Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após tragédia, jogadores do Flamengo se reapresentam em silêncio para treino



09/02/2019 | 09:36


Um dia depois da tragédia no Ninho do Urubu, o clima de luto ainda é visível no Flamengo. Os jogadores do elenco profissional se reapresentaram neste sábado pela manhã no CT do clube, onde treinarão pela manhã. Até por recomendação da diretoria, eles chegaram em silêncio.

Um a um, os atletas foram adentrando o CT em seus carros. Alguns até abaixaram as janelas para cumprimentar os jornalistas, mas ninguém aceitou conceder entrevista. "Não pode falar, certo? Não pode falar. Desculpa", se explicou o atacante Gabriel em rápido contato com os repórteres.

Nas primeiras horas da última sexta-feira, um incêndio tomou conta do alojamento das categorias de base do Flamengo no Ninho do Urubu. Dez jogadores entre 14 e 17 anos morreram e outras três pessoas ficaram feridas. Diante desta tragédia, as atividades do clube foram canceladas.

A reapresentação, então, aconteceu somente neste sábado. Ainda de luto, o Flamengo vai seguir a preparação para o clássico diante do Fluminense, pela semifinal da Taça Guanabara. Por causa da tragédia, o confronto que estava marcado para este sábado foi adiado para quinta-feira, às 20h30, no Maracanã.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após tragédia, jogadores do Flamengo se reapresentam em silêncio para treino


09/02/2019 | 09:36


Um dia depois da tragédia no Ninho do Urubu, o clima de luto ainda é visível no Flamengo. Os jogadores do elenco profissional se reapresentaram neste sábado pela manhã no CT do clube, onde treinarão pela manhã. Até por recomendação da diretoria, eles chegaram em silêncio.

Um a um, os atletas foram adentrando o CT em seus carros. Alguns até abaixaram as janelas para cumprimentar os jornalistas, mas ninguém aceitou conceder entrevista. "Não pode falar, certo? Não pode falar. Desculpa", se explicou o atacante Gabriel em rápido contato com os repórteres.

Nas primeiras horas da última sexta-feira, um incêndio tomou conta do alojamento das categorias de base do Flamengo no Ninho do Urubu. Dez jogadores entre 14 e 17 anos morreram e outras três pessoas ficaram feridas. Diante desta tragédia, as atividades do clube foram canceladas.

A reapresentação, então, aconteceu somente neste sábado. Ainda de luto, o Flamengo vai seguir a preparação para o clássico diante do Fluminense, pela semifinal da Taça Guanabara. Por causa da tragédia, o confronto que estava marcado para este sábado foi adiado para quinta-feira, às 20h30, no Maracanã.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;