Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Após fim de seu casamento, Perlla abre o jogo e diz que ex-marido exigia submissão, a proibindo de falar com homens



22/04/2019 | 13:10


O casamento de Perlla e Cássio Castilhol chegou ao fim. No dia 11 de abril, ela fez as malas e pegou as duas filhas, Pérola, de sete anos de idade, e Pietra, de cinco anos, e foi para a casa da mãe. Agora, a cantora, que participou da última edição de A Fazenda, abriu o jogo em entrevista Leo Dias para explicar o que aconteceu:

- Segundo ele, eu sou insubmissa. Tudo tinha que ser do jeito dele. Nos separamos depois que eu disse para ele que queria comprar uma casa. Ele disse: Não autorizo. Eu bati o pé e disse que ia comprar sim, porque era o melhor para a nossa família. Ele não concordou e queria continuar no apartamento alugado.

Perlla, então, revela que o marido tinha desejos e exigências que impôs para ela:

- Antes mesmo de entrar em A Fazenda nós já estávamos em crise. Ele concordou que eu participasse do programa mas me deu uma lista gigantesca de como eu deveria me comportar, e era assim na vida, todas essas exigências. Coisas como não fale com homens, não chegue perto de homens, não beba, tudo para que não desse problemas no nosso casamento. Eu tinha que me comportar. Assim que entrei no programa, o João Zoli veio falar comigo com todo carinho e eu me abri pra ele. Disse que meu marido era mega ciumento e que eu não poderia ficar perto dele, do João.

A cantora ainda abriu o jogo e falou que sofreu agressões verbais:

- Desde que me casei nunca tivemos um relacionamento 100% saudável. Tinha sempre a famosa submissão. Ele queria que eu falasse sim para tudo. Me agrediu verbalmente, com palavras, mas nunca chegou a tocar em mim. Ele me dizia muitas coisas que me colocavam para baixo. Ele não aceitava minha família, minha vida pública, minha carreira. Fazia com que eu me sentisse sempre inferior. Eu sempre colocando ele pra cima, incluía ele em tudo, inclusive no meu trabalho.

Perlla informou que ele é um bom pai, mas que as meninas agora estão com a ajuda de uma psicóloga, para entender a separação dos pais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após fim de seu casamento, Perlla abre o jogo e diz que ex-marido exigia submissão, a proibindo de falar com homens


22/04/2019 | 13:10


O casamento de Perlla e Cássio Castilhol chegou ao fim. No dia 11 de abril, ela fez as malas e pegou as duas filhas, Pérola, de sete anos de idade, e Pietra, de cinco anos, e foi para a casa da mãe. Agora, a cantora, que participou da última edição de A Fazenda, abriu o jogo em entrevista Leo Dias para explicar o que aconteceu:

- Segundo ele, eu sou insubmissa. Tudo tinha que ser do jeito dele. Nos separamos depois que eu disse para ele que queria comprar uma casa. Ele disse: Não autorizo. Eu bati o pé e disse que ia comprar sim, porque era o melhor para a nossa família. Ele não concordou e queria continuar no apartamento alugado.

Perlla, então, revela que o marido tinha desejos e exigências que impôs para ela:

- Antes mesmo de entrar em A Fazenda nós já estávamos em crise. Ele concordou que eu participasse do programa mas me deu uma lista gigantesca de como eu deveria me comportar, e era assim na vida, todas essas exigências. Coisas como não fale com homens, não chegue perto de homens, não beba, tudo para que não desse problemas no nosso casamento. Eu tinha que me comportar. Assim que entrei no programa, o João Zoli veio falar comigo com todo carinho e eu me abri pra ele. Disse que meu marido era mega ciumento e que eu não poderia ficar perto dele, do João.

A cantora ainda abriu o jogo e falou que sofreu agressões verbais:

- Desde que me casei nunca tivemos um relacionamento 100% saudável. Tinha sempre a famosa submissão. Ele queria que eu falasse sim para tudo. Me agrediu verbalmente, com palavras, mas nunca chegou a tocar em mim. Ele me dizia muitas coisas que me colocavam para baixo. Ele não aceitava minha família, minha vida pública, minha carreira. Fazia com que eu me sentisse sempre inferior. Eu sempre colocando ele pra cima, incluía ele em tudo, inclusive no meu trabalho.

Perlla informou que ele é um bom pai, mas que as meninas agora estão com a ajuda de uma psicóloga, para entender a separação dos pais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;