Fechar
Publicidade

Sábado, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Para Joice Hasselmann, acesso a dados fiscais de Bolsonaro é 'gravíssimo'

Valter Campanato/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


05/04/2019 | 20:42


A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que o acesso irregular a dados fiscais do presidente Jair Bolsonaro e familiares é "gravíssimo" e significa roubo de dados do mandatário.

"É gravíssimo. Isso é caso de polícia. É roubar dados fiscais do presidente", disse.

A Receita Federal identificou que dois servidores do órgão acessaram as informações irregularmente. Em nota, a Receita informou que abriu sindicância para apurar as circunstâncias do acesso e concluiu que não havia motivação legal para o acesso. O órgão notificou a Polícia Federal e abriu procedimento para apurar a "responsabilidade funcional" dos envolvidos.

A Receita não informou quais integrantes da família Bolsonaro tiveram seus dados acessados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Para Joice Hasselmann, acesso a dados fiscais de Bolsonaro é 'gravíssimo'


05/04/2019 | 20:42


A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que o acesso irregular a dados fiscais do presidente Jair Bolsonaro e familiares é "gravíssimo" e significa roubo de dados do mandatário.

"É gravíssimo. Isso é caso de polícia. É roubar dados fiscais do presidente", disse.

A Receita Federal identificou que dois servidores do órgão acessaram as informações irregularmente. Em nota, a Receita informou que abriu sindicância para apurar as circunstâncias do acesso e concluiu que não havia motivação legal para o acesso. O órgão notificou a Polícia Federal e abriu procedimento para apurar a "responsabilidade funcional" dos envolvidos.

A Receita não informou quais integrantes da família Bolsonaro tiveram seus dados acessados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;