Fechar
Publicidade

Sábado, 24 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Doria e muito trabalho por S.Bernardo


Do Diário do Grande ABC

11/04/2019 | 12:05


Artigo

O governo João Doria completou, ontem, dia 10, os 100 primeiros dias de trabalho à frente do Palácio dos Bandeirantes imprimindo um tempo de transformações para São Paulo. Especificamente, em São Bernardo, os avanços foram muitos. Como prefeito e cidadão destaco que tamanha efetividade tem sido significante para almejarmos a condução do Estado como o impulsor de todo o País.

Entretanto, antes de elencar aqui todos os avanços, é preciso lembrar de todo o processo eleitoral, em outubro. Um dos mais duros embates e que colocou à prova a união de um grupo que acreditou neste projeto. Hoje, muitos que estavam do outro lado já se convenceram de que o trabalho sério está com João Doria. Em menos de 15 dias à frente do Estado, Doria estava aqui em São Bernardo para inaugurar o inédito Restaurante Bom Prato Dia e Noite. Uma excepcional conquista.

Nesse mesmo dia do Bom Prato a confirmação de que nossa cidade será a primeira a sediar o COI (Centro de Operação Integrada) e Baep (batalhão que reunirá no mesmo local a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), da Polícia Civil.

Agora, é necessário explicar algo. Essas conquistas não vieram ao acaso ou escolha. Nós, em São Bernardo, fizemos nossa parte. Entendemos que este governo atende projetos. Ou seja, é necessário apresentar e fundamentar ações para que os mesmos sejam atendidos. Com as mesmas rapidez e seriedade. Na semana passada, outro valioso avanço. A distribuição de medicação de alto custo agora ocorrerá em nosso Poupatempo. São 12 mil pessoas de São Bernardo que usufruirão deste benefício.

Foi aqui também em São Bernardo, durante o nosso Congresso Automotivo, que o secretário estadual da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou a iniciativa que vai permitir que as empresas utilizem créditos de ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) na compra de itens de ferramentaria do Estado.

E diante das dificuldades também tivemos a aliança do governador. Depois da condução desastrosa dos dirigentes da fábrica da Ford. Doria se colocou ao lado dos trabalhadores. Outro impacto importante: Doria assumirá desapropriação da área para a construção do Piscinão Jaboticabal. Ação primordial e há tanto pedida para combate às enchentes. Na mobilidade, a contratação de melhorias no pavimento da Índio Tibiriçá. Por meio da Sabesp, foi iniciada renovação de 171,6 quilômetros de tubulações de água em São Bernardo. Assim, 100 dias de Doria com avanços para São Bernardo. Podem ter certeza que não vai parar por aí. Novas conquistas virão.

Orlando Morando é prefeito de São Bernardo.

Palavra do leitor

Trapalhão
Nas ultimas eleições presidenciais, eu – como muitos – votei contra a corrupção, pela mudança, pela ética, pelo nacionalismo, pela ordem, pelo progresso, ou seja, por um projeto de Nação, onde pudéssemos ser vistos e inclusos nesse processo. Contudo, passados apenas três meses o que se observa é confusão generalizada, que beira ao caos. Mudanças de ministros e altos funcionários têm sido rotina. Este governo já tem recorde do maior índice de rejeição das ultimas décadas – 30%. Valei-me, Deus!
Nelson Chada
Santo André

Resposta
Sobre a carta do leitor José Alfeu Pagoto (Semasa, ontem), o Semasa esclarece que, por força de lei federal, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, pilhas e baterias devem ser recebidas para descarte pelo fabricante, dentro da chamada logística reversa. Por este motivo, desde outubro de 2018 as estações de coleta do Semasa e os demais pontos do município que possuíam tambores de recolhimento da autarquia deixaram de aceitar este tipo de resíduo. Em contrapartida, a organização Green Eletron, entidade que reúne fabricantes do produto, passou a receber os materiais gratuitamente, como determina a lei. Endereços de recebimento da Green Eletron em Santo André estão fixados em todas as estações de coleta do Semasa, mas também podem ser conferidos no site da organização.
Semasa

