Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Frequência da conectividade


Do Diário do Grande ABC

08/02/2019 | 14:48


O aparelho celular está presente no cotidiano de todos os brasileiros e o uso da internet móvel vem crescendo ano a ano. De acordo com dados da 1ª Pnad C (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), divulgada em fevereiro do ano passado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 94% dos internautas utilizam seu smartphone para acessar a internet, número 30% superior a quem acessa a web pelo computador.

Por isso a importância da ativação da faixa de 700MHz, antes utilizada para o sinal analógico das TVs e liberada pela Anatel gradualmente para ser utilizada pelas empresas de telefonia. Isso significa que, sem a necessidade de instalar mais antenas, é possível cobrir região muito maior e acelerar ainda mais a democratização da cobertura 4G no País, oferecendo melhor experiência ao usuário.

Pioneira na implantação dessa frequência, ativada em 2017 na cidade de Rio Verde, em Goiás, atualmente a TIM tem a faixa em mais de 1.400 cidades do País, incluindo todas as capitais, além de Santo André e outras cidades do Grande ABC. Até 2020, pretendemos chegar a mais de 4.000 cidades com a rede 4G, alcançando 96% da população urbana, ativando a tecnologia na faixa de 700 MHz em todas essas localidades.

Por ser frequência mais baixa, alcance de cobertura pode ser quatro vezes maior, se comparado ao da faixa de 2.600 MHz (que foi frequência utilizada por todas operadoras no lançamento do 4G no Brasil), que proporciona maior penetração em ambientes indoor, como em residências, shoppings, ginásios, estacionamentos e demais locais de ampla circulação da população.

Para além dos ganhos tecnológicos, existem impactos sociais, como o aumento do uso de internet por pessoas que ainda não tinham acesso, como em regiões mais afastadas dos grandes centros. Os usuários podem usufruir das vantagens de internet móvel mais rápida e acessível para as atividades do dia a dia, como o uso de aplicativos de geoposicionamento para se guiar no trânsito, por exemplo.

A liberação da frequência também possibilitou a ativação pioneira pela TIM do ‘Volte’ em São Paulo e toda Região Metropolitana, além de mais de 220 cidades do Interior do Estado. Essa tecnologia permite realizar chamadas de voz pela rede 4G, com alta qualidade de áudio, redução do gasto da bateria do celular, além da ligação completada mais rapidamente do que pelas outras redes (2G e 3G) e sem custo adicional para os consumidores.

A tecnologia favorece o avanço. E, com isso, serviços, produtos e demais áreas devem acompanhar essa evolução, que não para.

Célio Lana é gerente de rede móvel da operadora de telefonia móvel TIM São Paulo. 

Palavra do Leitor

Jorge Tibiriçá
Já tem alguns meses que os vizinhos têm pedido para a Prefeitura de Mauá tampar uns buracos na Rua Jorge Tibiriçá, de grande movimento, no bairro Parque São Vicente. Eles têm protocolos de reclamação. Já houve vários carros que danificaram a roda, porque caem nos buracos quando há movimento na rua e não é possível desviar. A Prefeitura diz que o departamento de trânsito é responsável. Mas liga-se nesse departamento e nada. Essa rua é usada como acesso alternativo ao Rodoanel. Quando chove também é alternativa de acesso a Santo André e ao Centro de Mauá, já que a Avenida João Ramalho alaga.

Elis Mesquita
Mauá

Excesso que faz mal
Não acho que seja a Previdência que quebra o País, mas, sim, o excesso de políticos, que ganham ordenados exorbitantes. Por que 513 deputados federais, 257 federais e o absurdo de comissionados? Não deveriam ter cartão corporativos, muito menos verba de representação! É grana jogada fora! Deve-se reduzir ordenado de todos os cargos políticos! Onde já se viu um deputado federal receber R$ 302,3 mil por mês! É afronta ao povo sofrido do Brasil. E o que ainda ninguém engoliu foi o aumento que os ministros receberam. Ainda têm passagens aéreas, gasolina, carros com motorista e aqueles penduricalhos todos.

