Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Essa taça foi ganha na cobrança de 58 pênaltis


Ademir Medici

02/02/2019 | 07:00


O ano: 2015. A cidade, Mauá. O campo: o estádio do Juá. Final da Copa Amizade, torneio disputado por equipes de futebol do Grande ABC e de São Paulo. Termina o jogo: Dínamo, de Mauá, 1; Vila Junqueira, de Santo André, 1. A decisão será na cobrança de pênaltis. Entre acertos e erros dos dois times, foram batidas 58 penalidades. Adivinhem quem ganhou? A várzea inteira da região sabe.

E deu Vila Junqueira

Texto: Mauricio Silva

Em 25 de janeiro de 1964 era fundado o Vila Junqueira Futebol Clube, de Santo André, 55 anos de história. Um projeto que teve à frente o Sr. Valdete, Moacir, Francisco e Zé Maria. E que hoje tem na presidência o Detinho, apelido de Deusdete do Socorro Nunes, ex-goleiro do clube.

Muitas taças e troféus, e o grande feito de conquistar a Copa Amizade de 2015 por 24 a 23 frente ao Dínamo. “Bater pênalti na final da Champions League é mole, quero ver em uma final da várzea”, postou o clube em sua página social da época.

III Copa Tulica de futebol senior
 

Hoje, a terceira rodada, no Campo Distrital do Nacional: às 8h, Nacional e Icontafisco; às 9h20, São Jorge/Humaitá e Santo André; 10h40, Ipanema e Águias de Nova Gerty. Folga o Reapar Parafusos.

Resultados da segunda rodada, sábado passado: São Jorge/Humaitá 0, Reapar 1; Nacional 0, Santo André 2; Icontafisco 1, Ipanema O.

O repórter Mauricio Silva acompanha este torneio, que reúne grandes craques do passado, bons de bola até hoje.

Carnaval de ontem, Carnaval eterno

Texto: Milton Parron

Década de 1970. A Rádio Bandeirantes colocava no ar o Projeto Minerva, focalizando os mais diferentes aspectos da história sonora nacional. À frente, o radialista J. da Silva Vidal, que no Carnaval de 1974 descreveu as origens dos festejos carnavalescos e também das primeiras manifestações do Carnaval de Rua.

São duas audições que iremos apresentar – a primeira irá ao ar neste fim de semana. Os programas transformaram-se em clássicos da radiofonia, por focalizarem costumes, panoramas de época, artistas famosos que se dedicavam a um papel que fez história: a recuperação do cotidiano anual nesta época de folia vivenciado pelos nossos antepassados.

J. da Silva Vidal trabalhava na Bandeirantes. No começo dos anos 1990 aposentou-se e estava morando no Interior de Minas Gerais. Ele faleceu aos 87 anos, em 6 de junho de 2013. Ficou a sua obra, hoje parte integrante do acervo do Cedom (Centro de Documentação e Memória) do Grupo Bandeirantes, que ilustraremos com muitas marchas e sambas carnavalescos.

EM PAUTA

Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9)Memória. Velhos Carnavais – primeira parte. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h, além da Internet, radiobandeirantes.com.br .

Hoje

- Dia do Religioso
- Dia do Agente Fiscal

Santos do Dia

- Santa Maria Domenica Mantovani
- Nossa Senhora dos Navegantes
- Catarina de Ricci
- Feliciano de Roma
- Joana de Lestonnac

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 2 de fevereiro:

- Em São Paulo, Itu. Fundado em 1657, quando se separa de Santana de Parnaíba.
- Em Goiás, Nova Crixás
- Em Alagoas, Olivença
- Em Pernambuco, Paranatama
- No Paraná, Tapira
- Em Santa Catarina, Xavantina

Fonte: IBGE
 

Interação com Facebook

‘Espetáculo gratuito na cidade grande’

Súbito, a calmaria é rompida e a rua ganha cores de festa e agito. Transeuntes expulsam as preocupações e se preparam para a curtição do espetáculo gratuito.

Da crônica de Guido Fidelis publicada pelo Diário em 2 de fevereiro de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória – acessem o endereço acima.

