Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O ‘Leão’ já chegou; você está pronto?


Do Diário do Grande ABC

19/03/2019 | 09:40


Artigo

A hora de prestar contas para a Receita Federal já chegou. Devemos passar a casa dos 30 milhões de brasileiros que serão obrigados a encarar o Leão! O prazo de entrega teve início no dia 7 de março e vai até 30 de abril. Em geral, precisam declarar contribuintes que obtiveram rendimento superior a R$ 28.559,70 em 2018, quem obteve ganho de capital pela alienação de bens e direitos, negociou em bolsa de valores, recebeu rendimentos isentos – não tributáveis ou tributados na fonte (como indenização trabalhista ou rendimento de poupança) acima de R$ 40 mil em 2018 – ou que tenham bens com valor acima de R$ 300 mil, entre outras situações mais específicas.

Entre principais novidades está exigência de CPF para dependentes: todos estes, mesmo abaixo de 8 anos, como foi na última declaração, precisam ter CPF, sem exceção. Também há obrigatoriedade do preenchimento com dados completos da instituição financeira (CNPJ – Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – e bancários). Neste ano, o processamento da declaração ficou mais rápido: é possível saber se caiu em malha fina 24 horas após a entrega da declaração. A Receita postergou obrigatoriedade de informações complementares sobre posse de veículos (exemplo Renavam) e imóveis (data de aquisição, área do imóvel, número de registro, por exemplo) para o ano que vem.

São vários motivos para iniciar a preparação agora. O primeiro é não deixar de cumprir o prazo, pois há multa mínima de R$ 165,74, que pode chegar a 20% sobre o valor do imposto. O segundo motivo é a quantidade de itens que até então não eram obrigatórios e passam a ser neste ano – então, quanto antes se preparar, mais tempo para correr atrás. Não dá para descartar também eventuais congestionamentos na internet nos últimos dias, que pode trazer dificuldade na entrega e processamento da declaração. Por último, podemos citar os casos de restituição. Quem envia primeiro tem grandes chances de receber o valor antes, a partir do segundo lote, provavelmente em julho de 2019.

O atual governo estuda diversas mudanças no ambiente tributário brasileiro. Uma das expectativas é atualizar a tabela de imposto de renda. De acordo com levantamento feito pelo Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal), a defasagem chega a 95,46% se comparada à inflação oficial (IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo) acumulada de 1996 a 2018 e as correções da tabela realizadas pela Receita no mesmo período. A última alteração na tabela de IRPF foi em 2015. Os cidadãos brasileiros pedem por mudanças. Mas enquanto isso não acontece, o recomendado é se comportar para não ser pego pelo Leão!

Marco Aurélio Pitta é coordenador e professor de programas de MBA da Universidade Positivo nas áreas Tributária, Contábil e de Controladoria.

Palavra do leitor

Tudo free – 1
Brasil dispensa visto a turistas dos Estados Unidos e também libera uso da base espacial de Alcântara, no Maranhão, aos norte-americanos. Entrega de uma vez por todas e para sempre o controle da Nação aos Estados Unidos. Parabéns, eleitores de Bolsonaro.
Paulo César T. Ruas
São Bernardo

Tudo free – 2
Ao mesmo tempo em que o presidente dos Estados Unidos briga ferozmente com seu Senado Federal no sentido de aprovar verba para a construção de muro que proteja a nação contra a entrada de todo tipo de indesejáveis por meio de suas fronteiras, em decreto o senhor Jair Bolsonaro libera turistas de Estados Unidos, Austrália, Canadá e Japão a entrar no Brasil sem visto. Quer dizer, não bastasse o verdadeiro exército de bandidos que infesta nosso País, estamos liberando o ingresso de verdadeira horda de tranqueiras vindas dos quatro cantos da Terra. Assim fica difícil!
Maria Elisa Santos
Capital

