Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 17 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

EUA parecem ter se fortalecido no 1º trimestre em relação a dezembro, diz Evans



15/04/2019 | 09:57


O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) em Chicago, Charles Evans, disse hoje, em entrevista à emissora CNBC, que a economia dos Estados Unidos parece ter se fortalecido no primeiro trimestre em relação à situação em que se encontrava em dezembro, quando o Fed anunciou seu último aumento de juros.

Segundo Evans, a inflação está um pouco mais baixa do que ele gostaria de ver, mas a economia americana está "indo bem" e deverá crescer entre 1,75% e 2% este ano.

Evans, que é membro votante nas reuniões do Fed este ano, comentou também que os indicadores econômicos se fortaleceram nas últimas semanas e que uma eventual recessão dos EUA seria algo "inesperado".

Evans disse ainda não achar que o Fed errou ao elevar juros em dezembro e ressaltou estar "confortável" com a atual configuração da política monetária do BC americano.

O Fed não ajusta juros básicos desde o começo do ano e vem prevendo que as taxas continuarão inalteradas até o fim de 2019.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA parecem ter se fortalecido no 1º trimestre em relação a dezembro, diz Evans


15/04/2019 | 09:57


O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) em Chicago, Charles Evans, disse hoje, em entrevista à emissora CNBC, que a economia dos Estados Unidos parece ter se fortalecido no primeiro trimestre em relação à situação em que se encontrava em dezembro, quando o Fed anunciou seu último aumento de juros.

Segundo Evans, a inflação está um pouco mais baixa do que ele gostaria de ver, mas a economia americana está "indo bem" e deverá crescer entre 1,75% e 2% este ano.

Evans, que é membro votante nas reuniões do Fed este ano, comentou também que os indicadores econômicos se fortaleceram nas últimas semanas e que uma eventual recessão dos EUA seria algo "inesperado".

Evans disse ainda não achar que o Fed errou ao elevar juros em dezembro e ressaltou estar "confortável" com a atual configuração da política monetária do BC americano.

O Fed não ajusta juros básicos desde o começo do ano e vem prevendo que as taxas continuarão inalteradas até o fim de 2019.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;