Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Joice Hasselmann: 'acho inadequado ministro do STF tomar medida contra imprensa'



18/04/2019 | 15:30


A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), criticou nesta quinta-feira, 18, medidas tomadas por juízes de Tribunais Superiores em relação à imprensa.

Questionada sobre a ordem do ministro Alexandre de Moraes para retirada do ar da matéria 'O amigo do amigo do meu pai', da revista Crusoé e do site O Antagonista, que citava o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, Joice disse que não falava pelo Supremo, mas que condenava o ato.

"Acho que é inadequado para o Supremo, para um ministro do Supremo ou qualquer um que integre uma Corte como esta tomar medida desta forma em relação à imprensa", afirmou.

Ela argumentou que a medida tomada por Moraes não é inadequada somente do ponto de vista político, mas jurídico também.

Ela defendeu que, se houver excessos em casos de liberdade de imprensa e de expressão, "a Justiça está aí".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Joice Hasselmann: 'acho inadequado ministro do STF tomar medida contra imprensa'


18/04/2019 | 15:30


A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), criticou nesta quinta-feira, 18, medidas tomadas por juízes de Tribunais Superiores em relação à imprensa.

Questionada sobre a ordem do ministro Alexandre de Moraes para retirada do ar da matéria 'O amigo do amigo do meu pai', da revista Crusoé e do site O Antagonista, que citava o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, Joice disse que não falava pelo Supremo, mas que condenava o ato.

"Acho que é inadequado para o Supremo, para um ministro do Supremo ou qualquer um que integre uma Corte como esta tomar medida desta forma em relação à imprensa", afirmou.

Ela argumentou que a medida tomada por Moraes não é inadequada somente do ponto de vista político, mas jurídico também.

Ela defendeu que, se houver excessos em casos de liberdade de imprensa e de expressão, "a Justiça está aí".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;