Tudo free – 3
O presidente Jair Bolsonaro esteve nos Estados Unidos ontem no chamado – ridículo – Dia do Brasil em Washington, e declarou que é preciso ‘resolver a questão da nossa Venezuela’. Afirmou também que o país ‘não pode continuar da maneira que se encontra’. O ‘Bozo’ ainda disse que o povo venezuelano ‘tem que ser libertado’. O Brasil está quebrado, sem educação, segurança, saúde, infraestrutura, com 13 milhões de desempregados, crianças matando e se matando com sua flexibilização ao porte de armas e tantas outros problemas. E esse espírito do mal quer se meter em outros governos? É muito sem noção mesmo! Não consegue nem arrumar o próprio quintal e quer dar pitaco no dos outros? Inacreditável! Nem na época da ditadura militar o Brasil esteve tão mal comandado.
João Arcanjo de Lima
São Caetano

Parabéns!
Parabenizo o leitor Sérgio Antonio Ambrósio pelo seu brilhante texto, com absoluto acerto, publicado nesta Palavra do Leitor deste conceituado Diário (Quem governa?, dia 18). Na verdade, o que esperar de Suprema Corte de Justiça que se deixa vencer por meia dúzia de pseudomagistrados, que se julgam os donos do poder, pretendendo impor a ditadura da impunidade. Nós, brasileiros, já perdemos a confiança total no que podíamos ter de melhor, depois do julgamento prolatado no dia 14 versando sobre caixa dois e outros ilícitos. Hoje não podemos chamar de Suprema Corte esses elementos que tratam somente de seus interesses ou dos seus apadrinhados, sem respeitar a Constituição, pois perderam até mesmo o poder de sustentar seus votos e suas palavras, e mudam conforme suas conveniências. Senhores julgadores que votaram contra anseios do povo brasileiro no dia 14, no processo supracitado, o povo não perdeu nada! O Supremo foi quem perdeu: a confiança que a sociedade tinha nele!
Francisco Emídio Carneiro
São Bernardo

Usurpadores
Cada ex-presidente vivo no Brasil tem direito a oito funcionários, carros e gastos até de viagens ao Exterior, bancados pelos contribuintes. E, como de praxe nesta terra tupiniquim, não falta abuso. Enquanto Fernando Henrique Cardoso mandou fatura de R$ 41 mil de gastos em 2018, a ex-presidente Dilma Rousseff, que quebrou o País e é investigada na Lava Jato, gastou R$ 632 mil, fora o salário, de quase R$ 53 mil por mês, do surrado dinheiro do trabalhador brasileiro. Lula, somente até o início de abril de 2018, em que foi preso, já havia ‘torrado’ R$ 119 mil. E se não fosse presidiário, nesta proporção em 12 meses teria gasto quase R$ 500 mil. Outro ex-presidente que nada representou para o País, o hoje senador Fernando Collor gastou R$ 306 mil. E o velho José Sarney, outros R$ 158 mil. Espero que essa farra de gastos tenha fim.
Paulo Panossian
São Carlos (SP)

Azulão
Com o fiasco do São Caetano no Paulistão, só vexame, necessário que o presidente Nairo Ferreira de Souza explique os motivos que teriam sido responsáveis por tão fraca campanha. O Azulão – está mais para pardalzinho despenado – só não é pior que o São Bento. Lembro-me que dias antes do início do torneio, neste mesmo Diário, ele havia dito que estava montando bom time, que a equipe ‘iria brigar por coisas maiores’. Time ruim, fraco, sem entrosamento, sem jogadas. Laterais que não apoiam, meia que não cria, volante que não combate e atacantes escondidos. Bons tempos em que o Azulão colocava medo até nos chamados grandes, de quando disputava a elite do Brasileirão, a final da Libertadores, a conquista do Paulistão. Hoje é time sofrível, com presidente que não sabe contratar e técnico ruim. Já passou da hora de trocar o comando. Geral!
Alaor Mostafa Amin
São Caetano
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O ‘Leão’ já chegou; você está pronto?

