Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

‘Bacurau’ representa o Brasil em Cannes

Longa de Kleber Mendonça Filho terá estreia mundial em mostra de festival francês


Miriam Gimenes

19/04/2019 | 07:33


O Brasil daqui alguns anos. Este é o ambiente descrito pelo diretor Kleber Albuquerque Filho (Aquarius) para o seu novo longa Bacurau – codirigido por Juliano Dornelles – que representa o Brasil na competição pela Palma de Ouro no Festival de Cannes, previsto para os dias 14 a 25 de maio. Será a estreia mundial da produção, que chegará aos cinemas brasileiros no segundo semestre.

Bacurau, um filme de aventura e ficção científica, foi rodado no Sertão do Seridó, divisa do Rio Grande do Norte com a Paraíba, exatamente um ano atrás. Ele conta a história de um pequeno povoado do sertão brasileiro, que tem o nome do filme e dá adeus a Dona Carmelita, mulher forte e querida, falecida aos 94 anos. Dias depois, os moradores percebem que a comunidade não consta mais nos mapas.

“Esse é um trabalho de anos, feito com os colaboradores próximos de sempre e alguns outros novos. Creio que esse filme é o resultado da nossa relação com os filmes e as pessoas que amamos e que nos formaram, com Pernambuco, com o Brasil e com o mundo. E incrível poder voltar a exibir um filme no Palais em Cannes, três anos depois daquele momento sensacional com Aquarius!”, comemora Albuquerque. “Bacurau é um projeto que vem sendo desenvolvido desde 2009, quando era só uma ideia, até ser filmado em 2018. Enquanto o roteiro se transformava, o País e nosso cotidiano também. Estrear em Cannes nesse ano de 2019 é dar um lugar de respeito ao Brasil, seu cinema e sua cultura”, completa Dornelles.

As locações foram encontradas depois de a equipe percorrer mais de 10.000 quilômetros em Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. As filmagens duraram dois meses e três dias, com equipe de 150 pessoas. As cidades de Parelhas e Acari serviram de base para a produção.

Estão no elenco Sonia Braga, o alemão Udo Kier, Karine Teles, Barbara Colen , Silvero Pereira, Rubens Santos e Lia de Itamaracá, entre outros. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

‘Bacurau’ representa o Brasil em Cannes

Longa de Kleber Mendonça Filho terá estreia mundial em mostra de festival francês

Miriam Gimenes

19/04/2019 | 07:33


O Brasil daqui alguns anos. Este é o ambiente descrito pelo diretor Kleber Albuquerque Filho (Aquarius) para o seu novo longa Bacurau – codirigido por Juliano Dornelles – que representa o Brasil na competição pela Palma de Ouro no Festival de Cannes, previsto para os dias 14 a 25 de maio. Será a estreia mundial da produção, que chegará aos cinemas brasileiros no segundo semestre.

Bacurau, um filme de aventura e ficção científica, foi rodado no Sertão do Seridó, divisa do Rio Grande do Norte com a Paraíba, exatamente um ano atrás. Ele conta a história de um pequeno povoado do sertão brasileiro, que tem o nome do filme e dá adeus a Dona Carmelita, mulher forte e querida, falecida aos 94 anos. Dias depois, os moradores percebem que a comunidade não consta mais nos mapas.

“Esse é um trabalho de anos, feito com os colaboradores próximos de sempre e alguns outros novos. Creio que esse filme é o resultado da nossa relação com os filmes e as pessoas que amamos e que nos formaram, com Pernambuco, com o Brasil e com o mundo. E incrível poder voltar a exibir um filme no Palais em Cannes, três anos depois daquele momento sensacional com Aquarius!”, comemora Albuquerque. “Bacurau é um projeto que vem sendo desenvolvido desde 2009, quando era só uma ideia, até ser filmado em 2018. Enquanto o roteiro se transformava, o País e nosso cotidiano também. Estrear em Cannes nesse ano de 2019 é dar um lugar de respeito ao Brasil, seu cinema e sua cultura”, completa Dornelles.

As locações foram encontradas depois de a equipe percorrer mais de 10.000 quilômetros em Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. As filmagens duraram dois meses e três dias, com equipe de 150 pessoas. As cidades de Parelhas e Acari serviram de base para a produção.

Estão no elenco Sonia Braga, o alemão Udo Kier, Karine Teles, Barbara Colen , Silvero Pereira, Rubens Santos e Lia de Itamaracá, entre outros. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;