 10:59


O Ibovespa é negociado nesta terça-feira, 23, em alta desde a abertura, superando os 95 mil pontos na máxima intraday. O movimento é fundamentado numa soma de fatores: alta nas bolsas de Nova York após resultados corporativos trimestrais positivos, fim à possibilidade de greve dos caminhoneiros, esperança com aprovação da admissibilidade da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) após acordo com o Centrão, alta do petróleo mesmo após a forte valorização na segunda-feira.

Às 10h33, o Ibovespa estava na máxima aos 95.598,03 pontos em alta de 1,07%.

Todas as blue chips colaboravam para essa valorização, sobretudo as ações da Petrobras. Em alta desde a abertura, não é possível, contudo, antecipar se o índice à vista encerrará o dia com variação positiva. Tudo dependerá do desenrolar da reforma na CCJ, onde os deputados iniciam a sessão à tarde. Muitos analistas sugerem cautela para o dia.

Ainda que a valorização do petróleo sugira o mesmo comportamento para as ações da Petrobras, analistas estudam se a correlação direta entre os dois preços segue valendo depois de o presidente Jair Bolsonaro ter interferido no reajuste do diesel na quinzena passada.

Os analistas da estatal, inclusive, assimilam a mudança na divulgação de ajustes de preços da gasolina e do diesel anunciada na segunda-feira. A empresa vai passar a registrar o valor por cada um dos 37 pontos de venda e não mais fazendo a média do mercado, como vinha divulgando.

O detalhamento do preço de venda da Petrobras é um antiga reivindicação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e uma forma de o mercado comparar os valores divulgados pela agência com os da petroleira, a fim de verificar se a estatal está realmente praticando preços alinhados com mercado internacional.

Do noticiário corporativo, um dos destaques é a B3. O conselho de administração aprovou ontem a realização da segunda emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da companhia, em série única, no valor total de R$ 1,2 bilhão. Os títulos terão distribuição pública com esforços restritos de colocação. Perto do horário acima, a ON da B3 subia 1,44%.

Sobre a iminente greve no setor de transportes, o governo conseguiu chegar a um acordo que demoveu os caminhoneiros da ideia de paralisar os serviços e o País. Além do pacote divulgado na semana passada e da mudança na forma de divulgação dos reajustes da Petrobras, ficou acertado que o governo irá fiscalizar o cumprimento das tabelas de preço do frete e reajustá-las com as variações de preço dos combustíveis.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;