Defensor
Mais uma vez o leitor Donaldo Dagnone vem a esta Palavra do Leitor defender Bolsonaro, mas não consegue fazer isso sem falar de Lula (Viúvos de Lula, dia 9). Respeito todos os pensamentos, mas discordo categoricamente dele, até porque, seu texto foge da realidade dada a grande ‘forçada de barra’ para expressar seu parecer. Diz ele que não votou em Bolsonaro, que votou em Alckmin. Votou em Bolsonaro, sim. Que eu saiba, Alckmin não foi para o segundo turno. Diz que em 90 dias não resolve problemas deixados pelos 16 anos do PT. Todos sabemos que o PT presidiu durante 12 anos, no 13º foram só pautas bomba, pois Aécio Neves, presidente do Senado, e Eduardo Cunha, mandatário da Câmara, não aceitaram a derrota nas urnas e se juntaram para derrubar Dilma.
Alencar Marcon
Santo André

Exemplo
Zilda Arns, médica missionária, irmã do cardeal Paulo Evaristo Arns, perdeu a vida no Haiti, onde se encontrava socorrendo crianças, quando um terremoto eclodiu. É preciso que este fato não seja esquecido. Deve servir de exemplo, sobretudo aos jovens.
João Baptista Herkenhoff
Espírito Santo (ES)

CNH
Governo quer dobrar limite de pontos e prazo de validade da CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Ora, melhor do que dobrar seria aumentar o limite para 100 pontos, e dessa forma ninguém teria o documento Cassado. Com ironia, por favor!
Maria Elisa Santos
Capital

Indecisão
Claro que o senhor Alcolumbre está indeciso sobre encaminhar processo de impeachment contra quem quer que seja do Supremo Tribunal Federal. Até porque, o presidente da Câmara Federal irá precisar muito daqueles senhores quando o processo que ali tramita contra sua pessoa entrar em pauta para ser julgado, mesmo que tal julgamento seja só para inglês ver. É a chamada ‘Lei de Murici’, cada um cuida de si!
Eleonora Samara
Capital 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Doria e muito trabalho por S.Bernardo

Do Diário do Grande ABC

11/04/2019 | 12:05


Artigo

O governo João Doria completou, ontem, dia 10, os 100 primeiros dias de trabalho à frente do Palácio dos Bandeirantes imprimindo um tempo de transformações para São Paulo. Especificamente, em São Bernardo, os avanços foram muitos. Como prefeito e cidadão destaco que tamanha efetividade tem sido significante para almejarmos a condução do Estado como o impulsor de todo o País.

Entretanto, antes de elencar aqui todos os avanços, é preciso lembrar de todo o processo eleitoral, em outubro. Um dos mais duros embates e que colocou à prova a união de um grupo que acreditou neste projeto. Hoje, muitos que estavam do outro lado já se convenceram de que o trabalho sério está com João Doria. Em menos de 15 dias à frente do Estado, Doria estava aqui em São Bernardo para inaugurar o inédito Restaurante Bom Prato Dia e Noite. Uma excepcional conquista.

Nesse mesmo dia do Bom Prato a confirmação de que nossa cidade será a primeira a sediar o COI (Centro de Operação Integrada) e Baep (batalhão que reunirá no mesmo local a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), da Polícia Civil.

Agora, é necessário explicar algo. Essas conquistas não vieram ao acaso ou escolha. Nós, em São Bernardo, fizemos nossa parte. Entendemos que este governo atende projetos. Ou seja, é necessário apresentar e fundamentar ações para que os mesmos sejam atendidos. Com as mesmas rapidez e seriedade. Na semana passada, outro valioso avanço. A distribuição de medicação de alto custo agora ocorrerá em nosso Poupatempo. São 12 mil pessoas de São Bernardo que usufruirão deste benefício.

Foi aqui também em São Bernardo, durante o nosso Congresso Automotivo, que o secretário estadual da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou a iniciativa que vai permitir que as empresas utilizem créditos de ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) na compra de itens de ferramentaria do Estado.

