Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Em SP, viaduto que cedeu na Marginal do Pinheiros reabre em 18 de março

Rovena Rosa/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Obras emergenciais estão em processo de finalização, cujo resultado será testado durante o carnaval



12/02/2019 | 12:20


O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou nesta terça-feira, 12, que o viaduto que cedeu na Marginal do Pinheiros, na zona oeste, terá o acesso aberto para carros leves a partir do dia 18 de março. Segundo ele, as obras emergenciais estão em processo de finalização, cujo resultado será testado durante o carnaval. Já os trabalhos de manutenção ocorrerão quando a estrutura já estiver em funcionamento. A estrutura está interditada desde 15 de novembro.

"Isso depende agora dessa confirmação, desses testes de peso que serão realizadas durante o período do carnaval, para poder confirmar essa hipótese que os técnicos têm hoje: que é possível a utilização do viaduto durante as obras de manutenção", disse o prefeito.

"Todas as ações emergenciais que a gente já vem desenvolvendo aqui, a recuperação da viga, do pilar, a recuperação agora do tabuleiro, essas fibras de carbono permitem dar mais agilidade à construção do tabuleiro (estrutura metálica que ajuda a sustentar viaduto)... De forma que a gente já tem uma previsão de poder separar essas obras emergenciais das obras de manutenção, que vão poder ser feitas já com o viaduto sendo utilizado pela população."

Covas também divulgou a publicação de um edital de obras de manutenção do viaduto na próxima semana. Por isso, não há prazo para a liberação do tráfego de carros pesados. "Nessas obras que não são emergenciais, que são de manutenção, a gente não vai mais utilizar contrato emergencial. Como são de manutenção e elas podem ser realizadas com o viaduto sendo utilizado, a gente não consegue justificar uma contratação emergencial."

O prefeito disse, ainda, que não está definido se haverá restrição de horário para o tráfego durante as obras de manutenção. O custo das obras emergenciais foi de R$ 20 milhões e a expectativa é que as de manutenção custem R$ 10 milhões.

A partir desta terça-feira, 12, o trens da Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) poderão circular em velocidade normal sob o viaduto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em SP, viaduto que cedeu na Marginal do Pinheiros reabre em 18 de março

Obras emergenciais estão em processo de finalização, cujo resultado será testado durante o carnaval


12/02/2019 | 12:20


O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou nesta terça-feira, 12, que o viaduto que cedeu na Marginal do Pinheiros, na zona oeste, terá o acesso aberto para carros leves a partir do dia 18 de março. Segundo ele, as obras emergenciais estão em processo de finalização, cujo resultado será testado durante o carnaval. Já os trabalhos de manutenção ocorrerão quando a estrutura já estiver em funcionamento. A estrutura está interditada desde 15 de novembro.

"Isso depende agora dessa confirmação, desses testes de peso que serão realizadas durante o período do carnaval, para poder confirmar essa hipótese que os técnicos têm hoje: que é possível a utilização do viaduto durante as obras de manutenção", disse o prefeito.

"Todas as ações emergenciais que a gente já vem desenvolvendo aqui, a recuperação da viga, do pilar, a recuperação agora do tabuleiro, essas fibras de carbono permitem dar mais agilidade à construção do tabuleiro (estrutura metálica que ajuda a sustentar viaduto)... De forma que a gente já tem uma previsão de poder separar essas obras emergenciais das obras de manutenção, que vão poder ser feitas já com o viaduto sendo utilizado pela população."

Covas também divulgou a publicação de um edital de obras de manutenção do viaduto na próxima semana. Por isso, não há prazo para a liberação do tráfego de carros pesados. "Nessas obras que não são emergenciais, que são de manutenção, a gente não vai mais utilizar contrato emergencial. Como são de manutenção e elas podem ser realizadas com o viaduto sendo utilizado, a gente não consegue justificar uma contratação emergencial."

O prefeito disse, ainda, que não está definido se haverá restrição de horário para o tráfego durante as obras de manutenção. O custo das obras emergenciais foi de R$ 20 milhões e a expectativa é que as de manutenção custem R$ 10 milhões.

A partir desta terça-feira, 12, o trens da Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) poderão circular em velocidade normal sob o viaduto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;