Fechar
Publicidade

Sábado, 24 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Criminosos atacam três torres de energia no Ceará

Marcello Casal Jr/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


02/04/2019 | 15:56


Após dois meses de trégua, criminosos colocaram explosivos em três torres de transmissão de energia elétrica da Companhia Hidrelétrica Vale do São Francisco (Chesf) no Estado entre a noite de segunda-feira, 1º, e madrugada desta terça, 2. Os alvos foram duas torres de Pacatuba, na Região Metropolitana, e uma torre no bairro Pici, em Fortaleza.

Os explosivos foram detonados pelo esquadrão antibomba da Polícia Militar do Ceará no entorno da rodovia estadual CE 060. As explosões não causaram danos às torres.

Os atentados ocorrem dois meses após o registro de mais de 300 ataques no Estado. A Secretaria da Segurança Pública do Ceará investiga a volta dos ataques, tentando identificar os autores. A principal suspeita é de reação de facções contra a ordem dada pela Secretaria de Administração Penitenciária de transferir líderes de organizações criminosas de presídios cearenses para presídios federais de segurança máxima.

Em janeiro e fevereiro, o Estado recebeu reforço de 400 homens e mulheres da Força de Segurança Nacional. A Força deixou o Ceará no final de fevereiro, quando as facções deram uma trégua. No período, as forças de segurança estadual e federal prenderam mais de 400 suspeitos de participar dos ataques.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Criminosos atacam três torres de energia no Ceará


02/04/2019 | 15:56


Após dois meses de trégua, criminosos colocaram explosivos em três torres de transmissão de energia elétrica da Companhia Hidrelétrica Vale do São Francisco (Chesf) no Estado entre a noite de segunda-feira, 1º, e madrugada desta terça, 2. Os alvos foram duas torres de Pacatuba, na Região Metropolitana, e uma torre no bairro Pici, em Fortaleza.

Os explosivos foram detonados pelo esquadrão antibomba da Polícia Militar do Ceará no entorno da rodovia estadual CE 060. As explosões não causaram danos às torres.

Os atentados ocorrem dois meses após o registro de mais de 300 ataques no Estado. A Secretaria da Segurança Pública do Ceará investiga a volta dos ataques, tentando identificar os autores. A principal suspeita é de reação de facções contra a ordem dada pela Secretaria de Administração Penitenciária de transferir líderes de organizações criminosas de presídios cearenses para presídios federais de segurança máxima.

Em janeiro e fevereiro, o Estado recebeu reforço de 400 homens e mulheres da Força de Segurança Nacional. A Força deixou o Ceará no final de fevereiro, quando as facções deram uma trégua. No período, as forças de segurança estadual e federal prenderam mais de 400 suspeitos de participar dos ataques.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;