Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 24 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

CPI que apura contratação do reitor Milreu se reúne na tarde desta segunda-feira


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

15/04/2019 | 07:00


Alvo de polêmicas há pelo menos dois anos, a possível contratação irregular do reitor da FSA (Fundação Santo André), Francisco José Santos Milreu, será discutida na tarde de hoje, durante reunião da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) instalada na Câmara Municipal. O grupo avaliará material recebido para apurar as irregularidades denunciadas e discutirá sobre possíveis ações. A CPI poderá durar até 90 dias, de acordo com o regimento.

A comissão solicitou à instituição, no início do mês, documento que prove que Milreu foi contratado após aprovação em concurso público. Em março de 2018, o reitor assumiu ao Diário que não havia feito a prova, informação que a instituição de Ensino Superior nega ser verídica. mas recusa-se a apresentar documentação comprobatória.

A instalação oficial da CPI foi anunciada pela vereadora Bete Siraque (PT), autora do pedido de abertura, no dia 1° deste mês. O presidente do Legislativo, Pedrinho Botaro (PSDB), será o relator e terá o encargo de apresentar nova denúncia feita pelos docentes da FSA, a qual alegam que o pró-reitor Vander Ferreira de Andrade mantém três cargos públicos em vigência.

Conforme anunciado pelo Diário, se a comissão encontrar irregularidades, todo o material será enviado ao MP (Ministério Público), que também instaurou inquérito civil para apurar o concurso público realizado no dia 22 de março pela FSA, em que Milreu foi aprovado em primeiro lugar na etapa preliminar. A FSA, por sua vez, insiste na legalidade da seleção pública e participação do reitor.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

CPI que apura contratação do reitor Milreu se reúne na tarde desta segunda-feira

Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

15/04/2019 | 07:00


Alvo de polêmicas há pelo menos dois anos, a possível contratação irregular do reitor da FSA (Fundação Santo André), Francisco José Santos Milreu, será discutida na tarde de hoje, durante reunião da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) instalada na Câmara Municipal. O grupo avaliará material recebido para apurar as irregularidades denunciadas e discutirá sobre possíveis ações. A CPI poderá durar até 90 dias, de acordo com o regimento.

A comissão solicitou à instituição, no início do mês, documento que prove que Milreu foi contratado após aprovação em concurso público. Em março de 2018, o reitor assumiu ao Diário que não havia feito a prova, informação que a instituição de Ensino Superior nega ser verídica. mas recusa-se a apresentar documentação comprobatória.

A instalação oficial da CPI foi anunciada pela vereadora Bete Siraque (PT), autora do pedido de abertura, no dia 1° deste mês. O presidente do Legislativo, Pedrinho Botaro (PSDB), será o relator e terá o encargo de apresentar nova denúncia feita pelos docentes da FSA, a qual alegam que o pró-reitor Vander Ferreira de Andrade mantém três cargos públicos em vigência.

Conforme anunciado pelo Diário, se a comissão encontrar irregularidades, todo o material será enviado ao MP (Ministério Público), que também instaurou inquérito civil para apurar o concurso público realizado no dia 22 de março pela FSA, em que Milreu foi aprovado em primeiro lugar na etapa preliminar. A FSA, por sua vez, insiste na legalidade da seleção pública e participação do reitor.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;