Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Atila é notificado sobre impeachment em Tremembé

Marina Brandão/Arquivo DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

A partir de agora, prefeito de Mauá, preso desde dezembro, terá dez dias para apresentar sua defesa


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

24/01/2019 | 14:25


O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), já tem em mãos os dois processos de impeachment dos quais é alvo. O Diário apurou que, por volta das 12h30 desta quinta-feira (24), o prefeito foi notificado pessoalmente, no presídio de Tremembé (Interior), sobre os dois processos de cassação que foram abertos na Câmara no dia 16. O socialista está detido desde o dia 13 de dezembro.

A notificação oficial foi feita por servidores da direção da Câmara, como antecipou o Diário na edição de hoje. A partir de agora, o socialista terá dez dias para apresentar sua defesa. Pela lei, esse procedimento pode ser feito por escrito.

Com as alegações do prefeito preso em mãos, as duas comissões do impeachment emitirão parecer pelo prosseguimento ou não das duas denúncias por crime de responsabilidade e os resultados irão para votação em plenário. Se aprovado, inicia-se novo processo de investigação, com depoimentos de testemunhas.

O processo de impeachment, por lei, pode levar três meses para ser concluído. A disposição interna dos parlamentares, porém, é de encerrá-lo em até 40 dias. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atila é notificado sobre impeachment em Tremembé

A partir de agora, prefeito de Mauá, preso desde dezembro, terá dez dias para apresentar sua defesa

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

24/01/2019 | 14:25


O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), já tem em mãos os dois processos de impeachment dos quais é alvo. O Diário apurou que, por volta das 12h30 desta quinta-feira (24), o prefeito foi notificado pessoalmente, no presídio de Tremembé (Interior), sobre os dois processos de cassação que foram abertos na Câmara no dia 16. O socialista está detido desde o dia 13 de dezembro.

A notificação oficial foi feita por servidores da direção da Câmara, como antecipou o Diário na edição de hoje. A partir de agora, o socialista terá dez dias para apresentar sua defesa. Pela lei, esse procedimento pode ser feito por escrito.

Com as alegações do prefeito preso em mãos, as duas comissões do impeachment emitirão parecer pelo prosseguimento ou não das duas denúncias por crime de responsabilidade e os resultados irão para votação em plenário. Se aprovado, inicia-se novo processo de investigação, com depoimentos de testemunhas.

O processo de impeachment, por lei, pode levar três meses para ser concluído. A disposição interna dos parlamentares, porém, é de encerrá-lo em até 40 dias. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;