Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Gerente de banco em Diadema é liberado sem ferimentos após bomba amarrada no tornozelo

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Funcionário foi interceptado por bandidos antes de ir trabalhar em agência do Santander


Vanessa Soares
Do Diário do Grande ABC

05/04/2019 | 10:40


Atualizada às 15h44

O gerente da agência do banco Santander na Avenida Lico Maia, em Diadema, que teve uma bomba amarrada ao tornozelo após ser interceptado por dois bandidos quando saía de casa para trabalhar na manhã desta sexta-feira (5), foi liberado sem ferimentos após o Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) conseguir bloquear os sinais de acionamento remoto de detonação e retirá-lo de seu corpo.

O Gate comprovou que se tratava de explosivos verdadeiros e seguiu protocolo padrão, detonando a bomba no local. O material foi encaminhado para perícia.

O gerente contou para as equipes policiais que após prenderem o artefato em seu tornozelo, os bandidos deram ordens para que ele fosse até o banco buscar dinheiro sob ameaça de explodirem a bomba. Os funcionários desconfiaram do comportamento estranho e acionaram a polícia após receberem mensagem de código de agência liberada.

Ninguém foi preso. O caso foi encaminhado para o 4º DP (Eldorado) de Diadema que irá conduzir as investigações após o caso ser registrado.

Em nota, o banco Santander diz que lamenta o ocorrido e completa: “ O banco está prestando assistência ao funcionário e colabora com as investigações policiais.”

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Gerente de banco em Diadema é liberado sem ferimentos após bomba amarrada no tornozelo

Funcionário foi interceptado por bandidos antes de ir trabalhar em agência do Santander

Vanessa Soares
Do Diário do Grande ABC

05/04/2019 | 10:40


Atualizada às 15h44

O gerente da agência do banco Santander na Avenida Lico Maia, em Diadema, que teve uma bomba amarrada ao tornozelo após ser interceptado por dois bandidos quando saía de casa para trabalhar na manhã desta sexta-feira (5), foi liberado sem ferimentos após o Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) conseguir bloquear os sinais de acionamento remoto de detonação e retirá-lo de seu corpo.

O Gate comprovou que se tratava de explosivos verdadeiros e seguiu protocolo padrão, detonando a bomba no local. O material foi encaminhado para perícia.

O gerente contou para as equipes policiais que após prenderem o artefato em seu tornozelo, os bandidos deram ordens para que ele fosse até o banco buscar dinheiro sob ameaça de explodirem a bomba. Os funcionários desconfiaram do comportamento estranho e acionaram a polícia após receberem mensagem de código de agência liberada.

Ninguém foi preso. O caso foi encaminhado para o 4º DP (Eldorado) de Diadema que irá conduzir as investigações após o caso ser registrado.

Em nota, o banco Santander diz que lamenta o ocorrido e completa: “ O banco está prestando assistência ao funcionário e colabora com as investigações policiais.”

 

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;