Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Homem mata a mulher a facadas no Ferrazópolis

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Crime é terceiro feminicídio registrado no Grande ABC só em 2019


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

10/03/2019 | 16:28


Atualizada às 20h07

Mais um crime de feminicídio – o terceiro só em 2019 – foi registrado na região na madrugada de sábado (9) para domingo (10). O corpo da paraibana Nayara Justino Lima, 26 anos, natural de Uiraúna-PA, foi encontrado em sua casa, na Rua 23 de Abril, no bairro Ferrazópolis, São Bernardo, com ferimentos a facadas. Ela estava perto da cama, no quarto dela, caída sobre um berço. O autor do crime é o seu companheiro Jucelio Alexandre da Silva, 45 anos. 

Segundo o Boletim de Ocorrência registrado no 1º DP (Distrito Policial) de São Bernardo, no Baeta Neves, depois de matar Nayara, Jucelio fugiu com a filha de 4 anos para a cada do irmão Jucivan Alexandre da Silva, 42 anos, onde teria confessado o crime e abandonado a criança antes de fugir. A Polícia Militar foi acionada por volta das 6h30 e quando chegou ao local a vítima estava morta.

Até o fechamento desta edição, Jucelio ainda estava foragido. Apenas a faca usada no crime havia sido apreendida. O caso foi enquadrado como homicídio/feminicídio.

O crime surpreendeu os vizinhos do casal. Sem se identificar, uma moça que mora bem próximo a casa disse que Jucelio sempre foi muito tranquilo e tinha sido visto pela última vez na noite de sábado, junto com a filha. Ela disse que não ouviu gritos e só soube do ocorrido quando viu os carros da Polícia Militar no local. 

Nayara não tem parentes em São Bernardo. Ela morava em sítio em Uiraúna-PA até dezembro de 2018. Os familiares mais próximos moram em São Paulo. A família vai solicitar a transferência do corpo da vítima para a Paraíba. 

OUTROS CASOS SÓ EM 2019

Na madrugada do dia 2 de fevereiro, a médica veterinária Paula Patrícia de Melo, 38 anos, foi assassinada a facadas pelo namorado, Givanilson Valdemir dos Santos, 26, em São Caetano. Um dia depois, a médica cubana Laidys Sosa Ulloa Gonçalves, 37, foi morta com golpes de chave de fenda pelo marido brasileiro, o vigilante Dailton Gonçalves Ferreira, 45, em Mauá.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Homem mata a mulher a facadas no Ferrazópolis

Crime é terceiro feminicídio registrado no Grande ABC só em 2019

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

10/03/2019 | 16:28


Atualizada às 20h07

Mais um crime de feminicídio – o terceiro só em 2019 – foi registrado na região na madrugada de sábado (9) para domingo (10). O corpo da paraibana Nayara Justino Lima, 26 anos, natural de Uiraúna-PA, foi encontrado em sua casa, na Rua 23 de Abril, no bairro Ferrazópolis, São Bernardo, com ferimentos a facadas. Ela estava perto da cama, no quarto dela, caída sobre um berço. O autor do crime é o seu companheiro Jucelio Alexandre da Silva, 45 anos. 

Segundo o Boletim de Ocorrência registrado no 1º DP (Distrito Policial) de São Bernardo, no Baeta Neves, depois de matar Nayara, Jucelio fugiu com a filha de 4 anos para a cada do irmão Jucivan Alexandre da Silva, 42 anos, onde teria confessado o crime e abandonado a criança antes de fugir. A Polícia Militar foi acionada por volta das 6h30 e quando chegou ao local a vítima estava morta.

Até o fechamento desta edição, Jucelio ainda estava foragido. Apenas a faca usada no crime havia sido apreendida. O caso foi enquadrado como homicídio/feminicídio.

O crime surpreendeu os vizinhos do casal. Sem se identificar, uma moça que mora bem próximo a casa disse que Jucelio sempre foi muito tranquilo e tinha sido visto pela última vez na noite de sábado, junto com a filha. Ela disse que não ouviu gritos e só soube do ocorrido quando viu os carros da Polícia Militar no local. 

Nayara não tem parentes em São Bernardo. Ela morava em sítio em Uiraúna-PA até dezembro de 2018. Os familiares mais próximos moram em São Paulo. A família vai solicitar a transferência do corpo da vítima para a Paraíba. 

OUTROS CASOS SÓ EM 2019

Na madrugada do dia 2 de fevereiro, a médica veterinária Paula Patrícia de Melo, 38 anos, foi assassinada a facadas pelo namorado, Givanilson Valdemir dos Santos, 26, em São Caetano. Um dia depois, a médica cubana Laidys Sosa Ulloa Gonçalves, 37, foi morta com golpes de chave de fenda pelo marido brasileiro, o vigilante Dailton Gonçalves Ferreira, 45, em Mauá.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;