Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Como o 5G resolverá os problemas de congestionamento das redes móveis atuais

Segundo relatório, em 77 países estudados, velocidades de download 4G estão entre 31,2 Mbps e 5,8 Mbps

Da Redação, com assessoria

25/03/2019 | 09:48


O último relatório da Opensignal, empresa focada em análises da experiência móvel do consumidor, mostra que, em 77 países estudados, as velocidades de download 4G estão entre 31,2 Mbps e 5,8 Mbps, comparando a hora mais rápida com a mais lenta do dia.

Ao longo de 24h, a análise da Opensignal mostra como a velocidade 4G diminui quando a maioria das pessoas está acordada. Essa queda nas velocidades indica a pressão de milhões de usuários simultâneos com os quais as operadoras devem lidar.

Enquanto a maioria dos países experimenta velocidades mais lentas entre às 9 e às 11 da noite – provavelmente por causa do uso de plataformas de entretenimento –, no Brasil o tempo mais lento do dia é das 8 às 9 da noite, quando as velocidades de download atingem 16,4 Mbps.

Leia mais
Conheça ferramentas para medir a velocidade da internet fixa e móvel
Não gaste o 3G: conheça aplicativos que oferecem senhas e redes Wi-Fi próximas a você
Quais as diferenças entre 4.5G, 4G Max, 4G+ e o 4G convencional?

Velocidades médias na América Latina

O Equador teve as velocidades mais rápidas na hora mais movimentada do dia. Mesmo quando suas redes estavam mais congestionadas, as operadoras conseguiram manter a velocidade de 20,4 Mbps. Mas, embora o país tenha conseguido entregar velocidades rápidas em todas as horas do dia, não foi o mais consistente dos latino-americanos analisados pela Opensignal.

O país mais consistente da América Latina foi a Costa Rica. Suas velocidades aumentaram 50% entre os tempos mais lentos e mais rápidos. As redes do país podem ser geralmente mais lentas que as de seus vizinhos, mas conseguiram manter as oscilações da velocidade sob controle.

O Brasil e o México foram casos interessantes, pois tinham faixas virtualmente idênticas de velocidade ao longo do dia: 16 Mbps na extremidade mais baixa e 28 Mbps na extremidade alta. Mas, no geral, o México foi mais rápido. A velocidade média de download de 4G no país em 24 horas foi de 20,1 Mbps, enquanto a média brasileira foi de 18,6 Mbps.

Isso que os dois países são consistentes de maneiras diferentes. O México conseguiu manter suas velocidades médias mais próximas de suas velocidades ideais, enquanto o Brasil fez um trabalho melhor, garantindo que as velocidades na hora mais congestionada do dia não estivessem longe de sua média. A Colômbia e a Argentina também se destacaram neste ponto. Suas velocidades mais baixas foram apenas 2 Mbps mais baixas que suas velocidades médias.

O Chile, entretanto, foi o mais inconsistente dos países latino-americanos examinados. Ao longo do dia, as velocidades de download caíram em 23,6 Mbps.

Congestionamento evidente nas cidades

Essas grandes flutuações de download de 4G são provavelmente causadas pelo congestionamento na rede, já que as velocidades mais baixas sempre ocorrem quando a demanda por dados móveis é mais alta. A questão é exacerbada em áreas urbanas. As grande cidades geralmente têm as tecnologias 4G mais recentes implantadas e, portanto, devem oferecer as velocidades mais rápidas. Durante o dia e a noite, as velocidades caem drasticamente, destacando a falha das atuais redes móveis para oferecer uma experiência consistente.

Em Brasília (DF), por exemplo, a velocidade média de download é de 21,3 Mbps, enquanto à noite – a hora mais congestionada do dia – pode chegar a 19,3 Mbps. No tempo mais rápido, quando a maioria está dormindo, é 34,7 Mbps.

Como 5G pode resolver o problema

O 5G normalmente é elogiado por sua velocidade, porém, mais significativamente, a rede móvel fornecerá uma base sólida de capacidade que resolverá as flutuações extremas que vemos nas velocidades de 4G atualmente.

O 5G trará novas capacidades para ajudar nessas amplas variações de velocidade ao longo do dia. A tecnologia não apenas fornecerá velocidades mais rápidas, mas possibilitará cobertura de capacidade, construída com novas bandas de espectro de alta frequência e alta largura de banda que ajudarão a mitigar o ciclo diário de congestionamento que vemos nas redes 4G atuais. Os serviços 5G suportarão mais usuários simultâneos em velocidades muito rápidas.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Aproveite para conferir uma retrospectiva com os fatos mais marcantes envolvendo a internet desde quando ela ainda dava seus primeiros passos:

 
 

  • - 2005 - Surge na internet o YouTube | Crédito: Reprodução

<
>

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;