Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Loterias 'ganham' bilhões

Arquivo/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


16/04/2019 | 07:30


Márcio Nakamatsu descobriu sábado, 13, que o saldo da conta bancária da sua lotérica com a Caixa era superior a R$ 2 bilhões. "O problema é ficar com esse dinheiro todo e não ter como gastar", brinca.

Pelo grupo de WhatsApp, lotéricos de todo o País relataram "recebimento" de valores bilionários. Um deles escreveu "Tô rico" e deu print no saldo de R$ 106,7 bilhões. Outro relatou crédito de R$ 1 trilhão, "número mágico" do ministro da Economia, Paulo Guedes, equivalente à economia pretendida com a reforma da Previdência em dez anos.

Nakamatsu ficou "bilionário" das 10h às 13h, mas não fez qualquer transação, por ter certeza que se tratava de erro. "Seria o maior prêmio da loteria da história." A Caixa informou que houve "inconsistência" de sistemas, sem impacto em saques.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Loterias 'ganham' bilhões


16/04/2019 | 07:30


Márcio Nakamatsu descobriu sábado, 13, que o saldo da conta bancária da sua lotérica com a Caixa era superior a R$ 2 bilhões. "O problema é ficar com esse dinheiro todo e não ter como gastar", brinca.

Pelo grupo de WhatsApp, lotéricos de todo o País relataram "recebimento" de valores bilionários. Um deles escreveu "Tô rico" e deu print no saldo de R$ 106,7 bilhões. Outro relatou crédito de R$ 1 trilhão, "número mágico" do ministro da Economia, Paulo Guedes, equivalente à economia pretendida com a reforma da Previdência em dez anos.

Nakamatsu ficou "bilionário" das 10h às 13h, mas não fez qualquer transação, por ter certeza que se tratava de erro. "Seria o maior prêmio da loteria da história." A Caixa informou que houve "inconsistência" de sistemas, sem impacto em saques.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;