Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ministério da Economia autoriza aporte de R$ 500 mi ao fundo garantidor do Fies

Marcello Casal Jr./Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


06/02/2019 | 10:24


O ministro da Economia, Paulo Guedes, autorizou a integralização de cotas pela União no Fundo Garantidor do Fundo de Financiamento Estudantil (FG-Fies) no montante de R$ 500 milhões. A portaria com o aval está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 6.

O FG-Fies foi instituído pela Lei do Novo Fies (Lei 13.530/2017) e regulamentado por decreto presidencial em março passado.

Pelas normas, a União está autorizada a integralizar cotas do FG-Fies no montante de R$ 3 bilhões, de acordo com as disponibilidades orçamentárias e financeiras anuais.

O fundo também contará com recursos das mantenedoras de instituições de ensino que aderirem ao Fies. No ano passado, o então Ministério da Fazenda já havia autorizado um primeiro aporte de R$ 500 milhões ao fundo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ministério da Economia autoriza aporte de R$ 500 mi ao fundo garantidor do Fies


06/02/2019 | 10:24


O ministro da Economia, Paulo Guedes, autorizou a integralização de cotas pela União no Fundo Garantidor do Fundo de Financiamento Estudantil (FG-Fies) no montante de R$ 500 milhões. A portaria com o aval está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 6.

O FG-Fies foi instituído pela Lei do Novo Fies (Lei 13.530/2017) e regulamentado por decreto presidencial em março passado.

Pelas normas, a União está autorizada a integralizar cotas do FG-Fies no montante de R$ 3 bilhões, de acordo com as disponibilidades orçamentárias e financeiras anuais.

O fundo também contará com recursos das mantenedoras de instituições de ensino que aderirem ao Fies. No ano passado, o então Ministério da Fazenda já havia autorizado um primeiro aporte de R$ 500 milhões ao fundo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;