Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

EUA acusam Huawei de fraude, dias antes de diálogo sobre comércio com China



28/01/2019 | 20:42


O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apresentou uma série de ações - inclusive acusações criminais - contra a chinesa Huawei Technologies. Trata-se da mais recente medida americana contra a empresa, dias antes da retomada do diálogo sobre comércio com a China.

Nos casos revelados hoje, promotores federais acusaram a Huawei de violar sanções dos EUA contra o Irã e de roubar segredos comerciais de um parceiro de negócios americano, apresentando a empresa como uma violadora em série de leis americanas e das práticas de negócios globais.

A ação americana contra a Huawei desagrada o governo chinês. Nas últimas semanas, uma série de cidadãos estrangeiros foi detida no país por suspeita de ameaça à segurança nacional, no que analistas veem como retaliação. Autoridades chinesas negam qualquer vínculo entre as prisões e o caso da empresa.

Os EUA alegam que a Huawei, sua diretora financeira e outros funcionários trabalharam durante anos para enganar vários bancos globais e o governo americano sobre seus negócios com o Irã. A Huawei e duas afiliadas foram acusadas de fraude bancária, violação das sanções e conspiração para obstruir a justiça. Os EUA acusaram também a diretora financeira da companhia, Meng Wanzhou, filha do fundador da Huawei, Ren Zhengfei.

Os EUA revelaram ainda acusações em separado contra a Huawei por roubar informações da T-Mobile US. A Huawei tem negado as acusações. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA acusam Huawei de fraude, dias antes de diálogo sobre comércio com China


28/01/2019 | 20:42


O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apresentou uma série de ações - inclusive acusações criminais - contra a chinesa Huawei Technologies. Trata-se da mais recente medida americana contra a empresa, dias antes da retomada do diálogo sobre comércio com a China.

Nos casos revelados hoje, promotores federais acusaram a Huawei de violar sanções dos EUA contra o Irã e de roubar segredos comerciais de um parceiro de negócios americano, apresentando a empresa como uma violadora em série de leis americanas e das práticas de negócios globais.

A ação americana contra a Huawei desagrada o governo chinês. Nas últimas semanas, uma série de cidadãos estrangeiros foi detida no país por suspeita de ameaça à segurança nacional, no que analistas veem como retaliação. Autoridades chinesas negam qualquer vínculo entre as prisões e o caso da empresa.

Os EUA alegam que a Huawei, sua diretora financeira e outros funcionários trabalharam durante anos para enganar vários bancos globais e o governo americano sobre seus negócios com o Irã. A Huawei e duas afiliadas foram acusadas de fraude bancária, violação das sanções e conspiração para obstruir a justiça. Os EUA acusaram também a diretora financeira da companhia, Meng Wanzhou, filha do fundador da Huawei, Ren Zhengfei.

Os EUA revelaram ainda acusações em separado contra a Huawei por roubar informações da T-Mobile US. A Huawei tem negado as acusações. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;