Alcyone Sebastião S. Pinheiro
Mauá

Anunciadas
Há 35 anos em mãos de assassinos, assaltantes e corruptos, todos bem-sucedidos, para nós, brasileiros anônimos, trabalhadores e aposentados da iniciativa privada, o período negro da nossa história não vai de 1964 a 1985, como insistem os políticos e demais sanguessugas do povo. Vai, sim, de 1985 a 2018, quando, sobrecarregados de impostos, sem termos retorno algum, sustentamos imorais privilégios aos três poderes públicos (cabide de empregos), ganhando muito, trabalhando pouco e ainda roubando confiantes na impunidade crônica deste País, que esteve à deriva, revelando-nos hoje a triste realidade, que não poderia ser outra. As tragédias com rompimentos das barragens – causando irreparáveis danos à natureza e ceifando centenas de vidas –, estruturas de viadutos cedendo, prédios históricos queimando, e com muitos destinados ao mesmo fim, só aconteceram por ganância, irresponsabilidade e comodismo dos que deveriam governar, fiscalizar, acompanhar de perto, mas, como sempre, levando com a barriga, egoístas, cegos e surdos, nada fizeram.
Nilson Martins Altran
São Caetano

Mais 12 anos – 1
Parabéns, Lula! Nem terminou o primeiro ‘mandato’ de presidiário e já foi reeleito para mais 12 anos. Como bem disse Barack Obama, você ‘é o cara’.
Zureia Baruch Jr
Capital

Mais 12 anos – 2
O Brasil e os governistas comemoraram a segunda condenação de Lula, a pena de 12 anos e 11 meses, decretada pela juíza federal Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro! Porém, o mel<COBLACK>hor recado sobre esta já esperada condenação veio do vice-presidente Hamilton Mourão, que diz ser ‘triste’ a nova condenação. Coitado de Lula, que infelizmente não soube distinguir o público do privado! Ótima lição para os políticos deste País: se não aprendem, cadeia neles!

Paulo Panossian
São Carlos (SP)

Piada
Esta piada é dedicada aos petistas fanáticos, que também acreditam em Papai Noel e Saci-Pererê: até o intestino de Bolsonaro está solto, mas Lula continua preso. Ciro e Cid Gomes têm toda razão.

Marieta Barugo
Capital

Exemplo
Para quem não se liga em política, o deputado federal eleito pelo Distrito Federal, Brasília, José Antonio Reguffe, que também é, proporcionalmente, o mais votado do País, com 266.465 votos, surpreendeu a todos dando ótimo exemplo de que nem todos os políticos são farinha do mesmo saco. Ele abriu mão dos salários extras (14º e 15º), reduziu sua verba de gabinete e o número de assessores a que teria direito (de 25 para nove). Diminuiu em mais de 80% a cota interna do gabinete. Cortou os R$ 23.030 que teria direito por mês para R$ 4.600, entre outras medidas. Já imaginaram se outros 512 deputados seguissem o exemplo?
Turíbio Liberatto
São Caetano



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Frequência da conectividade

Do Diário do Grande ABC

08/02/2019 | 14:48


O aparelho celular está presente no cotidiano de todos os brasileiros e o uso da internet móvel vem crescendo ano a ano. De acordo com dados da 1ª Pnad C (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), divulgada em fevereiro do ano passado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 94% dos internautas utilizam seu smartphone para acessar a internet, número 30% superior a quem acessa a web pelo computador.

Por isso a importância da ativação da faixa de 700MHz, antes utilizada para o sinal analógico das TVs e liberada pela Anatel gradualmente para ser utilizada pelas empresas de telefonia. Isso significa que, sem a necessidade de instalar mais antenas, é possível cobrir região muito maior e acelerar ainda mais a democratização da cobertura 4G no País, oferecendo melhor experiência ao usuário.

Pioneira na implantação dessa frequência, ativada em 2017 na cidade de Rio Verde, em Goiás, atualmente a TIM tem a faixa em mais de 1.400 cidades do País, incluindo todas as capitais, além de Santo André e outras cidades do Grande ABC. Até 2020, pretendemos chegar a mais de 4.000 cidades com a rede 4G, alcançando 96% da população urbana, ativando a tecnologia na faixa de 700 MHz em todas essas localidades.

Por ser frequência mais baixa, alcance de cobertura pode ser quatro vezes maior, se comparado ao da faixa de 2.600 MHz (que foi frequência utilizada por todas operadoras no lançamento do 4G no Brasil), que proporciona maior penetração em ambientes indoor, como em residências, shoppings, ginásios, estacionamentos e demais locais de ampla circulação da população.

Para além dos ganhos tecnológicos, existem impactos sociais, como o aumento do uso de internet por pessoas que ainda não tinham acesso, como em regiões mais afastadas dos grandes centros. Os usuários podem usufruir das vantagens de internet móvel mais rápida e acessível para as atividades do dia a dia, como o uso de aplicativos de geoposicionamento para se guiar no trânsito, por exemplo.

A liberação da frequência também possibilitou a ativação pioneira pela TIM do ‘Volte’ em São Paulo e toda Região Metropolitana, além de mais de 220 cidades do Interior do Estado. Essa tecnologia permite realizar chamadas de voz pela rede 4G, com alta qualidade de áudio, redução do gasto da bateria do celular, além da ligação completada mais rapidamente do que pelas outras redes (2G e 3G) e sem custo adicional para os consumidores.

