Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Como escolher o destino certo para fazer intercâmbio

Redação

02/04/2019 | 08:18


Escolher o destino certo para fazer intercâmbio, seja de longa ou curta duração, é o caminho mais certeiro para aliar uma boa experiência cultural ao aprendizado de um idioma ou curso de especialização.

Siga a cobertura de nossos repórteres por todo o mundo, diariamente, no Instagram @rotadeferias, com direito a belas fotos e stories curiosos.

Divulgação

Na hora de escolher o destino, vale levar em consideração o tipo de experiência que deseja encontrar

Qual é o destino certo para fazer intercâmbio

Mais do que a escola em si, escolher o destino certo para fazer intercâmbio é algo de suma importância, já que as opções são vastas e incluem desde decidir por dias rodeados por praias paradisíacas na Austrália até esbarrar em ruínas milenares na Itália.

Itália

Os dias dos alunos que vivem em Roma, na Itália, podem ser recheados de passeios de bespa, boa culinária em restaurantes e gelaterias, apresentações musicais e visitas a destinos históricos, como a Capela Sistina e o Coliseu.

O encontro do antigo e do novo faz parte da cultura local e extrapola as fronteiras da capital. Por isso, nos dias livres, é possível conhecer o romantismo de Veneza e Verona, a beleza dos campos da Toscana, a moda de Milão e o litoral da Costa Amalfitana e Cinque Terre. Tudo isso com simples viagens de trem.

LEIA MAIS: INTERCÂMBIO: DESCUBRA QUAL É O MELHOR TIPO DE ACOMODAÇÃO PARA VOCÊ
DICAS PARA ECONOMIZAR NO INTERCÂMBIO E APROVEITAR A VIAGEM

Austrália

Para quem busca aprender inglês, mas não quer abrir mão do sol e calor, o ideal é correr para a Oceania, famosa pela diversidade cultural e educação de excelência.

Na Austrália, as cidades de Brisbane, Perth e Sydney são exemplos da união perfeita entre centros urbanos modernos e cenários naturais. Aulas de surfe, mergulho entre corais, acampamento, degustação de vinhos e frutos do mar, bem como excursões para saber mais dos costumes aborígenes, estão entre os itens que podem fazer parte da rotina de quem vai para lá.

Nova Zelândia

Já a Nova Zelândia, conhecida como a capital mundial da aventura, conta com atividades que incluem visitas a vulcões e geleiras, caminhadas na floresta e passeios de caiaque no Oceano Pacífico.

Além disso, o país tem paisagens cinematográficas, algumas delas usadas como cenário de filmes como “O Hobbit”, “Senhor dos Anéis” e “Avatar”. Um programa imperdível por lá é assistir à tradicional dança maori em uma partida de rúgbi da seleção nacional All Blacks.

Canadá

Outra possibilidade para estudantes de inglês de diversas idades é o Canadá, segundo maior país do mundo e detentor de uma das mais altas qualidades de vida do planeta.

Toronto tem uma atmosfera vibrante, destacada pela vida noturna agitada e pelos elegantes arranha-céus. Próximo à cidade ficam as famosas Cataratas do Niágara e, um pouco mais distante, o Parque Nacional Banff, onde é possível ver as luzes da aurora boreal.

Em Vancouver, as pistas de esqui e praias urbanas ficam sempre lotadas no inverno e no verão, respectivamente, assim como as ruas do bairro de Chinatown, ponto dos melhores restaurantes de comida asiática.

Inglaterra

Ainda no Hemisfério Norte, a Inglaterra é outra possibilidade de destino. Londres é uma cidade democrática com variedade enorme de museus, galerias, pubs, lojas, mercados, estúdios musicais e atrações esportivas.

A capital da Inglaterra tem mais de 8 milhões de árvores. Por isso, estudar sob a sombra de uma delas em um dos vários parques é passeio obrigatório.

Para quem gosta de acompanhar o glamour da família real mais famosa do mundo, vale também conhecer os palácios de Buckingham e Kensington.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;