Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Paixão pelo automobilismo

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Rodrigo De Pieri, de Santo André, inaugura a exposição ‘Correndo Risco’


Miriam Gimenes

09/02/2019 | 07:09


Quando o artista gráfico Rodrigo De Pieri chegava a este mundo, em 1987, o ídolo maior brasileiro de Fórmula 1, Ayrton Senna (1960-1994), estava prestes a ganhar o seu primeiro campeonato mundial. Ainda pequeno – e sem entender o ‘tamanho’ de Senna para o esporte nacional –, o andreense começou a gostar de automobilismo. Ao mesmo tempo, passou a se dedicar a uma outra paixão, o desenho, e ensaiou os primeiros traços no papel. “Desde que me entendo por gente eu desenho”, lembra De Pieri, que diz ter sido influenciado pelo pai, o ilustrador do Diário Fernandes.

E o resultado da união dessas duas paixões pode ser visto hoje, a partir das 13h, no Atrium Shopping, em Santo André, com a exposição Correndo o Risco. Ao todo, são 32 obras, produzidas digitalmente pelo artista, que retratam não só os ícones desta modalidade, mas também de Stock Car, rally e kart. “E, como tenho contatos na Stock Car, alguns dos desenhos (expostos) são assinados. Pelo meu desenho consegui chegar lá dentro (de Interlagos) e conversar com pilotos, entender como são os bastidores, porque até então só via na televisão”, explica o artista. Entre os autógrafos que ele conseguiu ao presentear os pilotos estão os de Pietro Rimbano, Júlio Campos, Dennis Dirani, Cacá Bueno e Ricardo Zonta.

E, é claro, além deles, há a imagem de Senna, com o seu famoso capacete em punho. “Vi bem pouco (dele correndo ao vivo), mas lembro da morte dele. Estava assistindo à corrida. Tenho muita coisa sobre o Senna, muito livro e material, até diário da época eu tenho guardado, além do jornal noticiando a morte dele. Fui entender o seu tamanho, no entanto, só mais velho. Ele é um de meus ídolos. E, para contar a história dele e dos demais, escolhi colocar pilotos que se conversam, para que quem conhece de Fórmula 1 não sentisse falta de nenhum deles.” Dentre os seus ídolos, De Pieri também destaca Rubens Barrichello, que, segundo ele, “além de um grande piloto, também é uma pessoa excepcional”.

Esta é a sua primeira exposição solo, mas De Pieri já teve seu trabalho exposto em países como Itália, Portugal e Espanha, e foi também premiado em eventos brasileiros, como o Salão Medplan de Humor. Em parceria com a irmã, Camila De Pieri, publicou em 2016 a HQ Cachorro Pra Cachorro, com a proposta de conscientizar os leitores sobre o abandono de animais.

Correndo o Risco – Exposição. No Atrium Shopping (Rua Giovanni Battista Pirelli, 155 – piso térreo), em Santo André. Hoje, a partir das 13h. Grátis. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paixão pelo automobilismo

Rodrigo De Pieri, de Santo André, inaugura a exposição ‘Correndo Risco’

Miriam Gimenes

09/02/2019 | 07:09


Quando o artista gráfico Rodrigo De Pieri chegava a este mundo, em 1987, o ídolo maior brasileiro de Fórmula 1, Ayrton Senna (1960-1994), estava prestes a ganhar o seu primeiro campeonato mundial. Ainda pequeno – e sem entender o ‘tamanho’ de Senna para o esporte nacional –, o andreense começou a gostar de automobilismo. Ao mesmo tempo, passou a se dedicar a uma outra paixão, o desenho, e ensaiou os primeiros traços no papel. “Desde que me entendo por gente eu desenho”, lembra De Pieri, que diz ter sido influenciado pelo pai, o ilustrador do Diário Fernandes.

E o resultado da união dessas duas paixões pode ser visto hoje, a partir das 13h, no Atrium Shopping, em Santo André, com a exposição Correndo o Risco. Ao todo, são 32 obras, produzidas digitalmente pelo artista, que retratam não só os ícones desta modalidade, mas também de Stock Car, rally e kart. “E, como tenho contatos na Stock Car, alguns dos desenhos (expostos) são assinados. Pelo meu desenho consegui chegar lá dentro (de Interlagos) e conversar com pilotos, entender como são os bastidores, porque até então só via na televisão”, explica o artista. Entre os autógrafos que ele conseguiu ao presentear os pilotos estão os de Pietro Rimbano, Júlio Campos, Dennis Dirani, Cacá Bueno e Ricardo Zonta.

E, é claro, além deles, há a imagem de Senna, com o seu famoso capacete em punho. “Vi bem pouco (dele correndo ao vivo), mas lembro da morte dele. Estava assistindo à corrida. Tenho muita coisa sobre o Senna, muito livro e material, até diário da época eu tenho guardado, além do jornal noticiando a morte dele. Fui entender o seu tamanho, no entanto, só mais velho. Ele é um de meus ídolos. E, para contar a história dele e dos demais, escolhi colocar pilotos que se conversam, para que quem conhece de Fórmula 1 não sentisse falta de nenhum deles.” Dentre os seus ídolos, De Pieri também destaca Rubens Barrichello, que, segundo ele, “além de um grande piloto, também é uma pessoa excepcional”.

Esta é a sua primeira exposição solo, mas De Pieri já teve seu trabalho exposto em países como Itália, Portugal e Espanha, e foi também premiado em eventos brasileiros, como o Salão Medplan de Humor. Em parceria com a irmã, Camila De Pieri, publicou em 2016 a HQ Cachorro Pra Cachorro, com a proposta de conscientizar os leitores sobre o abandono de animais.

Correndo o Risco – Exposição. No Atrium Shopping (Rua Giovanni Battista Pirelli, 155 – piso térreo), em Santo André. Hoje, a partir das 13h. Grátis. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;