Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bush e Kerry na briga pela ‘simpatia’ da Flórida


Da AFP

17/10/2004 | 17:03


O presidente George W. Bush e seu adversário democrata, John Kerry, tentam conquistar a simpatia dos eleitores indecisos e das vítimas dos recentes furacões na Flórida, Estado considerado chave para as eleições presidenciais de 2 de novembro no Estados Unidos.

O presidente republicano esteve no sábado West Palm Beach, região atingida por dois furacões em setembro.

O senador democrata Kerry, esperado nesta cidade na noite de domingo, assistiu a uma missa em uma comunidade negra em Ohio pela manhã e deve visitar Orlando na segunda-feira. Bush, por sua vez, deve voltar à Flórida na noite de segunda-feira.

Com 27 grandes eleitores, a Flórida é o mais importante estado que ainda não se definiu por um dos dois candidatos. Para ganhar as eleições são necessários 270 grandes eleitores.

Para os analistas, os quatro furacões que atravessaram a Flórida em meados de agosto poderão pesar na eleição presidencial, provavelmente a favor do presidente Bush, considerou seu irmão, Jeb Bush.

Além disso, o eleitorado latino, tradicionalmente nas mãos dos republicanos, está dividido na Flórida. A minoria cubana permanece mais conservadora, enquanto colombianos, porto-riquenhos e dominicanos se inclinam para os democratas.

Bush anunciou sábado na Flórida a assinatura de uma lei destinada a supervisionar os atos anti-semitas no mundo. A comunidade judaica da Flórida é a terceira maior do mundo depois das de Israel e Nova York.

Ao sair da missa na manhã deste domingo, Kerry lançou um apelo para "traduzir nossa fé, fazer o trabalho de Deus na terra de uma forma melhor, (...) Vejo empregos que devem ser criados, casas que devem ser construídas e idosos que racionam seus estoques de medicamentos para sobreviver".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;