Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Eletricista acusado de ser o maníaco de BH é reconhecido


Do Diário do Grande ABC

13/08/2000 | 20:15


Mais um suspeito de envolvimento com o assassinato de mulheres em Belo Horizonte, na regiao compreendida entre a BR-262 (Anel Rodoviário) e a Via Expressa, que liga Belo Horizonte a Contagem, está sendo investigado pela polícia. Preso na última sexta-feira em Santa Luzia (Regiao Metropolitana de Belo Horizonte) acusado de estuprar a garota de programa Edicélia Figueiredo, 18 anos, o eletricista Marcos Rodrigues Costa, 29 anos, foi acusado neste domingo por outras duas garotas de programa de espancamento, roubo e violência sexual. As prostitutas Valmirene Rodrigues Costa, 18, e Vany Rosa Pereira, foram localizadas pela polícia, a partir dos seus documentos de identidade que foram encontrados no bolso do eletricista no dia da sua prisao.

De acordo com a delegada de plantao Joana Margarete Penha, a polícia investiga a possibilidade dele estar envolvido com os crimes, pois segundo os depoimentos das prostitutas, que o acusam de estupro e espancamento, o eletricista tentou levá-las para a regiao do Shopping Del Rey, onde foram localizadas três das cinco mulheres assassinadas supostamente por um maníaco. ``Ele também comentou com elas sobre o maníaco e disse para elas que os corpos da mulheres estavam sendo jogados perto do Shopping Del Rey'', contou.

Valmirene, grávida de seis meses, disse que foi estuprada pelo eletricista há cerca de três meses em um barracao abandonado na Regiao Norte da capital. Ele teria prometido arrumar um local para ela morar temporariamente em troca de um programa. A outra prostituta, Vany Rosa Pereira, 18 anos, disse que o eletricista tentou levá-la para um matagal no bairro Santa Terezinha, regiao da Pampulha. Os dois se conheceram no centro da cidade, onde ela faz programas. No sábado, uma outra garota de programa de 26 anos, que pediu que seu nome verdadeiro fosse mantido em sigilo pela polícia, também acusou o eletricista de tentativa de estupro.

A delegada conta que as duas adolescentes estavam muito nervosas e choravam muito durante o depoimento. ``Elas disseram ainda que nao procuraram a polícia antes com medo que ninguém acreditasse que elas tinham sido estupradas, pois sao garotas de programa''. Elas foram encaminhadas para um serviço de assistência psicológica gratuita da Delegacia de Mulheres para vítimas de violência.

Além desse suspeito, a polícia também investiga o envolvimento de um traficante, Leandro Ferreira de Carvalho, 21 anos, e de dois outros homens, cujos retratos falados já foram divulgados, no assassinato de mulheres.

Na segunda-feira, a polícia promete divulgar o terceiro retrato falado de um homem também suspeito de ser o maníaco. Somente este ano, 47 mulheres foram assassinadas na capital. Entre essas mulheres, estao as cinco possíveis vítimas de um maníaco, encontradas mortas em locais próximos e em circunstância semelhantes: estranguladas e sem sinais aparentes de violência sexual.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Eletricista acusado de ser o maníaco de BH é reconhecido

Do Diário do Grande ABC

13/08/2000 | 20:15


Mais um suspeito de envolvimento com o assassinato de mulheres em Belo Horizonte, na regiao compreendida entre a BR-262 (Anel Rodoviário) e a Via Expressa, que liga Belo Horizonte a Contagem, está sendo investigado pela polícia. Preso na última sexta-feira em Santa Luzia (Regiao Metropolitana de Belo Horizonte) acusado de estuprar a garota de programa Edicélia Figueiredo, 18 anos, o eletricista Marcos Rodrigues Costa, 29 anos, foi acusado neste domingo por outras duas garotas de programa de espancamento, roubo e violência sexual. As prostitutas Valmirene Rodrigues Costa, 18, e Vany Rosa Pereira, foram localizadas pela polícia, a partir dos seus documentos de identidade que foram encontrados no bolso do eletricista no dia da sua prisao.

De acordo com a delegada de plantao Joana Margarete Penha, a polícia investiga a possibilidade dele estar envolvido com os crimes, pois segundo os depoimentos das prostitutas, que o acusam de estupro e espancamento, o eletricista tentou levá-las para a regiao do Shopping Del Rey, onde foram localizadas três das cinco mulheres assassinadas supostamente por um maníaco. ``Ele também comentou com elas sobre o maníaco e disse para elas que os corpos da mulheres estavam sendo jogados perto do Shopping Del Rey'', contou.

Valmirene, grávida de seis meses, disse que foi estuprada pelo eletricista há cerca de três meses em um barracao abandonado na Regiao Norte da capital. Ele teria prometido arrumar um local para ela morar temporariamente em troca de um programa. A outra prostituta, Vany Rosa Pereira, 18 anos, disse que o eletricista tentou levá-la para um matagal no bairro Santa Terezinha, regiao da Pampulha. Os dois se conheceram no centro da cidade, onde ela faz programas. No sábado, uma outra garota de programa de 26 anos, que pediu que seu nome verdadeiro fosse mantido em sigilo pela polícia, também acusou o eletricista de tentativa de estupro.

A delegada conta que as duas adolescentes estavam muito nervosas e choravam muito durante o depoimento. ``Elas disseram ainda que nao procuraram a polícia antes com medo que ninguém acreditasse que elas tinham sido estupradas, pois sao garotas de programa''. Elas foram encaminhadas para um serviço de assistência psicológica gratuita da Delegacia de Mulheres para vítimas de violência.

Além desse suspeito, a polícia também investiga o envolvimento de um traficante, Leandro Ferreira de Carvalho, 21 anos, e de dois outros homens, cujos retratos falados já foram divulgados, no assassinato de mulheres.

Na segunda-feira, a polícia promete divulgar o terceiro retrato falado de um homem também suspeito de ser o maníaco. Somente este ano, 47 mulheres foram assassinadas na capital. Entre essas mulheres, estao as cinco possíveis vítimas de um maníaco, encontradas mortas em locais próximos e em circunstância semelhantes: estranguladas e sem sinais aparentes de violência sexual.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;