Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Planalto: Visitas a Bolsonaro estão restritas, não proibidas



08/02/2019 | 17:37


O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, afirmou em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 8, que as visitas ao presidente Jair Bolsonaro "estão restritas, mas não proibidas". Ele admitiu ainda que ministros venham a encontrá-lo nos próximos dias, mas que não há agenda prevista para este fim de semana.

A declaração foi feita em resposta ao questionamento do motivo pelo qual a primeira visita de ministro a Bolsonaro foi feito pelo titular da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. "Foi uma questão de oportunidade", disse.

Bolsonaro e Tarcísio discutem o programa nacional de segurança da aviação civil contra atos de interferência ilícita. "Eles vão conversar para posterior promulgação de nova legislação", afirmou Rêgo Barros.

Em toda a coletiva, o porta-voz manteve o tom otimista em relação ao estado de saúde de Bolsonaro. "Por ele, receberia alta hoje mesmo", disse, sorrindo. "Estou convencido que os médicos só liberarão o presidente quando ele tiver capacidade de sair do hospital pela porta da frente."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Planalto: Visitas a Bolsonaro estão restritas, não proibidas


08/02/2019 | 17:37


O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, afirmou em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 8, que as visitas ao presidente Jair Bolsonaro "estão restritas, mas não proibidas". Ele admitiu ainda que ministros venham a encontrá-lo nos próximos dias, mas que não há agenda prevista para este fim de semana.

A declaração foi feita em resposta ao questionamento do motivo pelo qual a primeira visita de ministro a Bolsonaro foi feito pelo titular da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. "Foi uma questão de oportunidade", disse.

Bolsonaro e Tarcísio discutem o programa nacional de segurança da aviação civil contra atos de interferência ilícita. "Eles vão conversar para posterior promulgação de nova legislação", afirmou Rêgo Barros.

Em toda a coletiva, o porta-voz manteve o tom otimista em relação ao estado de saúde de Bolsonaro. "Por ele, receberia alta hoje mesmo", disse, sorrindo. "Estou convencido que os médicos só liberarão o presidente quando ele tiver capacidade de sair do hospital pela porta da frente."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;