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 2 de fevereiro de 1989 – ano 31, edição 6978

Manchete – Governo pune empresários; Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) reage
Plano Verão – Preço de hortifrúti será revisto a cada 15 dias.
Ponto de Vista (Adauto Campanella, advogado e vereador pelo PMDB) – São Caetano, cidade de bons exemplos, pode ser o símbolo da probidade e do bom trato da coisa pública e o prefeito Tortorello, com uma formação no Judiciário, como magistrado, e no Legislativo, como deputado, não pode tropeçar.
Informática – Eletropaulo emite contas com impressora a laser.
Carnaval 89 – Aramaçan, com o Vermelhinho na Amazônia; Buso, e o Carnaval Tropical; Volks Clube e seu Baile de Máscaras; Clube de Campo do ABC, Teatro em Revista.
Ela & Ele (Solange Dotto) – Fantasias que podem ser aproveitadas.
 

Em 2 de fevereiro de...

1919 – As últimas chuvas prejudicaram a lavoura da região. Na estrada de ferro São Paulo Railway, são grandes os prejuízos. Entre as estações do Pilar (Mauá) e Ribeirão Pires, desmoronaram aterros e barreiras. Interrompido o tráfego de trens para o Alto da Serra (Paranapiacaba).
Grande número de operários trabalha na reposição da linha. Em trem especial, veio para a região Francisco Eugênio de Campos, chefe do tráfego da SPR, e o dr. W. Seldon, engenheiro-chefe, e seus ajudantes.
As várzeas estão completamente inundadas. Os rios Tamanduateí, Grande e o Ribeirão Pires transbordaram. Comunicações cortadas.
Em São Paulo, a chuva torrencial iniciada dois dias antes já foi paralisada. Mesmo assim, transbordaram rios como o Tietê e Pinheiros. Serviço telefônico prejudicado.
- Até segunda ordem, está mantido o jogo intermunicipal, em Santo André, entre o Brasil local – time dos Flaquer – e o Flamengo de São Paulo.
- Enquanto isso, é marcado para esta data um treino do Internacional e do Palestra Itália, no campo do Parque Antarctica.
Nota – Aos amigos do Memofut (Grupo Literatura e Memória do Futebol), interessados no assunto: segundo o noticiário de 1919, o Palestra, atual Palmeiras, tinha sede social na Rua Líbero Badaró e jogava e/ou treinava no velho Parque Antarctica.
1959 – Igreja de Ilhabela (Litoral Norte de São Paulo) inaugura altar colonial recebido da antiga Igreja Matriz da Boa Viagem, em São Bernardo.
Nota – Relíquia sacra do Grande ABC hoje é preservada a uns bons quilômetros daqui. Menos mal. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Essa taça foi ganha na cobrança de 58 pênaltis

Ademir Medici

02/02/2019 | 07:00


O ano: 2015. A cidade, Mauá. O campo: o estádio do Juá. Final da Copa Amizade, torneio disputado por equipes de futebol do Grande ABC e de São Paulo. Termina o jogo: Dínamo, de Mauá, 1; Vila Junqueira, de Santo André, 1. A decisão será na cobrança de pênaltis. Entre acertos e erros dos dois times, foram batidas 58 penalidades. Adivinhem quem ganhou? A várzea inteira da região sabe.

E deu Vila Junqueira

Texto: Mauricio Silva

Em 25 de janeiro de 1964 era fundado o Vila Junqueira Futebol Clube, de Santo André, 55 anos de história. Um projeto que teve à frente o Sr. Valdete, Moacir, Francisco e Zé Maria. E que hoje tem na presidência o Detinho, apelido de Deusdete do Socorro Nunes, ex-goleiro do clube.

Muitas taças e troféus, e o grande feito de conquistar a Copa Amizade de 2015 por 24 a 23 frente ao Dínamo. “Bater pênalti na final da Champions League é mole, quero ver em uma final da várzea”, postou o clube em sua página social da época.

III Copa Tulica de futebol senior
 

Hoje, a terceira rodada, no Campo Distrital do Nacional: às 8h, Nacional e Icontafisco; às 9h20, São Jorge/Humaitá e Santo André; 10h40, Ipanema e Águias de Nova Gerty. Folga o Reapar Parafusos.

Resultados da segunda rodada, sábado passado: São Jorge/Humaitá 0, Reapar 1; Nacional 0, Santo André 2; Icontafisco 1, Ipanema O.

O repórter Mauricio Silva acompanha este torneio, que reúne grandes craques do passado, bons de bola até hoje.

Carnaval de ontem, Carnaval eterno

Texto: Milton Parron

Década de 1970. A Rádio Bandeirantes colocava no ar o Projeto Minerva, focalizando os mais diferentes aspectos da história sonora nacional. À frente, o radialista J. da Silva Vidal, que no Carnaval de 1974 descreveu as origens dos festejos carnavalescos e também das primeiras manifestações do Carnaval de Rua.

