Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Pelé. Sempre Pelé


Márcio Bernardes

07/02/2019 | 14:49


 Visito pela primeira vez o Museu Pelé. Localizado no bairro do Valongo, no centro velho de Santos, funciona em um velho prédio restaurado, depois de ter sido símbolo da era de ouro do café.

A vida do “Rei do Futebol” foi muito bem retratada com painéis e textos explicativos em três idiomas; português, espanhol e inglês. O prédio não estava lotado, mas quase uma centena de visitantes dividiram comigo uma emoção inexplicável. Foi possível ouvir a conversa de uma família argentina, um casal inglês, dois sul-africanos, além de brasileiros. Todos extasiados com as histórias de Pelé.

Tem fotos e histórias de vários amigos. Jogadores, dirigentes e personalidades que fizeram declarações sobre a carreira de Pelé. Carlos Drummont de Andrade, nosso poeta maior cravou” todo mundo pode marcar gols iguais à Pelé. O problema é fazer um gol de Pelé”.

No térreo a história do menino e jovem Edson é contada, desde Três Corações, depois Bauru e finalmente Santos. Nos andares superiores as histórias das 4 Copas do Mundo disputadas por Pelé. Fotos, depoimentos, vídeos, gols e uma estátua que parece o Rei ao vivo.

O ambiente é muito agradável e no hall de entrada há um café e algumas lojinhas. Infelizmente nenhum produto com qualquer recordação de Pelé. Nem a camisa 10 do Santos, Cosmos e Seleção brasileira, uma caneca, caneta, qualquer coisa que relembre o craque. Disseram a boca pequena que nada é comercializado porque Pelé não permite. Mas não poderia ser feito um acordo que rendesse royalties ao ex-jogador? Percebi que aí tem boi na linha.

CPI da CBF

O Congresso Nacional, recentemente empossado, tem muito trabalho pela frente. Reformas da Previdência, tributária e Política com prioridade. O pacote apresentado pelo Ministro Sérgio Moro também será discutido e votado com celeridade. Mas não se engane, meu amigo. Em breve será proposta, votada e aprovada uma CPI do futebol ou da CBF. Apesar de empresa privada a entidade tem de explicar algumas barbaridades cometidas na seleção brasileira, patrimônio cultural do Brasil.         



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pelé. Sempre Pelé

Márcio Bernardes

07/02/2019 | 14:49


 Visito pela primeira vez o Museu Pelé. Localizado no bairro do Valongo, no centro velho de Santos, funciona em um velho prédio restaurado, depois de ter sido símbolo da era de ouro do café.

A vida do “Rei do Futebol” foi muito bem retratada com painéis e textos explicativos em três idiomas; português, espanhol e inglês. O prédio não estava lotado, mas quase uma centena de visitantes dividiram comigo uma emoção inexplicável. Foi possível ouvir a conversa de uma família argentina, um casal inglês, dois sul-africanos, além de brasileiros. Todos extasiados com as histórias de Pelé.

Tem fotos e histórias de vários amigos. Jogadores, dirigentes e personalidades que fizeram declarações sobre a carreira de Pelé. Carlos Drummont de Andrade, nosso poeta maior cravou” todo mundo pode marcar gols iguais à Pelé. O problema é fazer um gol de Pelé”.

No térreo a história do menino e jovem Edson é contada, desde Três Corações, depois Bauru e finalmente Santos. Nos andares superiores as histórias das 4 Copas do Mundo disputadas por Pelé. Fotos, depoimentos, vídeos, gols e uma estátua que parece o Rei ao vivo.

O ambiente é muito agradável e no hall de entrada há um café e algumas lojinhas. Infelizmente nenhum produto com qualquer recordação de Pelé. Nem a camisa 10 do Santos, Cosmos e Seleção brasileira, uma caneca, caneta, qualquer coisa que relembre o craque. Disseram a boca pequena que nada é comercializado porque Pelé não permite. Mas não poderia ser feito um acordo que rendesse royalties ao ex-jogador? Percebi que aí tem boi na linha.

CPI da CBF

O Congresso Nacional, recentemente empossado, tem muito trabalho pela frente. Reformas da Previdência, tributária e Política com prioridade. O pacote apresentado pelo Ministro Sérgio Moro também será discutido e votado com celeridade. Mas não se engane, meu amigo. Em breve será proposta, votada e aprovada uma CPI do futebol ou da CBF. Apesar de empresa privada a entidade tem de explicar algumas barbaridades cometidas na seleção brasileira, patrimônio cultural do Brasil.         

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;