Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Juros futuros recuam com reajuste do diesel, mas risco de greve limita movimento

Marcelo Camargo/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


18/04/2019 | 09:46


As taxas futuras de juros abriram esta quinta-feira, 18, mais perto da estabilidade e há pouco tinham queda moderada, em linha com o dólar, refletindo a reação positiva ao anúncio de reajuste do diesel. Profissionais de renda fixa, no entanto, ressaltam que o movimento é limitado pelo risco de greve dos caminhoneiros, além do leilão de títulos que o Tesouro realiza hoje.

Às 9h21, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2020 marcava 6,450%, de 6,460% no ajuste de quarta-feira. O DI para janeiro de 2021 exibia 7,09%, de 7,12%. O vencimento para janeiro de 2023 estava em 8,27%, de 8,31% no ajuste de ontem. E o DI para janeiro de 2025 caía a 8,79%, na mínima, de 8,84% no ajuste anterior. No câmbio, o dólar à vista cedia 0,19% neste mesmo horário, a R$ 3,9280. O dólar futuro para maio recuava 0,18%, a R$ 3,9315.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Juros futuros recuam com reajuste do diesel, mas risco de greve limita movimento


18/04/2019 | 09:46


As taxas futuras de juros abriram esta quinta-feira, 18, mais perto da estabilidade e há pouco tinham queda moderada, em linha com o dólar, refletindo a reação positiva ao anúncio de reajuste do diesel. Profissionais de renda fixa, no entanto, ressaltam que o movimento é limitado pelo risco de greve dos caminhoneiros, além do leilão de títulos que o Tesouro realiza hoje.

Às 9h21, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2020 marcava 6,450%, de 6,460% no ajuste de quarta-feira. O DI para janeiro de 2021 exibia 7,09%, de 7,12%. O vencimento para janeiro de 2023 estava em 8,27%, de 8,31% no ajuste de ontem. E o DI para janeiro de 2025 caía a 8,79%, na mínima, de 8,84% no ajuste anterior. No câmbio, o dólar à vista cedia 0,19% neste mesmo horário, a R$ 3,9280. O dólar futuro para maio recuava 0,18%, a R$ 3,9315.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;