Fechar
Publicidade

Sábado, 20 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Média da rede paulista de ensino sobe, mas ainda está longe da meta



12/02/2019 | 19:02


A média dos estudantes de todas as etapas da rede estadual de ensino em São Paulo aumentou, mas ainda está longe das metas estabelecidas pelo governo do Estado. No caso dos alunos do 9° ano do ensino fundamental (jovens de 14 anos), por exemplo, o desempenho é equivalente ao adequado para um estudante do 6° ano (de 11 anos).

Os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo (Idesp) foram apresentados nesta terça-feira, 12, pelo secretário estadual da Educação, Rossieli Soares.

Nos anos iniciais do ensino fundamental (de 6 a 10 anos), o índice ficou em 5,55. No ano passado, era de 5,33. A meta para 2030 nessa etapa é 7. Nos anos finais do ensino médio (alunos de 11 a 14 anos), o índice ficou em 3,35, ante 3,21 na divulgação passada. A meta para 2030 é de 6.

Já no ensino médio (de 15 a 17 anos), considerada a etapa mais crítica do ensino em todo o Brasil, o Idesp de 2018 ficou em 2,46, ante 2,36 em 2017. A meta para essa etapa é de 5.

Ex-ministro da Educação do governo Michel Temer (MDB), o secretário Soares reconheceu problemas. De acordo com ele, o crescimento é lento e alguns indicadores são preocupantes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Média da rede paulista de ensino sobe, mas ainda está longe da meta


12/02/2019 | 19:02


A média dos estudantes de todas as etapas da rede estadual de ensino em São Paulo aumentou, mas ainda está longe das metas estabelecidas pelo governo do Estado. No caso dos alunos do 9° ano do ensino fundamental (jovens de 14 anos), por exemplo, o desempenho é equivalente ao adequado para um estudante do 6° ano (de 11 anos).

Os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo (Idesp) foram apresentados nesta terça-feira, 12, pelo secretário estadual da Educação, Rossieli Soares.

Nos anos iniciais do ensino fundamental (de 6 a 10 anos), o índice ficou em 5,55. No ano passado, era de 5,33. A meta para 2030 nessa etapa é 7. Nos anos finais do ensino médio (alunos de 11 a 14 anos), o índice ficou em 3,35, ante 3,21 na divulgação passada. A meta para 2030 é de 6.

Já no ensino médio (de 15 a 17 anos), considerada a etapa mais crítica do ensino em todo o Brasil, o Idesp de 2018 ficou em 2,46, ante 2,36 em 2017. A meta para essa etapa é de 5.

Ex-ministro da Educação do governo Michel Temer (MDB), o secretário Soares reconheceu problemas. De acordo com ele, o crescimento é lento e alguns indicadores são preocupantes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;