Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

PSL de Sto.André abre comando a militares


Fábio Martins

12/04/2019 | 07:00


Seguindo encaminhamento da estadual do partido, o PSL de Santo André abriu comando do diretório a militares. Em nominata formalizada no começo deste mês, a sigla formou nova composição, com oito nomes, sendo o capitão Ricardo Silva nomeado à presidência da comissão provisória. Esse é o direcionamento dado após êxito do capitão reformado Jair Bolsonaro (PSL) na disputa presidencial, que também gerou frutos a Major Olímpio, eleito senador por São Paulo. Interlocutor da legenda no âmbito paulista, Olímpio foi incumbido a iniciar movimento por reorganização interna. A intenção é justamente inserir quadros de oficiais na direção das executivas. Há sinalizações de que o deputado estadual Coronel Nishikawa também seja trabalhado para presidir o diretório de São Bernardo. Ricardo Silva foi candidato a deputado estadual na eleição de outubro. Obteve 12,6 mil votos, não suficientes para assegurar cadeira na Assembleia Legislativa – o PSL elegeu a maior bancada da casa, com 15 vagas. Na ocasião, ele, que é ligado à Polícia Militar, fez campanha utilizando a alcunha de capitão e a imagem de Bolsonaro em seus materiais.

BASTIDORES

Parque Guaraciaba
A Câmara de Santo André instituiu comissão de assuntos relevantes, formada pelos vereadores Zezão Mendes (PDT, que irá presidir o grupo – foto), Eduardo Leite (PT), Professor Jobert Minhoca (PSDB), Marcos da Farmácia (PSB) e Vavá da Churrascaria (SD), destinada à elaboração, apreciação de estudos e sugestões de medidas em torno da reabertura do Parque Guaraciaba. O governo Paulo Serra (PSDB) tem discutido com o MP (Ministério Público) alternativas para resgatar o espaço, que tem o famigerado Tancão da Morte. A proposta é investir R$ 12 milhões no equipamento.

Saindo faísca
Os vereadores André Scarpino (PSDB) e Sargento Lobo (SD), de Santo André, trocaram farpas durante o uso da tribuna, no plenário, diante da defesa do tucano a projetos tocados pelo Executivo na área da Saúde, principalmente a entrega de UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) 24 horas na cidade. Enquanto Scarpino falava a favor das reformas, Lobo criticava a ausência de atendimentos nos equipamentos. Eduardo Leite (PT), que presidia a sessão no momento, chamou a atenção de Lobo, chegou a cogitar que cortaria o microfone do militar reformado e disse que ensinaria o regimento interno da casa.

Demanda de dissidentes
Entre as demandas das cidades dissidentes para o retorno ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC estava a criação de conselho consultivo permanente. O tema era um dos compromissos de abertura da entidade para participação não só de prefeitos, mas com caráter consultivo, incluindo vereadores, deputados e sociedade civil organizada. Essas reuniões, segundo o presidente da entidade e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), serão feitas uma semana antes da assembleia geral. A previsão é organizar a audiência inicial na segunda semana de maio.

Visita de Maranhão
O prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (Cidadania), visitou o deputado estadual Thiago Auricchio (PR), na Assembleia Legislativa, e colocou na pauta da agenda proposta de investimentos e novos programas na área educacional. Entre os projetos apresentados pelo parlamentar ao prefeito estão a criação de unidade da Fatec (Faculdade de Tecnologia) e a implantação de unidade do programa Creche Escola. Os dois itens foram apresentados e protocolados na casa.

