Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 19 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Bianca Gismonti lança disco com canções cheias de pluralidade

Daryan Dornelles/ Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Terceiro álbum da artista é ilustrado por nove composições


Vinícius Castelli

15/04/2019 | 07:57


Nome que transita na música desde a infância, por conta de seu pai, Egberto Gismonti, a pianista, cantora e compositora Bianca Gismonti dá outro passo na carreira artística e apresenta o álbum Desvelando Mares (Hunnia Records, R$ 20, em média), terceiro de sua discografia. Na nova empreitada ela é mais uma vez acompanhada por Julio Falavigna (bateria) e Antonio Porto (contrabaixo) e aposta na pluralidade.

Gravado na Húngria e resultado de trabalho que começou em 2016 e terminou em 2018, o disco é ilustrado por nove temas e apresenta influências de diversas partes do mundo e mostra, de novo, que a cantora está liberta de rótulos e aberta para absorver temperos de várias outras linguagens musicais.

A faixa Salteo, por exemplo, tem inspiração em compositores argentinos, já Piano station vem da liberdade polirítmica e oriental do armênio Tigran Hamasyan.

Bianca não poupa cuidado com os arranjos e harmonias do disco. Outro destaque é Ostinatos, que conta com toques a partir da música do compositor norte-americano Steve Reich.

“Como descendente de uma família e de um país miscigenado, sempre admirei a riqueza que a mistura nos fornece. Sempre fui buscadora da união, da unidade na diversidade; sempre identificada e enraizada nas minhas terras brasileiras”, revela Bianca.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bianca Gismonti lança disco com canções cheias de pluralidade

Terceiro álbum da artista é ilustrado por nove composições

Vinícius Castelli

15/04/2019 | 07:57


Nome que transita na música desde a infância, por conta de seu pai, Egberto Gismonti, a pianista, cantora e compositora Bianca Gismonti dá outro passo na carreira artística e apresenta o álbum Desvelando Mares (Hunnia Records, R$ 20, em média), terceiro de sua discografia. Na nova empreitada ela é mais uma vez acompanhada por Julio Falavigna (bateria) e Antonio Porto (contrabaixo) e aposta na pluralidade.

Gravado na Húngria e resultado de trabalho que começou em 2016 e terminou em 2018, o disco é ilustrado por nove temas e apresenta influências de diversas partes do mundo e mostra, de novo, que a cantora está liberta de rótulos e aberta para absorver temperos de várias outras linguagens musicais.

A faixa Salteo, por exemplo, tem inspiração em compositores argentinos, já Piano station vem da liberdade polirítmica e oriental do armênio Tigran Hamasyan.

Bianca não poupa cuidado com os arranjos e harmonias do disco. Outro destaque é Ostinatos, que conta com toques a partir da música do compositor norte-americano Steve Reich.

“Como descendente de uma família e de um país miscigenado, sempre admirei a riqueza que a mistura nos fornece. Sempre fui buscadora da união, da unidade na diversidade; sempre identificada e enraizada nas minhas terras brasileiras”, revela Bianca.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;