Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Região articula ampliar representação no PSDB

Aloisio Mauricio/ Estadão Conteúdo Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Paulo Serra e Morando são cotados para integrar executiva estadual do partido; eleição é no dia 5


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

23/04/2019 | 07:50


Figuras do PSDB no Grande ABC iniciam interlocução para ampliar a participação regional no diretório estadual do partido, que hoje contabiliza apenas com a representação do prefeito Paulo Serra, de Santo André, no posto de vogal. Com a movimentação dos três chefes de Executivo tucanos locais, a proposta tem objetivo de colocar as sete cidades no centro das discussões. Houve reunião ontem, na sede da legenda, em São Paulo, para dar encaminhamento quanto a esse debate. A convenção do tucanato paulista, atualmente presidido por Pedro Tobias, irá ocorrer em 5 de maio.

De acordo com as articulações, Paulo Serra pode ser mantido no grupo e o prefeito Orlando Morando, de São Bernardo, tende a compor o bloco, embora haja perspectiva de o tucano são-bernardense integrar o diretório nacional – essa eleição, por sua vez, acontece no último fim de semana de maio. O PSDB tem 133 prefeitos tucanos no Estado. Destes, apenas 12 da lista vão para a executiva. Entre os critérios para esse filtro, seis vagas serão destinadas para cidades com mais de 100 mil habitantes e há também questão de representatividade por ‘tamanho’ da região. Caso esse panorama seja confirmado, o Grande ABC efetivaria aumento do espaço na estadual.

Paulo Serra evitou dizer que a conversa encontra-se em patamar avançado. Segundo o andreense, as tratativas do encontro de ontem serviram como pontapé inicial sobre a questão. “É o primeiro passo para assegurar representatividade ao Grande ABC no diretório paulista e estamos trabalhando para que tenhamos nome também na nacional, posteriormente, inclusive na executiva. Essa é a nossa expectativa”, pontuou o prefeito.

“É questão político-partidária, mas não dá para negar que reforça a região como protagonista no debate estadual. Embora não tenha relação direta, sem dúvida, mostra o peso econômico, de número de habitantes. O PT, quando estava no poder, alçou seus representantes a cargos importantes. Essa é uma construção para resgatar o protagonismo regional”, reiterou Paulo Serra. A discussão envolve a importância de ter voto na executiva.

Outro prefeito tucano da região, José Auricchio Júnior, de São Caetano, já preside o PSDB no município, o que restringe a sua participação nesse grupo. Como líder do partido na Assembleia Legislativa, a deputada estadual Carla Morando, mulher de Orlando, entra na condição de membro do diretório. O posto exercido por Carla neste ano lhe dá essa representatividade, pois o líder tem assento fixo, é titular da vaga. Se houver mudança na casa, no entanto, outro quadro ocuparia a função.

Fato é que o governador João Doria (PSDB) sairá fortalecido do processo. Indicado de Doria, o ex-deputado e secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, deve ser o escolhido para comandar a executiva estadual pelos próximos dois anos. Ex-ministro de Michel Temer, Bruno Araújo é cotado para comandar a nacional, em substituição ao ex-governador Geraldo Alckmin.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região articula ampliar representação no PSDB

Paulo Serra e Morando são cotados para integrar executiva estadual do partido; eleição é no dia 5

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

23/04/2019 | 07:50


Figuras do PSDB no Grande ABC iniciam interlocução para ampliar a participação regional no diretório estadual do partido, que hoje contabiliza apenas com a representação do prefeito Paulo Serra, de Santo André, no posto de vogal. Com a movimentação dos três chefes de Executivo tucanos locais, a proposta tem objetivo de colocar as sete cidades no centro das discussões. Houve reunião ontem, na sede da legenda, em São Paulo, para dar encaminhamento quanto a esse debate. A convenção do tucanato paulista, atualmente presidido por Pedro Tobias, irá ocorrer em 5 de maio.

De acordo com as articulações, Paulo Serra pode ser mantido no grupo e o prefeito Orlando Morando, de São Bernardo, tende a compor o bloco, embora haja perspectiva de o tucano são-bernardense integrar o diretório nacional – essa eleição, por sua vez, acontece no último fim de semana de maio. O PSDB tem 133 prefeitos tucanos no Estado. Destes, apenas 12 da lista vão para a executiva. Entre os critérios para esse filtro, seis vagas serão destinadas para cidades com mais de 100 mil habitantes e há também questão de representatividade por ‘tamanho’ da região. Caso esse panorama seja confirmado, o Grande ABC efetivaria aumento do espaço na estadual.

Paulo Serra evitou dizer que a conversa encontra-se em patamar avançado. Segundo o andreense, as tratativas do encontro de ontem serviram como pontapé inicial sobre a questão. “É o primeiro passo para assegurar representatividade ao Grande ABC no diretório paulista e estamos trabalhando para que tenhamos nome também na nacional, posteriormente, inclusive na executiva. Essa é a nossa expectativa”, pontuou o prefeito.

“É questão político-partidária, mas não dá para negar que reforça a região como protagonista no debate estadual. Embora não tenha relação direta, sem dúvida, mostra o peso econômico, de número de habitantes. O PT, quando estava no poder, alçou seus representantes a cargos importantes. Essa é uma construção para resgatar o protagonismo regional”, reiterou Paulo Serra. A discussão envolve a importância de ter voto na executiva.

Outro prefeito tucano da região, José Auricchio Júnior, de São Caetano, já preside o PSDB no município, o que restringe a sua participação nesse grupo. Como líder do partido na Assembleia Legislativa, a deputada estadual Carla Morando, mulher de Orlando, entra na condição de membro do diretório. O posto exercido por Carla neste ano lhe dá essa representatividade, pois o líder tem assento fixo, é titular da vaga. Se houver mudança na casa, no entanto, outro quadro ocuparia a função.

Fato é que o governador João Doria (PSDB) sairá fortalecido do processo. Indicado de Doria, o ex-deputado e secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, deve ser o escolhido para comandar a executiva estadual pelos próximos dois anos. Ex-ministro de Michel Temer, Bruno Araújo é cotado para comandar a nacional, em substituição ao ex-governador Geraldo Alckmin.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;