Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Quatro pessoas ficam feridas em
tiroteio durante operação policial no Rio

Divulgação/tania rego/agência_brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


17/02/2019 | 14:36


Quatro pessoas ficaram feridas no sábado, 16, durante uma operação policial no Complexo da Penha, conjunto de favelas na zona norte do Rio.

Segundo informações da Polícia Militar, agentes do Comando de Polícia Pacificadora deram início a uma incursão no Parque Proletário, por volta das 18h30, após informações de que criminosos estariam preparando drogas para venda. De acordo com os agentes, o automóvel da polícia teria sido recebido a tiros por criminosos, dando início a um tiroteio. Apesar do confronto, ninguém foi preso.

Mais tarde, policiais militares foram acionados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, onde quatro pessoas foram levadas à unidade de saúde vítimas de disparos de arma de fogo.

As vítimas não tiveram suas identidades reveladas, mas havia pelo menos um homem atingido no ombro e uma mulher atingida na mão. "Todos teriam sido alvejados de raspão e sem gravidade", afirmou a PM, em nota.

Segundo o aplicativo Onde Tem Tiroteio-RJ (OTT-RJ), os moradores relataram um tiroteio de mais de cinco horas seguidas na Vila Cruzeiro no sábado. Nova troca de tiros foi ouvida na manhã deste domingo, por conta de uma operação policial, informou o OTT-RJ.

No sábado, o Comando de Policia Pacificadora em conjunto com agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais e Batalhão de Choque realizaram operação nas favelas da Chatuba, Vila Cruzeiro e Parque Proletário motivada por disparos de armas de fogo contra bases policiais, informou a PM.

Foram apreendidos armamentos, munições, drogas, balanças e uma máquina de contar cédulas de dinheiro. O material foi encaminhado para a 22ª Delegacia de Polícia, na Penha.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Quatro pessoas ficam feridas em
tiroteio durante operação policial no Rio


17/02/2019 | 14:36


Quatro pessoas ficaram feridas no sábado, 16, durante uma operação policial no Complexo da Penha, conjunto de favelas na zona norte do Rio.

Segundo informações da Polícia Militar, agentes do Comando de Polícia Pacificadora deram início a uma incursão no Parque Proletário, por volta das 18h30, após informações de que criminosos estariam preparando drogas para venda. De acordo com os agentes, o automóvel da polícia teria sido recebido a tiros por criminosos, dando início a um tiroteio. Apesar do confronto, ninguém foi preso.

Mais tarde, policiais militares foram acionados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, onde quatro pessoas foram levadas à unidade de saúde vítimas de disparos de arma de fogo.

As vítimas não tiveram suas identidades reveladas, mas havia pelo menos um homem atingido no ombro e uma mulher atingida na mão. "Todos teriam sido alvejados de raspão e sem gravidade", afirmou a PM, em nota.

Segundo o aplicativo Onde Tem Tiroteio-RJ (OTT-RJ), os moradores relataram um tiroteio de mais de cinco horas seguidas na Vila Cruzeiro no sábado. Nova troca de tiros foi ouvida na manhã deste domingo, por conta de uma operação policial, informou o OTT-RJ.

No sábado, o Comando de Policia Pacificadora em conjunto com agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais e Batalhão de Choque realizaram operação nas favelas da Chatuba, Vila Cruzeiro e Parque Proletário motivada por disparos de armas de fogo contra bases policiais, informou a PM.

Foram apreendidos armamentos, munições, drogas, balanças e uma máquina de contar cédulas de dinheiro. O material foi encaminhado para a 22ª Delegacia de Polícia, na Penha.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;