Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Presidente precisa parar de falar que é contra a reforma, diz Maia



23/03/2019 | 11:41


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse a jornalistas na manhã deste sábado, 23, que o presidente Jair Bolsonaro tem de parar de dizer que é contrário à proposta de reforma da Previdência. Na avaliação do deputado federal, o posicionamento do presidente atrapalha a tramitação da proposta e gera insegurança. Ele afirmou ainda que não foi procurado pelo presidente após a tensão instalada nesta semana entre o Palácio do Planalto e o Congresso em relação à proposta.

"Não me ligou, não terá encontro, não preciso de encontro. Ele não precisa me convencer a ser a favor da Previdência. O Paulo Guedes (ministro da Economia) é que precisa continuar a convencer ele a ser a favor da Previdência", afirmou. Maia falou com jornalistas antes de participar de um congresso do PPS, em Brasília.

"Quem precisa conversar é ele com sua equipe econômica para parar de falar que é contra a Previdência. Ele não pode ser contra algo que vai mudar a vida dos brasileiros para melhor, ele não pode ser contra algo que vai fazer o Brasil crescer e a gerar emprego, o que ele precisa é ter convicção", disse.

Renovação

Maia declarou ainda que Bolsonaro precisa mostrar que tem novas propostas a serem apresentadas ao País. "Esperamos que, a partir de amanhã, com ele no Brasil, ele chame deputado, que ele explique o que ele quer, o que ele defende além da Previdência, como ele vai enfrentar a pobreza com algum projeto diferente do PT, como vai cuidar da habitação brasileira em algum projeto diferente do PT. Senão a gente vai achar que os governos são muito parecidos, porque até agora ninguém propôs nada diferente do que o PT construiu nos últimos 13 anos."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Presidente precisa parar de falar que é contra a reforma, diz Maia


23/03/2019 | 11:41


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse a jornalistas na manhã deste sábado, 23, que o presidente Jair Bolsonaro tem de parar de dizer que é contrário à proposta de reforma da Previdência. Na avaliação do deputado federal, o posicionamento do presidente atrapalha a tramitação da proposta e gera insegurança. Ele afirmou ainda que não foi procurado pelo presidente após a tensão instalada nesta semana entre o Palácio do Planalto e o Congresso em relação à proposta.

"Não me ligou, não terá encontro, não preciso de encontro. Ele não precisa me convencer a ser a favor da Previdência. O Paulo Guedes (ministro da Economia) é que precisa continuar a convencer ele a ser a favor da Previdência", afirmou. Maia falou com jornalistas antes de participar de um congresso do PPS, em Brasília.

"Quem precisa conversar é ele com sua equipe econômica para parar de falar que é contra a Previdência. Ele não pode ser contra algo que vai mudar a vida dos brasileiros para melhor, ele não pode ser contra algo que vai fazer o Brasil crescer e a gerar emprego, o que ele precisa é ter convicção", disse.

Renovação

Maia declarou ainda que Bolsonaro precisa mostrar que tem novas propostas a serem apresentadas ao País. "Esperamos que, a partir de amanhã, com ele no Brasil, ele chame deputado, que ele explique o que ele quer, o que ele defende além da Previdência, como ele vai enfrentar a pobreza com algum projeto diferente do PT, como vai cuidar da habitação brasileira em algum projeto diferente do PT. Senão a gente vai achar que os governos são muito parecidos, porque até agora ninguém propôs nada diferente do que o PT construiu nos últimos 13 anos."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;