Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Absurdo


Marcio Bernardes

21/02/2019 | 10:34


 Absurdo

(São Paulo) - A seleção brasileira deverá jogar dois amistosos na segunda quinzena de março. Um deles, contra o Panamá. Qualquer um, até um desavisado, indicaria que a partida seria no Brasil ou na Cidade do Panamá. Mas não. O jogo será realizado no estádio do Dragão, no Porto.

Esse é um dos legados da administração Ricardo Teixeira. Como se sabe e já foi comentado aqui outras vezes, a CBF fez um contrato de 20 anos com uma empresa árabe- inglesa, que tem a exclusividade e permissão de realizar um número de amistosos da seleção por ano. Essa empresa, a ISE, do Dallah Al Baraka Group, arruma os adversários, providencia hotel, passagens e campos para treinamentos.

Se a própria CBF quiser realizar um jogo qualquer da seleção brasileira aqui em nosso país, precisará contar com a concordância da empresa. É uma vergonha ou não é?!

Se alguém perguntar à Ricardo Teixeira sobre a razão de ele ter vendido os direitos da nossa mais importante instituição esportiva ele dirá que fez um grande negócio. Claro! O negócio, nos 20 anos, ultrapassa os R$ 100 milhões. Mas para realizá-lo, suspeita-se que teve “boi na linha”, também conhecido como “caixa 2” ou propina.

Pobre futebol brasileiro. E é o que estou dizendo; com esse novo Congresso Nacional, vão apurar essas barbaridades.

Surpresa

Levante a mão quem já havia ouvido falar do Avenida-RS. Justamente esse time desconhecido e fraco tecnicamente provocou um susto tremendo na torcida corintiana nesta quarta-feira em Itaquera.

Com 10 minutos de jogo estava 2 x 0 para os gaúchos. Foi sofrido e difícil. No final, veio a goleada de 4 x 2. O resultado não pode esconder que falta muito para o trabalho de Fábio Carille dar resultado. Falhas no miolo de defesa, problemas na articulação de jogadas e nas finalizações deverão ser corrigidos com o tempo. A Fiel torce por isso.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Absurdo

Marcio Bernardes

21/02/2019 | 10:34


 Absurdo

(São Paulo) - A seleção brasileira deverá jogar dois amistosos na segunda quinzena de março. Um deles, contra o Panamá. Qualquer um, até um desavisado, indicaria que a partida seria no Brasil ou na Cidade do Panamá. Mas não. O jogo será realizado no estádio do Dragão, no Porto.

Esse é um dos legados da administração Ricardo Teixeira. Como se sabe e já foi comentado aqui outras vezes, a CBF fez um contrato de 20 anos com uma empresa árabe- inglesa, que tem a exclusividade e permissão de realizar um número de amistosos da seleção por ano. Essa empresa, a ISE, do Dallah Al Baraka Group, arruma os adversários, providencia hotel, passagens e campos para treinamentos.

Se a própria CBF quiser realizar um jogo qualquer da seleção brasileira aqui em nosso país, precisará contar com a concordância da empresa. É uma vergonha ou não é?!

Se alguém perguntar à Ricardo Teixeira sobre a razão de ele ter vendido os direitos da nossa mais importante instituição esportiva ele dirá que fez um grande negócio. Claro! O negócio, nos 20 anos, ultrapassa os R$ 100 milhões. Mas para realizá-lo, suspeita-se que teve “boi na linha”, também conhecido como “caixa 2” ou propina.

Pobre futebol brasileiro. E é o que estou dizendo; com esse novo Congresso Nacional, vão apurar essas barbaridades.

Surpresa

Levante a mão quem já havia ouvido falar do Avenida-RS. Justamente esse time desconhecido e fraco tecnicamente provocou um susto tremendo na torcida corintiana nesta quarta-feira em Itaquera.

Com 10 minutos de jogo estava 2 x 0 para os gaúchos. Foi sofrido e difícil. No final, veio a goleada de 4 x 2. O resultado não pode esconder que falta muito para o trabalho de Fábio Carille dar resultado. Falhas no miolo de defesa, problemas na articulação de jogadas e nas finalizações deverão ser corrigidos com o tempo. A Fiel torce por isso.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;