Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Paulo Guedes tratará de transição na presidência do IBGE em reunião no Rio

Fernando Frazão/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


08/02/2019 | 11:09


O ministro da Economia, Paulo Guedes, se reúne nesta sexta-feira, 8, com o atual presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Roberto Olinto, e a indicada para substituí-lo, Susana Cordeiro Guerra, para tratar dos trâmites da transição no comando do instituto. A reunião entre Guerra, Olinto e Guedes está marcada para o fim da manhã, no escritório do Ministério da Economia no Rio de Janeiro.

O nome de Susana Cordeiro Guerra apareceu pela primeira vez como indicada à presidência do IBGE na noite de quinta-feira, na agenda do ministro Guedes, conforme noticiou o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. O mercado já esperava a indicação, mas até então não havia sido divulgada nenhuma informação oficial associando o seu nome ao cargo.

Guerra é economista do Banco Mundial desde 2016. Como pesquisadora visitante, já esteve no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e na Fundação Getúlio Vargas (FGV). Em seu currículo constam títulos de pós-graduação em Filosofia, Ciências Políticas e Desenvolvimento Internacional nas universidades de Harvard e Massachusetts, nos Estados Unidos.

Roberto Olinto assumiu a presidência do IBGE na gestão de Michel Temer, em junho de 2017, em substituição a Paulo Rabello de Castro. Até então, Olinto era diretor de Pesquisas do instituto.

Roberto Olinto integra o quadro de funcionários do IBGE desde 1980. Ele foi coordenador de Contas Nacionais até aceitar o convite para assumir a Diretoria de Pesquisas, a mais importante do órgão, em 2014, ainda na administração de Wasmália Bivar como presidente do instituto, mas foi mantido no cargo quando Rabello assumiu o órgão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paulo Guedes tratará de transição na presidência do IBGE em reunião no Rio


08/02/2019 | 11:09


O ministro da Economia, Paulo Guedes, se reúne nesta sexta-feira, 8, com o atual presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Roberto Olinto, e a indicada para substituí-lo, Susana Cordeiro Guerra, para tratar dos trâmites da transição no comando do instituto. A reunião entre Guerra, Olinto e Guedes está marcada para o fim da manhã, no escritório do Ministério da Economia no Rio de Janeiro.

O nome de Susana Cordeiro Guerra apareceu pela primeira vez como indicada à presidência do IBGE na noite de quinta-feira, na agenda do ministro Guedes, conforme noticiou o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. O mercado já esperava a indicação, mas até então não havia sido divulgada nenhuma informação oficial associando o seu nome ao cargo.

Guerra é economista do Banco Mundial desde 2016. Como pesquisadora visitante, já esteve no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e na Fundação Getúlio Vargas (FGV). Em seu currículo constam títulos de pós-graduação em Filosofia, Ciências Políticas e Desenvolvimento Internacional nas universidades de Harvard e Massachusetts, nos Estados Unidos.

Roberto Olinto assumiu a presidência do IBGE na gestão de Michel Temer, em junho de 2017, em substituição a Paulo Rabello de Castro. Até então, Olinto era diretor de Pesquisas do instituto.

Roberto Olinto integra o quadro de funcionários do IBGE desde 1980. Ele foi coordenador de Contas Nacionais até aceitar o convite para assumir a Diretoria de Pesquisas, a mais importante do órgão, em 2014, ainda na administração de Wasmália Bivar como presidente do instituto, mas foi mantido no cargo quando Rabello assumiu o órgão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;