Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Após investigação sobre frases polêmicas ditas no BBB19, Rede Globo se posiciona



12/02/2019 | 16:11


O BBB19 está dando o que falar! Após Maycon e Paula darem declarações polêmicas no reality show, a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância do Rio de Janeiro abriu um inquérito para apurar a situação.

- Achei que ia chegar mó faveladão lá, né? Quando vi, o cara era branquinho, morou sei lá quanto tempo na Austrália ou no Canadá, não sei. Falei: não é possível que você fez isso. Mas a mulher era mana mesmo, mana!, disse a loira formada em direito em determinada ocasião, o que repercutiu negativamente na internet e viralizou.

Já Maycon fez um relato sobre ver Gabi e Rodrigo dançando, enquanto tocava a música Identidade, de Jorge Aragão:

- Uma vez vi dois urubus, que eram dois espíritos ruins, que estavam comendo uma macumba que a galera tinha feito. Até então, sentei ali e comecei a comer, de repente comecei a comer e um virou de costas pro outro e começou a se abraçar, fecharam os olhos. (...) Foi assim, eu estava assim comendo nessa cadeira, aí estava o Rodrigo e a Gabi, de repente eu senti um arrepio, começou a tocar umas músicas esquisitas, tá ligado? Aí olhei pros dois e eles estavam em um sincronismo legal, juro por Deus, achei legal. Aí de repente comecei a olhar, escutar uns negócio, tipo assim: Não faça igual eles, aí veio Jesus Cristo na minha mente. Tipo, pra vida, não pra aqui, pra vida inteira: se você fizer igual eles, eles ganham mais coisa.

Essa fala também gerou muito bafafá na web, fazendo com que a delegacia se posicionasse. Agora, procurada pelo ESTRELANDO, a Globo também se posicionou nesta terça-feira, dia 12, a respeito da apuração das declarações:

Não fomos notificados, mas é importante pontuar que a Globo respeita a diversidade, a liberdade de expressão e repudia com veemência qualquer tipo de intolerância e preconceito, em todas as suas formas. Desde 2016 a emissora mantém no ar a campanha Tudo começa pelo Respeito, em parceria com UNESCO, UNICEF, UNAIDS e ONU MULHERES, que atua na mobilização da sociedade para o fortalecimento de uma cultura que não apenas tolere, mas respeite e discuta amplamente os direitos de públicos vulneráveis à discriminação e ao preconceito. Desta forma, é importante reiterar que qualquer manifestação pessoal, equivocada ou não, feita pelos participantes do programa, não reflete o posicionamento da emissora, diz a nota.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após investigação sobre frases polêmicas ditas no BBB19, Rede Globo se posiciona


12/02/2019 | 16:11


O BBB19 está dando o que falar! Após Maycon e Paula darem declarações polêmicas no reality show, a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância do Rio de Janeiro abriu um inquérito para apurar a situação.

- Achei que ia chegar mó faveladão lá, né? Quando vi, o cara era branquinho, morou sei lá quanto tempo na Austrália ou no Canadá, não sei. Falei: não é possível que você fez isso. Mas a mulher era mana mesmo, mana!, disse a loira formada em direito em determinada ocasião, o que repercutiu negativamente na internet e viralizou.

Já Maycon fez um relato sobre ver Gabi e Rodrigo dançando, enquanto tocava a música Identidade, de Jorge Aragão:

- Uma vez vi dois urubus, que eram dois espíritos ruins, que estavam comendo uma macumba que a galera tinha feito. Até então, sentei ali e comecei a comer, de repente comecei a comer e um virou de costas pro outro e começou a se abraçar, fecharam os olhos. (...) Foi assim, eu estava assim comendo nessa cadeira, aí estava o Rodrigo e a Gabi, de repente eu senti um arrepio, começou a tocar umas músicas esquisitas, tá ligado? Aí olhei pros dois e eles estavam em um sincronismo legal, juro por Deus, achei legal. Aí de repente comecei a olhar, escutar uns negócio, tipo assim: Não faça igual eles, aí veio Jesus Cristo na minha mente. Tipo, pra vida, não pra aqui, pra vida inteira: se você fizer igual eles, eles ganham mais coisa.

Essa fala também gerou muito bafafá na web, fazendo com que a delegacia se posicionasse. Agora, procurada pelo ESTRELANDO, a Globo também se posicionou nesta terça-feira, dia 12, a respeito da apuração das declarações:

Não fomos notificados, mas é importante pontuar que a Globo respeita a diversidade, a liberdade de expressão e repudia com veemência qualquer tipo de intolerância e preconceito, em todas as suas formas. Desde 2016 a emissora mantém no ar a campanha Tudo começa pelo Respeito, em parceria com UNESCO, UNICEF, UNAIDS e ONU MULHERES, que atua na mobilização da sociedade para o fortalecimento de uma cultura que não apenas tolere, mas respeite e discuta amplamente os direitos de públicos vulneráveis à discriminação e ao preconceito. Desta forma, é importante reiterar que qualquer manifestação pessoal, equivocada ou não, feita pelos participantes do programa, não reflete o posicionamento da emissora, diz a nota.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;