E diante das dificuldades também tivemos a aliança do governador. Depois da condução desastrosa dos dirigentes da fábrica da Ford. Doria se colocou ao lado dos trabalhadores. Outro impacto importante: Doria assumirá desapropriação da área para a construção do Piscinão Jaboticabal. Ação primordial e há tanto pedida para combate às enchentes. Na mobilidade, a contratação de melhorias no pavimento da Índio Tibiriçá. Por meio da Sabesp, foi iniciada renovação de 171,6 quilômetros de tubulações de água em São Bernardo. Assim, 100 dias de Doria com avanços para São Bernardo. Podem ter certeza que não vai parar por aí. Novas conquistas virão.

Orlando Morando é prefeito de São Bernardo.

Palavra do leitor

Trapalhão
Nas ultimas eleições presidenciais, eu – como muitos – votei contra a corrupção, pela mudança, pela ética, pelo nacionalismo, pela ordem, pelo progresso, ou seja, por um projeto de Nação, onde pudéssemos ser vistos e inclusos nesse processo. Contudo, passados apenas três meses o que se observa é confusão generalizada, que beira ao caos. Mudanças de ministros e altos funcionários têm sido rotina. Este governo já tem recorde do maior índice de rejeição das ultimas décadas – 30%. Valei-me, Deus!
Nelson Chada
Santo André

Resposta
Sobre a carta do leitor José Alfeu Pagoto (Semasa, ontem), o Semasa esclarece que, por força de lei federal, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, pilhas e baterias devem ser recebidas para descarte pelo fabricante, dentro da chamada logística reversa. Por este motivo, desde outubro de 2018 as estações de coleta do Semasa e os demais pontos do município que possuíam tambores de recolhimento da autarquia deixaram de aceitar este tipo de resíduo. Em contrapartida, a organização Green Eletron, entidade que reúne fabricantes do produto, passou a receber os materiais gratuitamente, como determina a lei. Endereços de recebimento da Green Eletron em Santo André estão fixados em todas as estações de coleta do Semasa, mas também podem ser conferidos no site da organização.
Semasa

Defensor
Mais uma vez o leitor Donaldo Dagnone vem a esta Palavra do Leitor defender Bolsonaro, mas não consegue fazer isso sem falar de Lula (Viúvos de Lula, dia 9). Respeito todos os pensamentos, mas discordo categoricamente dele, até porque, seu texto foge da realidade dada a grande ‘forçada de barra’ para expressar seu parecer. Diz ele que não votou em Bolsonaro, que votou em Alckmin. Votou em Bolsonaro, sim. Que eu saiba, Alckmin não foi para o segundo turno. Diz que em 90 dias não resolve problemas deixados pelos 16 anos do PT. Todos sabemos que o PT presidiu durante 12 anos, no 13º foram só pautas bomba, pois Aécio Neves, presidente do Senado, e Eduardo Cunha, mandatário da Câmara, não aceitaram a derrota nas urnas e se juntaram para derrubar Dilma.
Alencar Marcon
Santo André

Exemplo
Zilda Arns, médica missionária, irmã do cardeal Paulo Evaristo Arns, perdeu a vida no Haiti, onde se encontrava socorrendo crianças, quando um terremoto eclodiu. É preciso que este fato não seja esquecido. Deve servir de exemplo, sobretudo aos jovens.
João Baptista Herkenhoff
Espírito Santo (ES)

CNH
Governo quer dobrar limite de pontos e prazo de validade da CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Ora, melhor do que dobrar seria aumentar o limite para 100 pontos, e dessa forma ninguém teria o documento Cassado. Com ironia, por favor!
Maria Elisa Santos
Capital

Indecisão
Claro que o senhor Alcolumbre está indeciso sobre encaminhar processo de impeachment contra quem quer que seja do Supremo Tribunal Federal. Até porque, o presidente da Câmara Federal irá precisar muito daqueles senhores quando o processo que ali tramita contra sua pessoa entrar em pauta para ser julgado, mesmo que tal julgamento seja só para inglês ver. É a chamada ‘Lei de Murici’, cada um cuida de si!
Eleonora Samara
Capital 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;