Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Batutas pelo coletivo

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Orquestra Versolato, de São Bernardo, muda o nome para ‘Pública do ABC’


Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

13/02/2019 | 07:07


O que antes atendia a um seleto grupo de músicos e público, agora tende a ‘tocar’ mais gente. É que a Orquestra Versolato, de São Bernardo, que se apresentava apenas em eventos sociais e para iniciativa privada, ampliou o seu olhar – e atuação – e agora se chamará Orquestra Pública do ABC. A nova designação faz parte da estratégia para diversificar a atuação do grupo, formando novos públicos e disseminando a música clássica em toda a região.

Trata-se de uma iniciativa apoiada pela plataforma digital Orquestrando Brasil, idealizada pelo maestro João Carlos Martins, que visa disseminar conteúdos, oferecer capacitação para regentes e músicos, além de ser uma ferramenta para a troca de conhecimento. “Esse projeto é o meu legado, vamos juntos realizar o sonho de Villa Lobos e, através da música, fechar o Brasil em forma de coração”, diz o músico.

E quem gerenciará o projeto na região é o maestro Júlio Versolato, que está à frente da orquestra desde sua fundação, em 1994. “Em 2017 fui convidado para participar do projeto dele (João Carlos Martins), com foco no trabalho social. Um dos intuitos é dar oportunidade a quem toca na igreja ou estuda música e não é profissional poder ter experiência de tocar em uma orquestra”, explica.

Além dos ensaios e concertos, o projeto terá aulas, palestras, audições e visitas às grandes orquestras de São Paulo, como também aulas de musicalização infantil para crianças de até 8 anos. A iniciativa agrega ainda concertos didáticos que darão noções de civismo, de uma sala de aula musical e da apresentação musical, possibilitando uma aproximação das crianças ao mundo erudito. “A ideia é visitarmos escolas para mostrar para as crianças as nuances da música”, acrescenta Versolato. Tanto a sede, que deve ser no Baeta Neves, quanto o custeio estão em fase de trâmites legais e captação. A ideia é ter pelo menos duas formações, com 60 músicos cada.

A Orquestra Pública do ABC deve iniciar os ensaios em março e já tem seu primeiro concerto confirmado para 12 de maio, Dia das Mães, com apresentação no palco do Golden Square Shopping, em São Bernardo. “Admiro muito o Versolato, não só pelo grande músico que é, mas pelo belo exemplo social que presta para São Bernardo e para todo o País! A criação da Orquestra Pública do ABC é a confirmação desse trabalho”, finaliza João Carlos Martins.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Batutas pelo coletivo

Orquestra Versolato, de São Bernardo, muda o nome para ‘Pública do ABC’

Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

13/02/2019 | 07:07


O que antes atendia a um seleto grupo de músicos e público, agora tende a ‘tocar’ mais gente. É que a Orquestra Versolato, de São Bernardo, que se apresentava apenas em eventos sociais e para iniciativa privada, ampliou o seu olhar – e atuação – e agora se chamará Orquestra Pública do ABC. A nova designação faz parte da estratégia para diversificar a atuação do grupo, formando novos públicos e disseminando a música clássica em toda a região.

Trata-se de uma iniciativa apoiada pela plataforma digital Orquestrando Brasil, idealizada pelo maestro João Carlos Martins, que visa disseminar conteúdos, oferecer capacitação para regentes e músicos, além de ser uma ferramenta para a troca de conhecimento. “Esse projeto é o meu legado, vamos juntos realizar o sonho de Villa Lobos e, através da música, fechar o Brasil em forma de coração”, diz o músico.

E quem gerenciará o projeto na região é o maestro Júlio Versolato, que está à frente da orquestra desde sua fundação, em 1994. “Em 2017 fui convidado para participar do projeto dele (João Carlos Martins), com foco no trabalho social. Um dos intuitos é dar oportunidade a quem toca na igreja ou estuda música e não é profissional poder ter experiência de tocar em uma orquestra”, explica.

Além dos ensaios e concertos, o projeto terá aulas, palestras, audições e visitas às grandes orquestras de São Paulo, como também aulas de musicalização infantil para crianças de até 8 anos. A iniciativa agrega ainda concertos didáticos que darão noções de civismo, de uma sala de aula musical e da apresentação musical, possibilitando uma aproximação das crianças ao mundo erudito. “A ideia é visitarmos escolas para mostrar para as crianças as nuances da música”, acrescenta Versolato. Tanto a sede, que deve ser no Baeta Neves, quanto o custeio estão em fase de trâmites legais e captação. A ideia é ter pelo menos duas formações, com 60 músicos cada.

A Orquestra Pública do ABC deve iniciar os ensaios em março e já tem seu primeiro concerto confirmado para 12 de maio, Dia das Mães, com apresentação no palco do Golden Square Shopping, em São Bernardo. “Admiro muito o Versolato, não só pelo grande músico que é, mas pelo belo exemplo social que presta para São Bernardo e para todo o País! A criação da Orquestra Pública do ABC é a confirmação desse trabalho”, finaliza João Carlos Martins.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;