São duas audições que iremos apresentar – a primeira irá ao ar neste fim de semana. Os programas transformaram-se em clássicos da radiofonia, por focalizarem costumes, panoramas de época, artistas famosos que se dedicavam a um papel que fez história: a recuperação do cotidiano anual nesta época de folia vivenciado pelos nossos antepassados.

J. da Silva Vidal trabalhava na Bandeirantes. No começo dos anos 1990 aposentou-se e estava morando no Interior de Minas Gerais. Ele faleceu aos 87 anos, em 6 de junho de 2013. Ficou a sua obra, hoje parte integrante do acervo do Cedom (Centro de Documentação e Memória) do Grupo Bandeirantes, que ilustraremos com muitas marchas e sambas carnavalescos.

EM PAUTA

Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9)Memória. Velhos Carnavais – primeira parte. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h, além da Internet, radiobandeirantes.com.br .

Hoje

- Dia do Religioso
- Dia do Agente Fiscal

Santos do Dia

- Santa Maria Domenica Mantovani
- Nossa Senhora dos Navegantes
- Catarina de Ricci
- Feliciano de Roma
- Joana de Lestonnac

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 2 de fevereiro:

- Em São Paulo, Itu. Fundado em 1657, quando se separa de Santana de Parnaíba.
- Em Goiás, Nova Crixás
- Em Alagoas, Olivença
- Em Pernambuco, Paranatama
- No Paraná, Tapira
- Em Santa Catarina, Xavantina

Fonte: IBGE
 

Interação com Facebook

‘Espetáculo gratuito na cidade grande’

Súbito, a calmaria é rompida e a rua ganha cores de festa e agito. Transeuntes expulsam as preocupações e se preparam para a curtição do espetáculo gratuito.

Da crônica de Guido Fidelis publicada pelo Diário em 2 de fevereiro de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória – acessem o endereço acima.

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 2 de fevereiro de 1989 – ano 31, edição 6978

Manchete – Governo pune empresários; Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) reage
Plano Verão – Preço de hortifrúti será revisto a cada 15 dias.
Ponto de Vista (Adauto Campanella, advogado e vereador pelo PMDB) – São Caetano, cidade de bons exemplos, pode ser o símbolo da probidade e do bom trato da coisa pública e o prefeito Tortorello, com uma formação no Judiciário, como magistrado, e no Legislativo, como deputado, não pode tropeçar.
Informática – Eletropaulo emite contas com impressora a laser.
Carnaval 89 – Aramaçan, com o Vermelhinho na Amazônia; Buso, e o Carnaval Tropical; Volks Clube e seu Baile de Máscaras; Clube de Campo do ABC, Teatro em Revista.
Ela & Ele (Solange Dotto) – Fantasias que podem ser aproveitadas.
 

Em 2 de fevereiro de...

1919 – As últimas chuvas prejudicaram a lavoura da região. Na estrada de ferro São Paulo Railway, são grandes os prejuízos. Entre as estações do Pilar (Mauá) e Ribeirão Pires, desmoronaram aterros e barreiras. Interrompido o tráfego de trens para o Alto da Serra (Paranapiacaba).
Grande número de operários trabalha na reposição da linha. Em trem especial, veio para a região Francisco Eugênio de Campos, chefe do tráfego da SPR, e o dr. W. Seldon, engenheiro-chefe, e seus ajudantes.
As várzeas estão completamente inundadas. Os rios Tamanduateí, Grande e o Ribeirão Pires transbordaram. Comunicações cortadas.
Em São Paulo, a chuva torrencial iniciada dois dias antes já foi paralisada. Mesmo assim, transbordaram rios como o Tietê e Pinheiros. Serviço telefônico prejudicado.
- Até segunda ordem, está mantido o jogo intermunicipal, em Santo André, entre o Brasil local – time dos Flaquer – e o Flamengo de São Paulo.
- Enquanto isso, é marcado para esta data um treino do Internacional e do Palestra Itália, no campo do Parque Antarctica.
Nota – Aos amigos do Memofut (Grupo Literatura e Memória do Futebol), interessados no assunto: segundo o noticiário de 1919, o Palestra, atual Palmeiras, tinha sede social na Rua Líbero Badaró e jogava e/ou treinava no velho Parque Antarctica.
1959 – Igreja de Ilhabela (Litoral Norte de São Paulo) inaugura altar colonial recebido da antiga Igreja Matriz da Boa Viagem, em São Bernardo.
Nota – Relíquia sacra do Grande ABC hoje é preservada a uns bons quilômetros daqui. Menos mal. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;