Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Comissão de impeachment pede cassação de Atila Jacomussi

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Grupo, que trata da vacância do cargo, apresenta parecer pela queda do prefeito de Mauá


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

15/04/2019 | 17:21


Os vereadores de Mauá que integram a comissão de impeachment em relação à vacância do cargo por parte do prefeito Atila Jacomussi (PSB) deram parecer pela cassação do socialista. Relator do caso, o parlamentar Samuel Enfermeiro (PSB) julgou procedente a denúncia por infração político-administrativo. Após leitura do documento, mesmo de maneira protocolar, os demais componentes deram aval ao teor. Diante do resultado, o bloco aguarda a ciência do presidente da Casa, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), que marcará a data do julgamento do processo.

“O prefeito não pediu licença e impediu a posse de vice-prefeita (Alaíde Damo, MDB), o que atrapalhou a governabilidade da cidade”, aponta trecho do documento entregue hoje à tarde, na Câmara. A comissão processante é formada por Samuel Enfermeiro, correligionário do prefeito, Cincinato Freire (PDT), presidente da comissão, e Helenildo Alves da Silva, o Tchacabum (PRP). “Acompanho o voto e o pedido do relator. A questão da vacância é pública e notória”, alegou Tchacabum.

A defesa de Atila não compareceu para acompanhar a reunião marcada. Neste momento, a outra comissão, que investiga quebra de decoro no caso de Atila, se reúne também para dar o parecer. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Comissão de impeachment pede cassação de Atila Jacomussi

Grupo, que trata da vacância do cargo, apresenta parecer pela queda do prefeito de Mauá

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

15/04/2019 | 17:21


Os vereadores de Mauá que integram a comissão de impeachment em relação à vacância do cargo por parte do prefeito Atila Jacomussi (PSB) deram parecer pela cassação do socialista. Relator do caso, o parlamentar Samuel Enfermeiro (PSB) julgou procedente a denúncia por infração político-administrativo. Após leitura do documento, mesmo de maneira protocolar, os demais componentes deram aval ao teor. Diante do resultado, o bloco aguarda a ciência do presidente da Casa, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), que marcará a data do julgamento do processo.

“O prefeito não pediu licença e impediu a posse de vice-prefeita (Alaíde Damo, MDB), o que atrapalhou a governabilidade da cidade”, aponta trecho do documento entregue hoje à tarde, na Câmara. A comissão processante é formada por Samuel Enfermeiro, correligionário do prefeito, Cincinato Freire (PDT), presidente da comissão, e Helenildo Alves da Silva, o Tchacabum (PRP). “Acompanho o voto e o pedido do relator. A questão da vacância é pública e notória”, alegou Tchacabum.

A defesa de Atila não compareceu para acompanhar a reunião marcada. Neste momento, a outra comissão, que investiga quebra de decoro no caso de Atila, se reúne também para dar o parecer. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;