Do Diário do Grande ABC

19/03/2019 | 09:40


Artigo

A hora de prestar contas para a Receita Federal já chegou. Devemos passar a casa dos 30 milhões de brasileiros que serão obrigados a encarar o Leão! O prazo de entrega teve início no dia 7 de março e vai até 30 de abril. Em geral, precisam declarar contribuintes que obtiveram rendimento superior a R$ 28.559,70 em 2018, quem obteve ganho de capital pela alienação de bens e direitos, negociou em bolsa de valores, recebeu rendimentos isentos – não tributáveis ou tributados na fonte (como indenização trabalhista ou rendimento de poupança) acima de R$ 40 mil em 2018 – ou que tenham bens com valor acima de R$ 300 mil, entre outras situações mais específicas.

Entre principais novidades está exigência de CPF para dependentes: todos estes, mesmo abaixo de 8 anos, como foi na última declaração, precisam ter CPF, sem exceção. Também há obrigatoriedade do preenchimento com dados completos da instituição financeira (CNPJ – Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – e bancários). Neste ano, o processamento da declaração ficou mais rápido: é possível saber se caiu em malha fina 24 horas após a entrega da declaração. A Receita postergou obrigatoriedade de informações complementares sobre posse de veículos (exemplo Renavam) e imóveis (data de aquisição, área do imóvel, número de registro, por exemplo) para o ano que vem.

São vários motivos para iniciar a preparação agora. O primeiro é não deixar de cumprir o prazo, pois há multa mínima de R$ 165,74, que pode chegar a 20% sobre o valor do imposto. O segundo motivo é a quantidade de itens que até então não eram obrigatórios e passam a ser neste ano – então, quanto antes se preparar, mais tempo para correr atrás. Não dá para descartar também eventuais congestionamentos na internet nos últimos dias, que pode trazer dificuldade na entrega e processamento da declaração. Por último, podemos citar os casos de restituição. Quem envia primeiro tem grandes chances de receber o valor antes, a partir do segundo lote, provavelmente em julho de 2019.

O atual governo estuda diversas mudanças no ambiente tributário brasileiro. Uma das expectativas é atualizar a tabela de imposto de renda. De acordo com levantamento feito pelo Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal), a defasagem chega a 95,46% se comparada à inflação oficial (IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo) acumulada de 1996 a 2018 e as correções da tabela realizadas pela Receita no mesmo período. A última alteração na tabela de IRPF foi em 2015. Os cidadãos brasileiros pedem por mudanças. Mas enquanto isso não acontece, o recomendado é se comportar para não ser pego pelo Leão!

Marco Aurélio Pitta é coordenador e professor de programas de MBA da Universidade Positivo nas áreas Tributária, Contábil e de Controladoria.

Palavra do leitor

Tudo free – 1
Brasil dispensa visto a turistas dos Estados Unidos e também libera uso da base espacial de Alcântara, no Maranhão, aos norte-americanos. Entrega de uma vez por todas e para sempre o controle da Nação aos Estados Unidos. Parabéns, eleitores de Bolsonaro.
Paulo César T. Ruas
São Bernardo

Tudo free – 2
Ao mesmo tempo em que o presidente dos Estados Unidos briga ferozmente com seu Senado Federal no sentido de aprovar verba para a construção de muro que proteja a nação contra a entrada de todo tipo de indesejáveis por meio de suas fronteiras, em decreto o senhor Jair Bolsonaro libera turistas de Estados Unidos, Austrália, Canadá e Japão a entrar no Brasil sem visto. Quer dizer, não bastasse o verdadeiro exército de bandidos que infesta nosso País, estamos liberando o ingresso de verdadeira horda de tranqueiras vindas dos quatro cantos da Terra. Assim fica difícil!
Maria Elisa Santos
Capital