Recurso rejeitado
Prefeiturável de Diadema no pleito de 2016, Vaguinho do Conselho (PRB) perdeu um dos embargos que impetrou no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) para tentar reverter decisão que o deixou inelegível por abuso de poder econômico. Naquela eleição, o republicano pediu voto dentro de igreja evangélica. A ex-vereadora Cida Ferreira (MDB), então sua vice, também foi condenada no caso. Vaguinho ingressou com outros recursos ainda no tribunal.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PSL de Sto.André abre comando a militares

Fábio Martins

12/04/2019 | 07:00


Seguindo encaminhamento da estadual do partido, o PSL de Santo André abriu comando do diretório a militares. Em nominata formalizada no começo deste mês, a sigla formou nova composição, com oito nomes, sendo o capitão Ricardo Silva nomeado à presidência da comissão provisória. Esse é o direcionamento dado após êxito do capitão reformado Jair Bolsonaro (PSL) na disputa presidencial, que também gerou frutos a Major Olímpio, eleito senador por São Paulo. Interlocutor da legenda no âmbito paulista, Olímpio foi incumbido a iniciar movimento por reorganização interna. A intenção é justamente inserir quadros de oficiais na direção das executivas. Há sinalizações de que o deputado estadual Coronel Nishikawa também seja trabalhado para presidir o diretório de São Bernardo. Ricardo Silva foi candidato a deputado estadual na eleição de outubro. Obteve 12,6 mil votos, não suficientes para assegurar cadeira na Assembleia Legislativa – o PSL elegeu a maior bancada da casa, com 15 vagas. Na ocasião, ele, que é ligado à Polícia Militar, fez campanha utilizando a alcunha de capitão e a imagem de Bolsonaro em seus materiais.

BASTIDORES

Parque Guaraciaba
A Câmara de Santo André instituiu comissão de assuntos relevantes, formada pelos vereadores Zezão Mendes (PDT, que irá presidir o grupo – foto), Eduardo Leite (PT), Professor Jobert Minhoca (PSDB), Marcos da Farmácia (PSB) e Vavá da Churrascaria (SD), destinada à elaboração, apreciação de estudos e sugestões de medidas em torno da reabertura do Parque Guaraciaba. O governo Paulo Serra (PSDB) tem discutido com o MP (Ministério Público) alternativas para resgatar o espaço, que tem o famigerado Tancão da Morte. A proposta é investir R$ 12 milhões no equipamento.

Saindo faísca
Os vereadores André Scarpino (PSDB) e Sargento Lobo (SD), de Santo André, trocaram farpas durante o uso da tribuna, no plenário, diante da defesa do tucano a projetos tocados pelo Executivo na área da Saúde, principalmente a entrega de UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) 24 horas na cidade. Enquanto Scarpino falava a favor das reformas, Lobo criticava a ausência de atendimentos nos equipamentos. Eduardo Leite (PT), que presidia a sessão no momento, chamou a atenção de Lobo, chegou a cogitar que cortaria o microfone do militar reformado e disse que ensinaria o regimento interno da casa.

Demanda de dissidentes
Entre as demandas das cidades dissidentes para o retorno ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC estava a criação de conselho consultivo permanente. O tema era um dos compromissos de abertura da entidade para participação não só de prefeitos, mas com caráter consultivo, incluindo vereadores, deputados e sociedade civil organizada. Essas reuniões, segundo o presidente da entidade e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), serão feitas uma semana antes da assembleia geral. A previsão é organizar a audiência inicial na segunda semana de maio.

Visita de Maranhão
O prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (Cidadania), visitou o deputado estadual Thiago Auricchio (PR), na Assembleia Legislativa, e colocou na pauta da agenda proposta de investimentos e novos programas na área educacional. Entre os projetos apresentados pelo parlamentar ao prefeito estão a criação de unidade da Fatec (Faculdade de Tecnologia) e a implantação de unidade do programa Creche Escola. Os dois itens foram apresentados e protocolados na casa.

Recurso rejeitado
Prefeiturável de Diadema no pleito de 2016, Vaguinho do Conselho (PRB) perdeu um dos embargos que impetrou no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) para tentar reverter decisão que o deixou inelegível por abuso de poder econômico. Naquela eleição, o republicano pediu voto dentro de igreja evangélica. A ex-vereadora Cida Ferreira (MDB), então sua vice, também foi condenada no caso. Vaguinho ingressou com outros recursos ainda no tribunal.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;