Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Zagueiro Luiz Felipe admite salário atrasado, mas minimiza problema no Santos

Ivan Storti/Santos FC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


18/03/2019 | 11:38


O zagueiro Luiz Felipe admitiu nesta segunda-feira pela manhã que o Santos atrasou o pagamento dos salários de fevereiro dos jogadores da equipe, que na última sexta à noite decepcionou ao ser derrotada por 1 a 0 pelo Novorizontino, no estádio do Pacaembu, pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

"Desde quando eu cheguei (ao clube), foram poucas vezes que atrasou (o pagamento dos salários). Do ano passado para cá, não recordo de ter atrasado alguma vez. Esse mês acabou atrasando alguns dias só, até porque tivemos vários feriados no início do mês. A princípio, (os dirigentes) tinham falado que seria (pago) até sexta-feira, mas acabou acontecendo um imprevisto", afirmou o defensor, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé, onde em seguida minimizou a importância do fato.

"Mas não considero isso um atraso ou um problema, atrasou alguns ''dias normais'' e a diretoria já deve estar acertando neste início de semana", reforçou.

A direção santista havia prometido quitar os salários atrasados de fevereiro até a última sexta-feira, justamente o dia em que o time foi superado pelo Novorizontino, e

Luiz Felipe retornou à equipe neste confronto depois de quase um mês fora se recuperando de uma lesão na coxa.

Por causa da derrota para o rival de Novo Horizonte, o Santos deixou a liderança do Grupo A do Paulistão e o topo geral da competição, postos agora ocupados pelo Red Bull Brasil, que na última sexta-feira bateu o São Bento por 3 a 2, em Campinas.

Ao comentar o revés sofrido no Pacaembu, Luiz Felipe afirmou que "a derrota liga um alerta" e enfatizou que "agora é uma fase em que não há margem de erro" para o Santos.

"Temos que corrigir o que erramos para que no mata-mata a gente não volte a cometer esses erros", destacou o zagueiro.

Classificado por antecipação às quartas de final do Paulistão, o time alvinegro vai fechar a sua campanha na primeira fase contra o Botafogo, quarta-feira, às 21h30, em Ribeirão Preto. No mesmo dia e horário, o Red Bull Brasil encara o Guarani, em Campinas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Zagueiro Luiz Felipe admite salário atrasado, mas minimiza problema no Santos


18/03/2019 | 11:38


O zagueiro Luiz Felipe admitiu nesta segunda-feira pela manhã que o Santos atrasou o pagamento dos salários de fevereiro dos jogadores da equipe, que na última sexta à noite decepcionou ao ser derrotada por 1 a 0 pelo Novorizontino, no estádio do Pacaembu, pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

"Desde quando eu cheguei (ao clube), foram poucas vezes que atrasou (o pagamento dos salários). Do ano passado para cá, não recordo de ter atrasado alguma vez. Esse mês acabou atrasando alguns dias só, até porque tivemos vários feriados no início do mês. A princípio, (os dirigentes) tinham falado que seria (pago) até sexta-feira, mas acabou acontecendo um imprevisto", afirmou o defensor, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé, onde em seguida minimizou a importância do fato.

"Mas não considero isso um atraso ou um problema, atrasou alguns ''dias normais'' e a diretoria já deve estar acertando neste início de semana", reforçou.

A direção santista havia prometido quitar os salários atrasados de fevereiro até a última sexta-feira, justamente o dia em que o time foi superado pelo Novorizontino, e

Luiz Felipe retornou à equipe neste confronto depois de quase um mês fora se recuperando de uma lesão na coxa.

Por causa da derrota para o rival de Novo Horizonte, o Santos deixou a liderança do Grupo A do Paulistão e o topo geral da competição, postos agora ocupados pelo Red Bull Brasil, que na última sexta-feira bateu o São Bento por 3 a 2, em Campinas.

Ao comentar o revés sofrido no Pacaembu, Luiz Felipe afirmou que "a derrota liga um alerta" e enfatizou que "agora é uma fase em que não há margem de erro" para o Santos.

"Temos que corrigir o que erramos para que no mata-mata a gente não volte a cometer esses erros", destacou o zagueiro.

Classificado por antecipação às quartas de final do Paulistão, o time alvinegro vai fechar a sua campanha na primeira fase contra o Botafogo, quarta-feira, às 21h30, em Ribeirão Preto. No mesmo dia e horário, o Red Bull Brasil encara o Guarani, em Campinas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;