Tudo free – 3
O presidente Jair Bolsonaro esteve nos Estados Unidos ontem no chamado – ridículo – Dia do Brasil em Washington, e declarou que é preciso ‘resolver a questão da nossa Venezuela’. Afirmou também que o país ‘não pode continuar da maneira que se encontra’. O ‘Bozo’ ainda disse que o povo venezuelano ‘tem que ser libertado’. O Brasil está quebrado, sem educação, segurança, saúde, infraestrutura, com 13 milhões de desempregados, crianças matando e se matando com sua flexibilização ao porte de armas e tantas outros problemas. E esse espírito do mal quer se meter em outros governos? É muito sem noção mesmo! Não consegue nem arrumar o próprio quintal e quer dar pitaco no dos outros? Inacreditável! Nem na época da ditadura militar o Brasil esteve tão mal comandado.
João Arcanjo de Lima
São Caetano

Parabéns!
Parabenizo o leitor Sérgio Antonio Ambrósio pelo seu brilhante texto, com absoluto acerto, publicado nesta Palavra do Leitor deste conceituado Diário (Quem governa?, dia 18). Na verdade, o que esperar de Suprema Corte de Justiça que se deixa vencer por meia dúzia de pseudomagistrados, que se julgam os donos do poder, pretendendo impor a ditadura da impunidade. Nós, brasileiros, já perdemos a confiança total no que podíamos ter de melhor, depois do julgamento prolatado no dia 14 versando sobre caixa dois e outros ilícitos. Hoje não podemos chamar de Suprema Corte esses elementos que tratam somente de seus interesses ou dos seus apadrinhados, sem respeitar a Constituição, pois perderam até mesmo o poder de sustentar seus votos e suas palavras, e mudam conforme suas conveniências. Senhores julgadores que votaram contra anseios do povo brasileiro no dia 14, no processo supracitado, o povo não perdeu nada! O Supremo foi quem perdeu: a confiança que a sociedade tinha nele!
Francisco Emídio Carneiro
São Bernardo

Usurpadores
Cada ex-presidente vivo no Brasil tem direito a oito funcionários, carros e gastos até de viagens ao Exterior, bancados pelos contribuintes. E, como de praxe nesta terra tupiniquim, não falta abuso. Enquanto Fernando Henrique Cardoso mandou fatura de R$ 41 mil de gastos em 2018, a ex-presidente Dilma Rousseff, que quebrou o País e é investigada na Lava Jato, gastou R$ 632 mil, fora o salário, de quase R$ 53 mil por mês, do surrado dinheiro do trabalhador brasileiro. Lula, somente até o início de abril de 2018, em que foi preso, já havia ‘torrado’ R$ 119 mil. E se não fosse presidiário, nesta proporção em 12 meses teria gasto quase R$ 500 mil. Outro ex-presidente que nada representou para o País, o hoje senador Fernando Collor gastou R$ 306 mil. E o velho José Sarney, outros R$ 158 mil. Espero que essa farra de gastos tenha fim.
Paulo Panossian
São Carlos (SP)

Azulão
Com o fiasco do São Caetano no Paulistão, só vexame, necessário que o presidente Nairo Ferreira de Souza explique os motivos que teriam sido responsáveis por tão fraca campanha. O Azulão – está mais para pardalzinho despenado – só não é pior que o São Bento. Lembro-me que dias antes do início do torneio, neste mesmo Diário, ele havia dito que estava montando bom time, que a equipe ‘iria brigar por coisas maiores’. Time ruim, fraco, sem entrosamento, sem jogadas. Laterais que não apoiam, meia que não cria, volante que não combate e atacantes escondidos. Bons tempos em que o Azulão colocava medo até nos chamados grandes, de quando disputava a elite do Brasileirão, a final da Libertadores, a conquista do Paulistão. Hoje é time sofrível, com presidente que não sabe contratar e técnico ruim. Já passou da hora de trocar o comando. Geral!
Alaor Mostafa Amin
São Caetano
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;