Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Noely relembra início da carreira de Sandy e Junior: - Era contra, tinha medo

Sandy/ Reprodução Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


17/04/2019 | 11:11


Noely e Xororó decidiram abrir o jogo no programa Vai Fernandinha, do canal Multishow, na última terça-feira, dia 16! Pais de Sandy e Junior, os dois deixaram a timidez de lado e falaram sobre suas intimidades, além de comentarem sobre a família e revelarem grande receio no início da carreira dos filhos.

Segundo Noely, existia um medo muito grande em relação a infância, já que eles iniciaram na vida artística muito jovens. O casal, na época, chegou a conversar muito a respeito, principalmente porque a mãe não aprovava a ideia.

- Eu era contra, tinha medo. Eram crianças, muito pequenos. Falei: Não quero, pode ser fogo de palha. O marido conversou com as crianças. Falei: Se vocês querem ser artistas, têm que fazer que nem lá fora. Fazer curso, aula de dança, não é só sair cantando, só fazer show. Eles toparam, nasceram mesmo para a coisa, relembrou ela.

A administração dos compromissos ficou sob direção de Noely, que organizava a rotina, além de ajudar no roteiro dos shows. Já Xororó ficou encarregado das produções musicais até o álbum As Quatro Estações, lançado em 1999.

- Eu marcava tudo para eles, os programas de televisão. A assessoria de imprensa era eu que fazia no começo, contou ela.

- Isso foi legal, deixar a administração nas mãos dela. Onde eles pisavam a Noely pisava na frente. Eu produzi os primeiros dez discos, fizemos algumas músicas juntos, completou Xororó.

Em seguida, o casal falou sobre o fim da dupla, que aconteceu em 2007. Para eles, foi como se um vazio tivesse surgido, já que a dupla era como se fosse um terceiro filho para a família.

- A gente não esperava. Cheguei a falar muitas vezes que eles nunca iam se separar. Eu não acreditava. [Dizia]: Carreira solo não, eles se completam, são Sandy e Júnior, opinou o sertanejo.

Além disso, o casal ainda abriu o jogo sobre o relacionamento. Eles, que estão juntos há 37 anos, têm um apelido especial entre os dois e contaram como foi o início do namoro.

- Quando a gente começou a namorar, pensei: Xororó, não. Durval, eu olhava e ele não tinha cara. Tinha vergonha de chamar de Bem, comecei a chamar de Embi. Um dia falei Embinho, daí ficou Binho e ele começou a me chamar de Binha, contou ela, que ainda continuou:

- Meu pai trabalhava na Secretaria de Cultura e contratou o show deles. Eu fui para assistir junto, e meu pai, quando foi subir para cantar, falou para ele: Você toma conta da minha filha?. Um rapaz ficou me assediando, falei que ele estava me perturbando e ele [Xororó] me deu o braço e disse: Vai lá e fala que você é minha noiva. Na hora que ele me deu o braço eu já senti alguma coisa. A gente se despediu e três meses depois nos encontramos no circo, por coincidência, revelou a mãe da dupla.

Por fim, Noely ainda ressaltou que Xororó a chamou para assistir ao filme Grease, que acabou servindo de inspiração na escolha do nome da filha. Foi lá, aliás, que Xororó acabou pegando em sua mão. Porém, o primeiro beijo só aconteceu uma semana depois.

- Ela sempre foi linda. Eu tinha 21 anos e nunca tinha me apaixonado de verdade. Meu único amor mesmo. Eu me emociono. Ela tinha muito medo porque era realmente pura. Depois do casamento que aconteceu a primeira vez, finalizou o músico.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Noely relembra início da carreira de Sandy e Junior: - Era contra, tinha medo


17/04/2019 | 11:11


Noely e Xororó decidiram abrir o jogo no programa Vai Fernandinha, do canal Multishow, na última terça-feira, dia 16! Pais de Sandy e Junior, os dois deixaram a timidez de lado e falaram sobre suas intimidades, além de comentarem sobre a família e revelarem grande receio no início da carreira dos filhos.

Segundo Noely, existia um medo muito grande em relação a infância, já que eles iniciaram na vida artística muito jovens. O casal, na época, chegou a conversar muito a respeito, principalmente porque a mãe não aprovava a ideia.

- Eu era contra, tinha medo. Eram crianças, muito pequenos. Falei: Não quero, pode ser fogo de palha. O marido conversou com as crianças. Falei: Se vocês querem ser artistas, têm que fazer que nem lá fora. Fazer curso, aula de dança, não é só sair cantando, só fazer show. Eles toparam, nasceram mesmo para a coisa, relembrou ela.

A administração dos compromissos ficou sob direção de Noely, que organizava a rotina, além de ajudar no roteiro dos shows. Já Xororó ficou encarregado das produções musicais até o álbum As Quatro Estações, lançado em 1999.

- Eu marcava tudo para eles, os programas de televisão. A assessoria de imprensa era eu que fazia no começo, contou ela.

- Isso foi legal, deixar a administração nas mãos dela. Onde eles pisavam a Noely pisava na frente. Eu produzi os primeiros dez discos, fizemos algumas músicas juntos, completou Xororó.

Em seguida, o casal falou sobre o fim da dupla, que aconteceu em 2007. Para eles, foi como se um vazio tivesse surgido, já que a dupla era como se fosse um terceiro filho para a família.

- A gente não esperava. Cheguei a falar muitas vezes que eles nunca iam se separar. Eu não acreditava. [Dizia]: Carreira solo não, eles se completam, são Sandy e Júnior, opinou o sertanejo.

Além disso, o casal ainda abriu o jogo sobre o relacionamento. Eles, que estão juntos há 37 anos, têm um apelido especial entre os dois e contaram como foi o início do namoro.

- Quando a gente começou a namorar, pensei: Xororó, não. Durval, eu olhava e ele não tinha cara. Tinha vergonha de chamar de Bem, comecei a chamar de Embi. Um dia falei Embinho, daí ficou Binho e ele começou a me chamar de Binha, contou ela, que ainda continuou:

- Meu pai trabalhava na Secretaria de Cultura e contratou o show deles. Eu fui para assistir junto, e meu pai, quando foi subir para cantar, falou para ele: Você toma conta da minha filha?. Um rapaz ficou me assediando, falei que ele estava me perturbando e ele [Xororó] me deu o braço e disse: Vai lá e fala que você é minha noiva. Na hora que ele me deu o braço eu já senti alguma coisa. A gente se despediu e três meses depois nos encontramos no circo, por coincidência, revelou a mãe da dupla.

Por fim, Noely ainda ressaltou que Xororó a chamou para assistir ao filme Grease, que acabou servindo de inspiração na escolha do nome da filha. Foi lá, aliás, que Xororó acabou pegando em sua mão. Porém, o primeiro beijo só aconteceu uma semana depois.

- Ela sempre foi linda. Eu tinha 21 anos e nunca tinha me apaixonado de verdade. Meu único amor mesmo. Eu me emociono. Ela tinha muito medo porque era realmente pura. Depois do casamento que aconteceu a primeira vez, finalizou o músico.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;