Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Terrorista transmitiu na internet ataque a mesquita na Nova Zelândia



15/03/2019 | 10:17


Parte do atentado contra duas mesquitas em Christchurch, Nova Zelândia, nesta sexta-feira, 15, foi transmitida ao vivo pela internet após a publicação de um manifesto sobre supremacia branca online. O atentado deixou pelo menos 49 pessoas mortas e dezenas de feridos.

As imagens, que foram transmitidas no Facebook, foram aparentemente feitas em câmera usada pelo atirador enquanto este atacava a mesquita Al Noor, no centro da cidade.

O Facebook afirmou que tirou do ar rapidamente a conta do atirador, mas o vídeo de 17 minutos mostrando um homem vestido de preto e atirando contra fiéis com fuzis circula amplamente na web. A polícia neozelandesa disse que trabalha para remover o vídeo da rede e pediu que as pessoas não o compartilhem. (Com agências internacionais).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Terrorista transmitiu na internet ataque a mesquita na Nova Zelândia


15/03/2019 | 10:17


Parte do atentado contra duas mesquitas em Christchurch, Nova Zelândia, nesta sexta-feira, 15, foi transmitida ao vivo pela internet após a publicação de um manifesto sobre supremacia branca online. O atentado deixou pelo menos 49 pessoas mortas e dezenas de feridos.

As imagens, que foram transmitidas no Facebook, foram aparentemente feitas em câmera usada pelo atirador enquanto este atacava a mesquita Al Noor, no centro da cidade.

O Facebook afirmou que tirou do ar rapidamente a conta do atirador, mas o vídeo de 17 minutos mostrando um homem vestido de preto e atirando contra fiéis com fuzis circula amplamente na web. A polícia neozelandesa disse que trabalha para remover o vídeo da rede e pediu que as pessoas não o compartilhem. (Com agências internacionais).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;