A tecnologia favorece o avanço. E, com isso, serviços, produtos e demais áreas devem acompanhar essa evolução, que não para.

Célio Lana é gerente de rede móvel da operadora de telefonia móvel TIM São Paulo. 

Palavra do Leitor

Jorge Tibiriçá
Já tem alguns meses que os vizinhos têm pedido para a Prefeitura de Mauá tampar uns buracos na Rua Jorge Tibiriçá, de grande movimento, no bairro Parque São Vicente. Eles têm protocolos de reclamação. Já houve vários carros que danificaram a roda, porque caem nos buracos quando há movimento na rua e não é possível desviar. A Prefeitura diz que o departamento de trânsito é responsável. Mas liga-se nesse departamento e nada. Essa rua é usada como acesso alternativo ao Rodoanel. Quando chove também é alternativa de acesso a Santo André e ao Centro de Mauá, já que a Avenida João Ramalho alaga.

Elis Mesquita
Mauá

Excesso que faz mal
Não acho que seja a Previdência que quebra o País, mas, sim, o excesso de políticos, que ganham ordenados exorbitantes. Por que 513 deputados federais, 257 federais e o absurdo de comissionados? Não deveriam ter cartão corporativos, muito menos verba de representação! É grana jogada fora! Deve-se reduzir ordenado de todos os cargos políticos! Onde já se viu um deputado federal receber R$ 302,3 mil por mês! É afronta ao povo sofrido do Brasil. E o que ainda ninguém engoliu foi o aumento que os ministros receberam. Ainda têm passagens aéreas, gasolina, carros com motorista e aqueles penduricalhos todos.

Alcyone Sebastião S. Pinheiro
Mauá

Anunciadas
Há 35 anos em mãos de assassinos, assaltantes e corruptos, todos bem-sucedidos, para nós, brasileiros anônimos, trabalhadores e aposentados da iniciativa privada, o período negro da nossa história não vai de 1964 a 1985, como insistem os políticos e demais sanguessugas do povo. Vai, sim, de 1985 a 2018, quando, sobrecarregados de impostos, sem termos retorno algum, sustentamos imorais privilégios aos três poderes públicos (cabide de empregos), ganhando muito, trabalhando pouco e ainda roubando confiantes na impunidade crônica deste País, que esteve à deriva, revelando-nos hoje a triste realidade, que não poderia ser outra. As tragédias com rompimentos das barragens – causando irreparáveis danos à natureza e ceifando centenas de vidas –, estruturas de viadutos cedendo, prédios históricos queimando, e com muitos destinados ao mesmo fim, só aconteceram por ganância, irresponsabilidade e comodismo dos que deveriam governar, fiscalizar, acompanhar de perto, mas, como sempre, levando com a barriga, egoístas, cegos e surdos, nada fizeram.
Nilson Martins Altran
São Caetano

Mais 12 anos – 1
Parabéns, Lula! Nem terminou o primeiro ‘mandato’ de presidiário e já foi reeleito para mais 12 anos. Como bem disse Barack Obama, você ‘é o cara’.
Zureia Baruch Jr
Capital

Mais 12 anos – 2
O Brasil e os governistas comemoraram a segunda condenação de Lula, a pena de 12 anos e 11 meses, decretada pela juíza federal Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro! Porém, o mel<COBLACK>hor recado sobre esta já esperada condenação veio do vice-presidente Hamilton Mourão, que diz ser ‘triste’ a nova condenação. Coitado de Lula, que infelizmente não soube distinguir o público do privado! Ótima lição para os políticos deste País: se não aprendem, cadeia neles!

Paulo Panossian
São Carlos (SP)

Piada
Esta piada é dedicada aos petistas fanáticos, que também acreditam em Papai Noel e Saci-Pererê: até o intestino de Bolsonaro está solto, mas Lula continua preso. Ciro e Cid Gomes têm toda razão.

Marieta Barugo
Capital

Exemplo
Para quem não se liga em política, o deputado federal eleito pelo Distrito Federal, Brasília, José Antonio Reguffe, que também é, proporcionalmente, o mais votado do País, com 266.465 votos, surpreendeu a todos dando ótimo exemplo de que nem todos os políticos são farinha do mesmo saco. Ele abriu mão dos salários extras (14º e 15º), reduziu sua verba de gabinete e o número de assessores a que teria direito (de 25 para nove). Diminuiu em mais de 80% a cota interna do gabinete. Cortou os R$ 23.030 que teria direito por mês para R$ 4.600, entre outras medidas. Já imaginaram se outros 512 deputados seguissem o exemplo?
Turíbio Liberatto
São Caetano

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;